quarta-feira, 23 de março de 2011

Ortopedistas também vão parar por remuneração profissional digna

A Diretoria da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT – decidiu, por unanimidade, recomendar aos 10 mil associados de todos os Estados brasileiros que não realizem consultas nem cirurgias marcadas pelas empresas de seguro-saúde no dia 7 de abril. A decisão foi tomada em apoio à paralisação por um dia convocada pela Associação Médica Brasileira e o Conselho Federal de Medicina, dentre outros, como forma de pressão contra o crescente aviltamento do valor pago pelas consultas médicas.


A convocação é para que “sejam suspensos o atendimento aos planos e seguros de saúde em 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, não se realizando consultas nem outros procedimentos médicos, marcando-se nova data para atender aos pacientes pré-agendados”.


Ao anunciar a decisão, o presidente da SBOT, Osvandré Lech, disse que o engajamento da categoria ao movimento “é total e irrestrito e a população entenderá o motivo”, pois é inadmissível que desde  2003 os planos de saúde tenham sido autorizados a aumentar em 129% o que cobram de seus segurados, tendo porém aumentado em apenas 44% o valor das consultas médicas.


Para Osvandré Lech, numa especialidade de evolução constante como a Ortopedia, o médico é obrigado a se manter atualizado, a acompanhar a progressiva complexidade tecnológica, a adquirir instrumental aperfeiçoado, a fazer cursos de educação continuada e a participar de congressos, o que implica em despesas que ele não pode assumir se recebe pagamento irrisório. Leia mais: AQUI


 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps