terça-feira, 23 de agosto de 2011

Senador defende melhores salários para os médicos

O senador Geovani Borges (PMDB-AP) defendeu em Plenário nesta terça-feira (23) um plano nacional de cargos e salários para os médicos argumentando que esses profissionais não se fixam nas cidades do interior, especialmente naquelas de difícil acesso, porque os salários não são atraentes e por falta de condições materiais para exercerem a profissão.


Os estudos que apontam a existência de um alto número de profissionais médicos proporcionalmente à população e, ao mesmo tempo, a escassez de médicos no interior, não apontam, disse o senador, a falta de condições adequadas de trabalho e de salários dignos para esses profissionais. O parlamentar citou desde a falta de equipamentos apropriados e de material até a alta demanda a que esses profissionais têm que atender, trabalhando “sob pressão e com baixos salários”.


- Como querer que o profissional atue em regiões longínquas sem um salário adequado? É preciso estímulo. Qualquer coisa diferente disso é conversa para boi dormir – disse o senador.


Geovani Borges relatou que o Amapá perdeu recentemente 15 ortopedistas que migraram para o Pará. Para o senador, com um salário de R$ 2,8 mil por 20 horas semanais e recebendo pelo plantão metade do valor do piso salarial da categoria fica difícil manter o médico nas cidades do interior.


- Diante disso fica fácil entender porque os médicos não se fixam no interior – afirmou.


Fonte: Agência Senado

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps