quarta-feira, 28 de março de 2012

Justiça Federal decide: acupuntura é atividade exclusiva da medicina

Acupuntura: técnica milenarO Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Brasília) julgou nesta terça-feira, na 7ª Turma Suplementar, uma série de apelações cíveis em ações do Conselho Federal de Medicina resultando no entendimento de que a acupuntura é atividade exclusiva da medicina. A acupuntura foi reconhecida como especialidade médica em 1995 através da RESOLUÇÃO CFM nº 1.455/95, na gestão presidida pelo médico paraense Waldir Paiva Mesquita. Esta resolução foi revogada em 2002 pela RESOLUÇÃO CFM nº 1634/02 que dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação Médica Brasileira – AMB e a Comissão Nacional de Residência Médica - CNRM. Desta forma, passou a ser atividade exclusiva do médico por ser técnica utilizada para tratamento de doenças necessitando de amplos conhecimentos de fisiologia, anatomia e sobretudo fisiopatologia para a sua execução. Esta verdade foi, finalmente, reconhecida pela justiça e é importantíssima para a tramitação da Lei de Regulamentação da Medicina.

Entenda o caso:

Há cerca de dez anos, o CFM ingressou com ações judiciais contra o Conselho Federal de Psicologia (CFP), Conselho Federal de Farmácia (CFF) e Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), objetivando anular resoluções desses conselhos que ilegalmente permitiam os seus membros a praticar a acupuntura.

Na primeira instância, todas as sentenças foram contrárias ao CFM ao argumento de que não tendo lei específica que regulamente a prática da acupuntura no Brasil, então, outras profissões regulamentadas também podem exercê-la.

Após longo e exaustivo empenho, o CFM logrou êxito em conseguir reverter a situação jurídica em relação ao exercício da acupuntura por outras profissões, que não seja a medicina.

E finalmente no dia 27/03/12, foi realizada a sessão de julgamento na 7ª Turma Suplementar do TRF da 1ª Região e, por unanimidade, os desembargadores concluíram que o CFP, o CFF e o COFFITO não podem editar resoluções autorizando os seus membros a praticar a acupuntura no Brasil. Para os desembargadores, a acupuntura trata doença e o diagnóstico e o tratamento de doença, no Brasil, completaram, é atividade exclusiva afetada à medicina.

Conseqüências jurídicas

Com esse julgamento, após a publicação dos respectivos acórdãos, os efeitos/eficácia das resoluções atacadas serão interrompidos imediatamente, pois, com exceção do recurso de embargos de declaração - que visam apenas esclarecimentos -, os demais recursos (Recurso especial p/ o STJ ou Recurso Extraordinário p/ o STF) não suspendem os comandos jurídicos desses acórdãos.

Mais informações: FINTESP

Fonte: CFM/SIMEPAR      

43 comentários:

  1. RIDICULO!! NÃO TEM O QUE FAZER? ALÉM DE GANHAR...QUER PREJUDICAR OS FISIOTERAPEUTAS?? FAÇA-NOS O FAVOR "CALA-TE"!!!

    ResponderExcluir
  2. Mais é cada uma, até nisso somos prejudicados como se não bastasse o ATO MÉDICO agora vem essa novidade, vão cuidar em fazer coisas úteis como tirar crianças das ruas...
    QUE VERGONHA!

    ResponderExcluir
  3. wilson Carneiro Ramos29 de março de 2012 08:40

    A matéria está confusa, vejamos:
    - a acumputura foi reconhecida como especialidade da medicina através de uma resolução do CFM e os desembargadores decidem que CFP, CFF e COFFITO não podem decidir sobre o assunto através de uma resolução;
    - Para os desembargadores, a acupuntura trata doença e o diagnóstico e o tratamento de doença, no Brasil, completaram, é atividade exclusiva afetada à medicina. A Odontologia e Veterinária fazem o que?
    - acho que a Odontologia não deve se preocupar, pois as ações foram contra o CFP, CFF e COFFITO.

    ResponderExcluir
  4. Isso é uma vergonha....pensam que é só vcs que gastam dinheiro fazendo cursos, se aprimorando, palhaçada isso. Se vcs fossem deuses não tinha mais gente doente no mundo. Desculpa furada que é pro bem da população, como se muitos de vcs se preocupassem com isso, nunca quiseram a acupuntura, quando começaram a ver que funcionava ai que vcs olharam com outros olhos. Tem muito técnico em Acupuntura ai que se importa mais com a saúde da população que muitos médicos. PALHAÇADA....

    ResponderExcluir
  5. Não pude clicar em "Gosto" pois não gostei nenhum pouco desta notícia.
    Ora, ora! Até parece que as Faculdades de Medicina do Brasil ensinam a Acupuntura, uma Ciência de Origem Oriental e completamente desconhecida em princípios, fundamentos e aplicabilidade pela Classe Médica Ocidental. E caso passem que reclamar e ministrar esse conhecimento, que os transmitirá? Acaso são os médicos orientais? Como se mais de 95% dos Acupunturistas Orientais fossem médicos reconhecidos pelo MEC! Ora, ora! Onde nós estamos? Eu, que estudo a Medicina Oriental há tantos anos, e completamente antipático à Ocidental, que é uma medicina alopática, completamente invasiva e que não trata as causas das doenças e sim seus sintomas, sei perfeitamente que salvo os médicos (formados e de posse de seus CRM's), e que são a minoria absoluta, e incapazes de suprir a demanda na área da Saúde por esse Brasil, e mesmo que se empenhassem, de corpo e alma, abandonando vida própria, lucros etc, não teriam como ministrar conhecimento a nossos alunos das Escolas de Medicina brasileiras, fica a minha pergunta: a quem teriam que recorrer, caso definitivamente os Médicos decidissem por aderira essa cultura, que infinitamente superior à ocidental? Isto é nada mais que uma hipocrisia sem precedentes. E nada mais fará senão promover o recolhimento dos doutos (de fato, mas não mais de direito), especialistas e autênticos acupunturistas brasileiros, o que redundará na quase extinção dessa ciência de nossos anais. E para acabar suprindo essa demanda, as Faculdades terão que importar esse Conhecimento, o que custará aos bolsos dos Contribuintes ainda mais ônus.
    A classe médica tanto fez, para se socorrer de sua total incompetência técnico científica que acabou adoçando a boca dos Magistrados...
    Mas isto não vai ficar assim! A menos que os covardes se calem e abaixem suas cabeças.
    Estou fazendo a minha parte! E brigarei até o fim pela Justiça, contra a justiça cega e incongruente que aí está...

    ResponderExcluir
  6. Isso não tem cabimento. Gostaria de saber qual é então a função e exercício das demais profissões na área da saude, já que, conforme o "entendimento" dos desembargadores quem diagnostica um paciente e trata a doença é a medicina?????!!!!! Se for assim, as demais profissões serão meros "técnicos" que executarão o que os médicos "decidirem"????!!!!! O TRF deveria rever mais os conceitos de cada profissão e a necessidade da população do Brasil, que não pode ficar esperando um diagnóstico médico, principalmente onde nem há médicos, para se tratar. ABSURDO!!!!

    ResponderExcluir
  7. Senhor Waldir Cardoso,
    Procure primeiro saber antes de copiar e colar as matérias de outros locais. Essa medida não é valida.
    Leia o texto abaixo e repense em sua matéria:
    Nota do COFFITO sobre a decisão do TRF1 em relação ao exercício da Acupuntura
    Publicado/Atualizado em 29/3/2012 12:37:46

    O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – COFFITO, esclarece que, o julgamento realizado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região – TRF1, ocorrido no último dia 27/03/2012, não há de produzir efeitos, enquanto não houver sido publicado o respectivo Acórdão, cujo conteúdo será examinado pormenorizadamente pela sua Procuradoria Jurídica, em conjunto com todas as Procuradorias Jurídicas dos Conselhos Regionais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, a fim de que possam ser adotadas todas as medidas cabíveis para reverter à situação anunciada de maneira precipitada pela Imprensa Brasileira, relativamente à prática da Acupuntura por profissionais Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais.

    Salienta-se, outrossim, que, em matéria de interpretação de Leis Federais e em matéria de cunho Constitucional, os órgãos competentes para a última palavra são: Supremo Tribunal de Justiça – STJ e Supremo Tribunal Federal – STF, razão pela qual a atual situação dos profissionais que exercem a Acupuntura, não há de sofrer qualquer alteração enquanto não esgotadas todas as instâncias recursais e judiciais que serão prontamente utilizadas pelo Sistema COFFITO/CREFITOs, para fazer valer o legítimo direito de seus profissionais.

    Roberto Mattar Cepeda
    Presidente

    ResponderExcluir
  8. Thiciano, reproduzi boa parte da nota da assessoria jurídica do CFM. Tem razão o Presidente do COFFITO quanto a validade a partir da publicação do Acórdão. A divergência é que o CFM afirma que os recursos que serão impetrados não tem efeito suspensivo. Vamos acompanhar o desenrolar dos fatos.

    ResponderExcluir
  9. Eliana Alonso Alcazas Furtado29 de março de 2012 17:10

    Parabéns por seu comentário, concordo em tudo e plenamente com você Rogério. Os médicos não mau dão CONTA de fazer o básico o arroz com feijão para a população e agora querem se colocar como SUPERIORES aos fisioterapeutas e tantos outros da área da saúde que também estudaram para se formar. Enfim deveriam então no caso as classes prejudicadas com essa proibição e que se utilizam da acupuntura para tratar seus pacientes, se juntarem e fazerem uma "GREVE" deixando TUDO por conta dos então e tão competentes MÉDICOS Será que eles dariam conta DE ATENDER TODOS OS CASOS??

    ResponderExcluir
  10. SE fosse uma atividade não rentável, com certeza os "DEUSES MÉDICOS", não iriam nem dar bola, maaaassssss...estes atendem péssimamente mal 5 clientes por vez(eu fui num é vi), num valor exorbitante. Isso é Brasil, que os injustos e incompetentes que tem vez e voz($$$$$$$$$$$$$$). Que pena....

    ResponderExcluir
  11. Boa noite!
    Trato me com acupuntura na mão de dois profissionais um com formação no Brasil e outro aqui em Lisboa formado na França...Ambos excelentes! Claro que médicos também podem exercer mais essa actividade, afinal formação é uma coisa, resultados vindos da dedicação é outra, agora fico imaginando (nem todos os profissionais são assim) como seria um médico acupuntor acostumado a só emitir receitas mau olhando aos seus utentes poderia eu me por na mira de suas agulhas? E o que me chama a atenção é: pke monopolizar algo? Gostaria portanto de me adiantar e perguntar se no caso das curas espirituais, em que há até cirurgias também irão reivindicar o monopólio? E no caso do médico não ser espírita? E não tendo esse contacto extra físico irá igualmente operar? quem sabe fazer cirurgias e abrir de facto o paciente sem anestesia? já que em criando cada vez mais leis unilaterais corre se o risco de ficar se preso dentro delas!
    Muito obrigada pela oportunidade!
    Claudete Ducati

    ResponderExcluir
  12. Quero mostrar minha indignação e tristeza profunda com essa situação... a notícia dá a enteder que já está decidido qdo na verdade AINDA NÃO! Isso confunde a cabeça da população e prejudica os outros profissionais da saúde.
    Me pergunto aqui... será que os médicos acostumados à consultas de 20 minutos (as vezes nem isso), irão querer se dispor de um tempo maior para atender o paciente pela acupuntura? Como uma colega acima já falou, alguns nem olham pra sua cara, só receitam, receitam, receitam... ah, e mandam fazer exames, exames, exames!
    Ou será que eles farão do atendimento como uma linha de produção: várias macas uma do lado da outra, eles colocam agulhas (com receitas prontas lógico, que é mais prático e rápido) e na hora de retirar as agulhas mandam as secretárias fazerem isso... É... eu já vi isso!!!
    E outra, todo mundo que entende um pouquinho que seja de MTC sabe que o diagnóstico é ENERGÉTICO, não trata-se a doença em si, mas sim o DOENTE. Do jeito que é falado parece que os acupunturistas se metem na área da medicina ocidental, diagnosticando doenças e não é nada disso... E todo acupunturista mais sensato, nunca falará para seu paciente abandonar qquer tratamento que esteja fazendo na medicina convencional. Se for por isso médicos, não se preocupem, o paciente de vocês não será "roubado"...
    Médicos, pra que o monopólio? Não é preciso formação em Medicina mas sim COMPETÊNCIA para a prática! Afinal, os chineses antigos que trouxeram acupuntura pro Ociente não tinham formação médica e nem por isso sairam matando as pessoas, perfurando órgãos e causando infecções. Ahhh por favor...
    Que seja feita a justiça! Apesar que em se tratando de Brasil...

    ResponderExcluir
  13. Dr. Waldir Cardoso, gostaria de saber sua opinião sobre o assunto em questão.

    ResponderExcluir
  14. O cerne da profissão médica é o diagnóstico e a terapêutica. As demais atividades podem ser compartilhadas. A acupuntura é um dos tipos de tratamento utilizados com excelente resultados nos casos de dor crônica, p. ex.. Infelizmente a justiça é muito lenta. A ação do CFM é de 2001. A demora permitiu a proliferação de cursos de acupuntura dirigidos a não médicos. Hoje, com centenas de profissionais no mercado temos um grande imbróglio. Enfim, para os médicos basta que a sociedade reconheça e respeite que diagnosticar doenças e estabelecer o tratamento para elas é prerrogativa milenar da categoria. O que foge a este cerne faz parte de cuidados com a promoção e prevenção à saúde e trabalhamos todos para atingir este desiderato de forma coletiva e compartilhada.

    ResponderExcluir
  15. Gostaria de saber se antes da data de hoje existiu na grade curricular das faculdades de medicina a especialização em acupuntura ou medicina Tradicional Chinesa? Claro que não! O que os médicos querem é abocanhar um segmento que não tem nada a ver com a medicina alopatica. Já ví na tv por diversas vezes esses profissionais dando "aulas" absurdas, alguns nem os nomes dos pontos sabiam. A acupuntura, ao contrario da medicina alopática, não faz diagnósticos baseados em resultados de exames cínicos, ressonância magnética, raiox X , etc...ela faz um diagnóstico energético do paciente para tratar a causa e não o efeito da doença. Tenho pacientes que foram indicados por médicos com seu receituário decrevendo o tipo de doença diagnosticado e o que fazer e na realidade pela analise energetica do paciente, o tratamento era oposto ao solicitado e, pasmem, com poucas seções o cliente (medico= paciente, acupunturista= cliente) já não sentia mais nada. Por esse motivo nós, acupunturistas lutamos por nossa profissão, não num sentido mercenário, de querer ganhar mais dinheiro mas sim num sentido mais humanista e cuidar de pessoas que tendo ou não dinheiro para pagar a terapia, muitos de nós atendemos de graça ou em sistema comunitário.

    At. Sergio D'

    ResponderExcluir
  16. valnice machado portela31 de março de 2012 07:01

    Vivo em hospital no meio de medicos que tem preguica de trabalhar, fazem esquemas( enquanto e para ter 4 no plantao so tem 2), enrolam pacientes sofrendo com a doenca pedindo exames complementares( como USG), esquecendo que eles passam anos na faculdade aprendendo exame clinico(fisico) e nao fazem uso. Nao consigo imaginar o medico chegando perto do paciente para examinar a lingua e sentindo o cheiro do paciente, o cabelo, unhas pele, exame do pulso para saber qual meridiano esta em deficiencia ou excesso, se a maioria deles tem nojo do paciente e mal dão um aperto de mão ( quando estao no consultoria deles, pois nos hospitais públicos, nem isso). Como eles querem ser os unicos ACUPUNTURISTA?? Eles, na verdade, estao percebendo que a populacao prefere fazer ACUPUNTURA com ACUPUNTURISTA do que com medico.

    ResponderExcluir
  17. Este é um país de notícias plantadas!
    Deixe estar: A verdade virá!
    Minha avó dizia: Quanto maior, maior o tombo!
    Ainda hoje conheço médicos que duvidam do poder da acupuntura, e alguns que a praticam de maneira deturpada.
    Acuputura é milenar, e não serão aproveitadores arrogantes que vencerão esta batalha.

    ResponderExcluir
  18. É isso mesmo Rogério, os médicos infelizmente grande parte deles só buscam o estatus que o título pode lhe trazer, não se preocupam com os doentes. Ja a MTC na qual a Acupuntura está inserida cuida do "doente" de maneira holística, não necessitando nada dos diagnósticos da medicina ocidental, qualquer bom profissional de Acupuntura pode avaliar e diagnosticar seu paciente coisa rara hj em dia na classe médica.

    ResponderExcluir
  19. Marco Aurélio Cozzi2 de abril de 2012 09:54

    ANULAR DIPLOMAS MÉDICOS?

    A sentença do TRF 1 abre precedente para outra ação, por sinal, já ganha na Justiça em 1989 pelo médico oftalmologista Ivan Lage contra a UFMG. Ele, sozinho, anulou, juridicamente, milhares de diplomas médicos por não constarem as disciplinas Deontologia Médica e Medicina Legal que lecionava no curso de Medicina e por não constar, também, no diploma de Medicina. É o caso da vitalista Acupuntura, um ramo da MTC (Med. Trad. Chinesa, Indiana, japonesa, coreana, tibetana e afins), da alquímica Homeopatia (ambas especialidades médicas) e da medicina espiritualista Antroposofia (em vias de se tornar especialidade médica)!
    By Marco Aurélio Cozzi, vice pres. do CRAEMG (Cons. Reg. Acupuntura/MG)

    ResponderExcluir
  20. Ronaldo Eiki Yoshikawa3 de abril de 2012 06:04

    Você sabe oque é o Tao? Você sabe oque é repiração profunda positiva, negativa e neutra? Sabe oque é ressonância de pensamento? Sabe vizualizar o caminho das energias yin e yang? Sabe oque é cinco e quatro elemntos? Sabe ligar o Alto com baixo? Sabe oque é estações energeticas? Sabe oque acontece com o paciente se aplicar agulhas no equinocio da primavera? Ou nos solisticios de verão e inverno? sabe oque é moxa? Sabe oque é kyo to shin? Sabe quem foi Lao Tsé, Nakatani, Sawada Ryu e Nagano?...eu poderia colocar um livro inteiro de perguntas, mas se você sabe responder as perguntas acima considere se um Verdadeiro Acupunturista, se você não sabe responder essas poucas perguntas considere se apenas um espetador de Agulhas. Meus agradecimentos a todos os mestres nessa longa jornada em busca da verdade suprema que é o Tao. Ronaldo eiki Yoshikawa de Belem do Para. "Louvado e Honrado seja o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO" Paz profunda!

    ResponderExcluir
  21. Boa noite:
    Será que o CFM conhece as matérias que são lecionados na escola de Medicina? A Acupuntura é matéria do currículo da Medicina daqui? Se NÃO, qual a diferença do médico para com o Professor, Bancário, Veterinário, Fazendeiro, Comerciante, Dentista, Cientista, Agricultor, Farmacêutico, Dona de Casa, Economiário, Esportista, Ginasta, Motorista, Pecuarista, Piloto, Matemático, Engenheiro, Arquiteto, Biólogo, Astronauta, Pescador, etc etc...? Será que êle já nasce ou é mais inteligente que outros "seres normais"? Ou ele é anormal?... Sinceramente, acho que a especialidade da Acupuntura, deveria ser usada somente para aqueles que frequentaram a Escola da Medicina Chinesa, é claro, na China. Pois somente lá (naquele País, China) existe a Escola da Medicina Chinesa.

    ResponderExcluir
  22. Frater, Saudações nas Três Pontas...

    Não precisamos nem disso... Eu sugeriria algo mais... apropriado à Medicina Ocidental, juramentada à Hipócrates, que fundamentou a Medicina em grande parte na Astrologia e na Astronomia: Como é feita a combinação ou prognóstico pré cirúrgico em conformidade com os Signos Zodiacais - em que caso deve-se aplicar a cirurgia e em que caso sujeita-se toda cirurgia ao fracasso, sob pena de precipitar o paciente a uma hemorragia sem solução? É uma simples pergunta que deveria ser Acadêmica, uma vez que é a Hipócrates, o Pai / Patrono dessa Ciência que todo formando jura fidelidade? Em não conseguindo a resposta para essa simples, elementar e banal pergunta, ficam aqui patenteadas duas verdades: primeira, a grande hipocrisia da classe médica ao recorrer ao Mestre Hipócrates e aplicar ciência deveras avessa à sua Doutrina; segunda, a Medicina Ocidental, mormente a brasileira (?!), através da manipulação do próprio poder judiciário, não passa de de uma ciência contraditória, decadente e fadada ao escárnio, e o que é pior, PÚBLICO!

    ResponderExcluir
  23. Muito obrigado Waldir, o senhor foi o único que respondeu ao meu comentário, prova que é um formador de opiniões competente. Inclusive o COFFITO lançou uma nota onde explica que essa liminar obtida pelo CFM mesmo se for publicada não afeta os Fisioterapeutas, que teve seu direito julgado pelo STJ que é uma entidade superior ao TRF1. Cabendo toda a imprensa brasileira corrigir o equívoco criado pelo CFM e sua ganância, que nada tem com o sentimento de proteger os pacientes e sim reservar um mercado.
    Muito obrigado

    ResponderExcluir
  24. Waldir o senhor já procurou saber que tipo de avaliação e diagnóstico é feito pela acupuntura dentro da Medicina Tradicional Chinesa?
    Se você observar todos os cursos não médicos de acupuntura se detem ao conhecimento meramente tradicional chinês, onde é dado o diagnóstico energético do paciente, o dignóstico médico ocidental tem o nome de Nosológico, onde diagnostica doenças ocidentais, o do fisioterapeuta diagnóstico cinetico-funcional, do psicologo o diagnóstico psicologico, então quando o CFM espertamente quer se apoderar de todas as formas de dignóstico, ele fere o direito de todos os outros profissionais, inclusive do médico veterinário que também faz diagnóstico, dos engenheiros que fazem diagnóstico em suas obras, do analista de sistemas que também faz diagnóstico.
    Tratar doença ocidental com acupuntura é menosprezar as tradições e assim deixa de ser acupuntura. Acupuntura deve ser praticada através de uma análise energética, onde o Ba Gang, Bian Zhen e o Lun Zhi deve ser traçado e seguido de acordo com as normas da medicina tradicional chinesa e não medicina ocidental.
    Tanto que na China, berço da acupuntura, quem regula as ações da Acupuntura e das outras vertentes da medicina tradicional chinesa não é o conselho de medicina ocidental, pois não tem competência para tal. Somente aqui no Brasil o CFM quer impor sobre uma profissão diferente da sua. ACUPUNTURA É MULTIPROFISSIONAL, aparece como especialização, mas é uma profissão que complementa a nossa área da saúde, seja farmácia, fisioterapia, psicologia, inclusive medicina.
    Todos que fizeram cursos regulamentados pelo MEC, pois este é quem decide que curso liberar, tem o direito de exercer a Acupuntura livre e sem determinações impostas pelo CFM, que somente tem poder de regular (mesmo que sem ser reconhecido por lei) a profissão de medicina ocidental.

    ResponderExcluir
  25. Esta notícia só tem o objetivo de desinformar a população.
    A Acupuntura não é uma profissão regulamentada.
    Então, pela Constituição Federal qualquer um pode praticá-la.

    Sendo portanto, a decisão do Tribunal uma briga de acadêmicos, não abrangendo os cursos livres, técnicos e os orientais que aqui estão.
    Aliás, os médicos aprenderam pela boa vontade dos orientais que para cá vieram e ensinaram a técnica. Assim, os médicos também, aprenderam a Acupuntura com os não médicos.

    A Acupuntura tem a sua eficácia demonstrada há quase 6 mil anos.
    E permite o alívio imediato para a maioria dos desequilibrios energéticos.
    O que, com certeza, não interessa aos médicos que lucram dos laboratórios
    e dos convênios, ao emitirem um receituário a cada quinze minutos.

    ResponderExcluir
  26. Carissimo vc deve voltar a faculdade para aprender que o diagnostico da acupuntura é energetico e que esta não trata doenças e sim desequilibrios energéticos.
    Aconselho que o caro colega tenha um pouco mais de leitura para defender melhor suas causas

    ResponderExcluir
  27. Calma, José. Eu só publiquei a decisão da Justiça. Estou aprendendo bastante com os comentários dos acupunturistas.

    ResponderExcluir
  28. Gostaria de perguntar uma coisa: Como funciona a acupuntura?
    Será que algum médico pode me responder fisiologica e anatomicamente, cada ponto !!! Mas não quero a explicação oriental. Porque se a medicina "quer tomar conta"....que tome direito !!!
    E também gostaria que fosse respondido como os yuketsus espirituais funcionam?
    Aguardo resposta ! Grata . Flávia .

    ResponderExcluir
  29. Não adianta argumentar que na China se ensina Acupuntura em escolas de Medicina Chinesa, pois realmente isso é verdade. Mas são escolas de MEDICINA CHINESA, que são formadora de MÉDICOS CHINESES (cujos princípios de tratamento são energéticos, e não físicos, como os estudados pelos médicos ocidentais). Chinês não se refere a "pessoa nascida na China", mas sim àquele que tem o pensamento clínico com base na medicina chinesa. Desde que os médicos ocidentais tenham essa formação com base nos princípios ENERGÉTICOS, não vejo problema algum de aplicarem corretamente a acupuntura. Agora, como estão fazendo, aplicando agulhas com base em diagnósticos estritamente ocidentais, a essência da acupuntura acaba perdendo seu sentido e eficácia. Vai tornar-se sem credibilidade, caso continue assim na mão dos médicos ocidentais.

    ResponderExcluir
  30. Valnice, é uma pena que vc só conheca maus médicos! Tomara que vc nunca precise de um médico, pq como vc bem sabe nem tudo dá para ser tratado com acupuntura. Ah! Existem maus profissionais em todas as profissões.

    ResponderExcluir
  31. Desculpa Patricia,mas ou vc está mal informada ou quer confundir a populacao, pois nós médicos estudamos todas as teorias da MTC: 5 elementos, Yin e ang, zang-fu e tudo mais. Só que é muito mais seguro aplicar acupuntura quando se tem o conhecimento da medicina convencional, Se não souber o que se está tratando o acupunturista pode até mascarar os sintomas de uma patologia e atrapalhar tanto o diagnostico quanto o tratamento. O ideal é que o médico saiba dar o diagnotico nosologico e o energetico. E é geralmente ao que contece com a acupuntura médica.

    ResponderExcluir
  32. Olá Ramon. Gostaria de compartilhar com vc, e com todos que frequentam o blog, minha experiência com a acupuntura. Há 3 anos, tive um problema ortopédico, e fiz 30 (isso mesmo, TRINTA) sessões de acupuntura. Inicialmente, fiquei pior, muito pior, mas confiando no MÉDICO que me atendia, resolvi investir no tratamento. Após as 30 sessões, o próprio médico disse que não poderia mais me ajudar, e que a "melhora" alcançada já havia sido o máximo que a acupuntura poderia proporcionar. O problema continuou por mais dois anos e meio, quando fiquei fazendo tratamentos paliativos sem realmente haver melhora. Foi então, quando conheci um fisioterapeuta que havia recém concluído o curso de acupuntura - de 2 anos. Ao sugerir a acupuntura, recuei logo: - Mas já fiz 30 sessões e não obtive melhora! Indignado, ele argumentou e mostrou-se bastante seguro em relação ao que faria, e me pediu 4 sessões pra me deixar melhor. Pois, acredite se quiser, fiz somente UMA sessão com ele e estou boa até hoje. Na ocasião, ele utilizou somente 10 agulhas (com o médico eu fazia em média 25 a 30 agulhas) e em pontos totalmente diferentes dos que o médico utilizava. Como vc pode ver, Ramon, lendo também os outros posts, não sou a única pessoa que teve más experiências com acupuntura médica. E, justamente por isso, acredito que, como em todas as profissões existem os bons e os maus, na medicina também. Então, se os médicos querem ficar tomar posse da acupuntura, que o façam com competência. Pois senão, como disse anteriormente, cairá no descrédito com toda a população. A propósito, acredito que, aqui, FICOU BEM CLARO QUEM ESTÁ TENTANDO CONFUNDIR E ENGANAR A POPULAÇÃO.

    ResponderExcluir
  33. Querida Ani Lima, você pegou pesado mas falou muitas e muitas verdades. A propósito, sobre a proibição das demais profissões da área da saúde, já há um projeto de lei tramitando, apelidado de "Ato Médico" que faz praticamente isso, transformando todos em meros técnicos a serviço dos médicos. Não sou da área da saúde, mas como população, estou informada a respeito. Fala sério!!!

    ResponderExcluir
  34. Além de todo o exposto acima a respeito da diferença de diagnósticos, que como adepta do tratamento com acupuntura venho confirmar, pois todo o meu diagnóstico foi feito a partir da pulsologia, gostaria de acrescentar um fato: Quando vamos ao médico particular ortopedista, aguardamos duas horas na sala de espera para sermos atendidos em míseros 15 minutos, onde o profissional mal olha para nossa cara. Fato motivado pelo grande número de pacientes que esperam lá fora e que ele tem que atender até completar o seu horário. Me pergunto se eles assumirão uma nova postura de perder uma hora com cada paciente para ser capaz de dar um diagnóstico energético eficiente. Se aceitarão perder o patrocínio dadivoso dos grandes laboratórios em troca do tratamento com ervas que não lhe trará nada em troca. E ainda se terão a grandeza de espírito de atender pessoas carentes sem cobrar, como vejo acontecer nos lugares onde atualmente se pratica a acupuntura. Como cliente do serviço, espero que não venham a exterminar uma categoria que tanto bem tem feito a humanidade. A ganância tem fins desastrosos.

    ResponderExcluir
  35. Pronto! Conselho Nacional de Saúde ratificou ontem a prática da Acupuntura como multiprofissional!

    http://conselho.saude.gov.br/ultimas_noticias/2012/19_abr_recomendacao_acupuntura.html

    ResponderExcluir
  36. Recomendação multidisciplinar?
    http://conselho.saude.gov.br/ultimas_noticias/2012/19_abr_recomendacao_acupuntura.html
    Ledo engano. No site abaixo indicado:
    http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/PNPIC.pdf
    1988 - resoluções da Comissão Interministerial de Planejamento e Coordenação (Ciplan) nºs 4, 5, 6, 7 e 8/88, que fixaram normas e diretrizes para o atendimento em homeopatia, acupuntura, termalismo, técnicas alternativas de saúde mental e fitoterapia.
    Veja a arapuca armada com base na Res. 88 que pariu a P. 971. Só para médicos!
    1988: após dois anos de estudos realizados por técnicos governamentais, gestores públicos, professores universitários e especialistas em saúde pública (13), o Governo Federal, por meio da Comissão Interministerial de Planejamento e Coordenação (CIPLAN), formada pelos Ministérios da Previdência Social, Trabalho, Educação e Saúde, publicou em 8 de março a Resolução nº 5/88, que fixou normas e diretrizes para a implantação dos atendimentos em Acupuntura nos serviços públicos de assistência, seguindo recomendação da 8ª Conferência Nacional de Saúde, (04 e livro ccs), definindo que essa atividade seria exercida exclusivamente por médicos e citando a SMBA como entidade responsável pela formulação do conteúdo programático da habilitação do médico na área de Acupuntura. (site Colégio Médico de Acupuntura afim ao CFM, AMBA, SMBA, AMB que estão por detrás das sentenças dos TRF1 e TRF 4, com 104 palavras!) http://www.cmacupuntura.org.br
    Macozzi (vice pres. do CRAEMG)

    ResponderExcluir
  37. Site correto do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura
    http://www.cmba.org.br

    http://www.acupuntura.med.br/tag/colegio-medico-brasileiro-de-acupuntura/

    macozzi

    ResponderExcluir
  38. gostaria de saber qu em vai devolver meu dinheiro aplicado em estudos para conseguir ser hoje acupunturista , sou pedagoga ,massoterapeuta pela cba homeopata com 4 anos de estudo pela u.f v.mg ..2 anos e meio de estudos de acupuntura pelo colegio brasileiro de acupuntura sorrako in/ efitoterapeuta estetica corpo e rosto, atendo a perder de anos minhas queridas irmazinhasna fe aquelas que nem podem pagar sou diplomada pelo mec e agora o que me dizem de tudo isto eu lido com energia e nao com parte de medicina;

    ResponderExcluir
  39. Interessante
    A maioria dos medicos que atende dermalogia, são medicos sem titulos de DERMATOLOGIA,somente tem uma pós graduação lato sensu, pois nao assin como dermatologista pois nao possuem titulo reconhecido pela CRM.
    A medicina Ortomolecular não é reconhecida como Especialidade médica , mas
    os médicos estao ficando ricos com isso.
    A Homeopatia demorou 200 anos para ser reconhecido como especialidade medica
    depois que começou a ser lucrativa.
    Sendo assim, penso que a CFM E CRM, deve justificativas a sociedade de porque
    nao fiscalizarem estas questões???????
    Mas tiveram tempo para esperar 10 anos por uma posição da justiça que é individualmente contra alguns conselhos.
    Médicos, querem opnar nas áreas de atividade fisica, sugerindo Hidroginastica, para
    pessoas com discopatia, sem conhecerem a fundo a atividades, para isso existe o Profissional da Educação Física,
    Querem sugerir fisioterapia, onde existe um especialista o fisioterapeuta para tal função.
    Sabemos que a Acupuntura hoje não é lucrativa e detrimento a algumas área da medicina e nem medico quer ficar omum paciente 45 min , a uma hora por sessao
    Entao me desculpe, o CFM deveria provocar a formaçaõ de um conselho federal de acupuntura, com outras áreas,,,e nao ficar se focando em outras questoes,sendo
    que o citado acima, ja existem muitas pendencias próprias a tratar!

    Prof. Walter

    ResponderExcluir
  40. Mônica Jorqueira da Costa13 de dezembro de 2012 10:03

    A gente precisa pedir bença para os médicos, este é o fim do mundo....

    ResponderExcluir
  41. Sou formada em biomedicina no Brasil e hoje moro no Canada e faço um curso de acupuntura aqui. Aqui também existe este excesso de 'poder' da classe médica. Eles até tentaram proibir a prática de acupuntura por outros profissionais, mas como eles não dão conta nem dos pacientes deles, deixaram quieto.
    Médicos na verdade não querem que a acupuntura seja praticada de forma alguma pois isso causaria muito prejuízo pra muita gente. Não, não prejuízo ao paciente, mas sim aos médicos e à industria farmacêutica. Pacientes que se tratam com acupuntura utilizam menos medicamento, menos procedimento médico, e é isso que eles não gostam. Mexe no bolso!!!!
    Aqui (pra não 'ferir o ego' dos médicos), os acupunturistas não podem utilizar o termo 'diagnostico'. Temos que dizer nossa 'opinião energética' em relação ao 'estado do paciente' e não à sua 'doença'.
    Eu sinceramente acho uma boa, pois isso ajuda a distinguir as duas medicinas.
    Hoje tenho medo de voltar ao Brasil e de noa conseguir trabalhar como acupunturista lá. Acham que essa lei vai pegar?

    ResponderExcluir
  42. Interessante , estamos em 2014 e todos profissionais da saúde podem praticar acupuntura, essas noticias desatualizadas já deviam ter sido retiradas da internet!!!!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps