terça-feira, 6 de março de 2012

Você tem queixas do PROVAB?

O PROVAB ainda nem começou mas já está cheio de reclamações. De todos os profissionais selecionados são, principalmente, os  enfermeiros que tem denunciado o fato de que escolhem o município e quando chegam lá o secretário de saúde diz que não há vaga para enfermeiros. Isto é má fé e precisamos denunciar de forma organizada.


Defendemos a Carreira e o Ministério da Saúde insistiu com esta proposta. Vai ter que cumprir as cláusulas sob pena de se desmoralizar e ter que admitir que precisamos discutir seriamente a Carreira Federal de base municipal para a atenção primária. Já temos a base do Plano em documento elaborado no final do governo Lula e entregue ao ministro Padilha pelo então ministro Temporão (leia a síntese da proposta ou conheça o documento completo). O atual governo, apesar de ser a continuidade do governo petista anterior, ignorou solenemente o documento discutido. Trocou toda a equipe do Ministério e começaram a inventar "moda". Uma delas é o PROVAB. A outra é o Serviço Civil Obrigatório (mas estes são outros assuntos...).


O PROVAB promete em edital dar aos profissionais vínculo celetista, benefícios sociais, direitos trabalhistas, estabilidade contra demissão imotivada, supervisão presencial e à distância por um preceptor ligado à Universidade, acesso à internet, telemedicina, curso de especialização em atenção primária e 10% de bônus para ingresso em programas de residência médica de acesso direto. A remuneração será a média da região e um fator para o profissional aceitar – ou não – participar.


Se o município não estiver cumprindo denuncie para provabs@saude.gov.br. Ligue diretamente para a Secretaria de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde (61) 3315-2224 ou 3315-2248. Outra alternativa é ligar para o 136 Ouvidoria Geral do SUS. Os internautas conectados no twitter podem denunciar diretamente para o @heiderpinto. Ele é do Ministério da Saúde e um dos coordenadores do PROVAB. Outro canal para denúncias é a FENAM, uma das entidades médicas que apoiaram o PROVAB e tem assento na Comissão de Acompanhamento. Eu afirmo que, principalmente, a FENAM deve ser informada (aqui) destas distorções e descumprimentos que estão acontecendo. Temos responsabilidade e autoridade para cobrar do Ministério da Saúde providências. Inclusive porque seremos responsáveis e partícipes da avaliação do Programa. Você pode tambpem assinar o Abaixo-assinado PROVAB: Em prol da valorização da Atenção Primária. Não se omita. Denuncie! Fique ligado! Unidos somos fortes!


 

36 comentários:

  1. Muito bom seu blog Valdir! Obrigado pelo apoio! O @heiderpinto postou hoje "Heider Aurelio Pinto ‏ @heiderpinto #Provab qualquer problema,por favor, entrem em contato com a @SGTES_MS que está organizando una Ouvidoria p/agora e todo processo p/frente". Faz questão de deixar claro que é diretor do DAB, um dos coordenadores do PROVAB e agora que está cheio de reclamações, direciona p outro... tá muito complicado... Já denunciei para o cofen (postei a resposta no "o que é o Provab") e concordo que não pode ter omissão, mas é pq é revoltante o tanto que a classe é desvalorizada até mesmo pelo próprio conselho...Principalmente quando vc lembra o tanto que o CRM é forte!! Denunciei o MS, e estou entrando com mandado de segurança... Mas é desanimador ter que mover mundos e fundos para adquirir o que é de direito! Mas estamos lutando!!! Se puder divulgar o abaixo assinado eu agradeço! Lembrando que a luta não é só dos selecionados, a luta é de todos os profissionais de saúde!!! Vou denunciar para a FENAM!!
    http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N21725
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Pronto, incluí no post. Vamos divulgar.

    ResponderExcluir
  3. Vejam o absurdo da classe médica:Após ler vários comentários negativos de médicos no orkut em uma comunidade de residência médica, encontrei um abaixo-assinado feito por eles contra o Provab, e o mesmo já possui 2.408 assinaturas até o momento. Segue o link com o abaixo-assinado: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N20224
    Abaixo-assinado contra o PROVAB (Bolsa-Médico)
    www.peticaopublica.com.br
    A 7 de dezembro de 2011, o Ministério da Saúde lançou o primeiro edital de convocação para um programa que ele chamou de Programa de Valorização do Profissional

    ResponderExcluir
  4. .Um dos melhores programas, até agora criado pelo governo federal,o PROVAB,depois do PSF que hj se chama ESF,uma classe de profissionais tão honrada que foi criada para salvar vidas quer acabar com isto??O PROVAB,que interioriza o profissional,com o intuito de dar maior chance do povo carente e sem condições de atendimento,pois não tem profissionais para atendê-los, que é o povo de nosso interior,se vêem escurraçados pela classe que fez um juramento de serem,juntamente com as outras profissões da saúde, o meio deles de ter o bem mais precioso que DEUS nos dá que é a VIDA.Não entendo a razão deste movimento,e nem quem iniciou isso mas é muito estranho.Sei sim, que é de profundo desrespeito e falta de ética profissonal o que alguns médicos estão tentando fazer através deste abaixo assinado.Cabe a nós,profissionais da Enfermagem e Odontologia,que nunca nos curvamos perante as iniciativas de TRABALHAR em prol dos mais necessitados,uma nota de repúdio a este ato de alguns profissionais médicos,se são realmente médicos.Vale ressaltar que em várias regiões do interior da Bahia onde moro,principalmente zona rural,não existe médicos nem dentistas,nem enfermeiros há quase dois anos,e hj através do PROVAB,já foram convocados 04 profissionais.Infelizmente,o meu município,que tem médico"cigano",pois fica de seis a oito mêses ,compra uma HILUX e vai embora,pois o salário do mesmo chega a R$20.000,00 com plantão,enquanto um cirurgião-dentista e um(a) enfermeiro(a),não passa de R$2.500,00.Talvez sejam contra o PROVAB pois a vida de "cigano",dos médicos, acabaria,pois têm que cumprir o contrato.Por que os médicos não fazem um abaixo assinado,pedindo mais saúde para o povo carente,através da interiorização dos colegas e dos altos salários recebidos?Se o salário dos médicos não fosse tão elevado,talvez muitos não fariam isso.Teriam mais amor á profissão e ao próximo.Vale ressaltar para quem não conhece que os contratados irão para as ESFs,que hj fazem a parte da prevenção das doenças,desafogndo os hospitais que hj estão superlotados por falta de médicos exatamente nas ESFs.Eu,de coração,espero que o Ministério da Saúde dê prosseguimento a este Programa, que visa interiorizar os profissionais da saúde.Nós,profissionais cirurgiões(ãs)-dentistas e enfermeiros(as),podemos já pensar em apoiar este programa com outro abaixo assinado,em prol do PROVAB.

    ResponderExcluir
  5. Isto deve ser denunciado á todos os orgão que regulamentam a profissão de médicos no Brasil e á justiça também.Conto com sua ajuda Waldir cardoso.

    ResponderExcluir
  6. Meu xará. Não generalize. Tem médicos a favor e médicos contra o PROVAB. Os médicos são "ciganos" porque é esta a realidade que os governos lhes oferecem. Se o governo estadual ou o Federal aceitasse implementar a Carreira Médica (como promotores, juízes e militares) não teríamos estes médicos. Como não teríamos médicos levando calote de prefeitos. Não jogue sobre o indivíduo o problema que é dos governos. É coletivo. Os médicos são trabalhadores como qualquer um outro. Merecem a justa paga pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  7. Estamos juntos! A população tem direito à assistência a saúde de qualidade. Com equipe multiprofissional que tenha TODOS os profissionais.

    ResponderExcluir
  8. Meu caro Waldir Cardoso,
    Venho através deste e-mail buscar um apoio moral, físico e ideológico para que possamos resolver a questão do PROVAB!
    Quero retratar o total descaso do programa desenvolvido pelo Ministério da Saúde na Atenção Básica. O PROVAB, no qual profissionais (enfermeiros, médicos e odontólogos) foram selecionados para trabalhar em municípios brasileiros e que saiu o resultado no Diário Oficial da União no dia 29/02/2012. Mas, a maioria dos profissionais de enfermagem e odontologia não consegue contratação pelo município. Esses alegam que só queriam médicos... Então, o que houve? Não leram o Edital? Estão mal informados? De quem é a culpa? Do Ministério da Saúde? Do Município? Somos profissionais qualificados e tememos que a contratação para trabalhar nesses municípios nunca aconteça. Devido a esse descaso, peço-lhes que investiguem a situação e divulguem o fato ocorrido. Pois, temos prazo para sermos contratos, e o que acontece é um jogo de "ping-pong" ( MS e Município) no qual que perde são os usuários de Sistema Único de Saúde e os cidadãos brasileiros! Vamos divulgar! Por favor, peço-lhes encarecidamente que me ajudem nesse propósito! Profissionais de Saúde que foram selecionados pelo PROVAB-MS neste momento se encontram desnorteados com tamanho descaso. Não podemos abaixar nossas cabeças e nos conformarmos com tamanho absurdo! Só pedimos JUSTIÇA!

    Atenciosamente,


    Taiana Ramos
    Enfermeira

    ResponderExcluir
  9. Na verdade esse PROVAB ta dando a entender que foi uma maneira de atrair médicos para os lugares onde a maioria não procuraria, e nós enfermeiros e dentistas só servimos nisso tudo de meras cobaias, pois em todo lugar do Brasil estamos tendo problemas para sermos contratados, e a respostas q a maioria está recebendo é sempre a mesma:? -Não há vagas para dentistas e enfermeiros! Então percebe-se q apenas os médicos vão conseguir trabalhar com esse programinha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aconteceu isso comigo, fui a unica selecionada para o municipio que escolhi, mas quando me apresentei não fui aceita, disseram que não tinham solicitado vaga no provab para enfermeiro, apenas para médicos.

      Excluir
  10. Liana Marla Silva Sampaio7 de março de 2012 19:32

    O MS mandou um email nesta noite, informando algumas coisas... Veja a sua caixa de entrada! Não achei que tenha ficado muito clara a informação, mas pelo que entendi, eles irão dar outra opção de município para aqueles que não conseguiram!

    ResponderExcluir
  11. Não conseguiram o quê?

    Ser selecionado ou ser contratado?

    ResponderExcluir
  12. Liana Marla Silva Sampaio8 de março de 2012 12:20

    Para aqueles que não conseguiram ser contratados!!! Irão remanejar aqueles profissionais cujos municípios não contrataram! Ligue para o 136 e deixe a sua reclamação!

    ResponderExcluir
  13. [...] você tiver queixas do PROVAB saiba como proceder AQUI Gostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso [...]

    ResponderExcluir
  14. Sr. Waldir Cardoso,
    Muito boa essa iniciativa para resolver os problemas da SAÚDE no Brasil. Contudo, não está acontecendo como deveria. Os municípios quando contactados não disponibilizam as vagas, não atendem telefones, não respondem emails, enrolam os selecionados… em fim, o programa é falho e pelo que pode-se deduzir eles nem sabem o porquê de aderir ao programa pois os mesmos não correspondem com a proposta. Continuo a concordar sobre as boas intenções do programa, só não com o decorrer do mesmo! Tem que ver isso aí…
    Aqui estão alguns comentários dos profissionais da saúde, dê uma lida rápida de veja a “acreditação no programa PROVAB”. Obrigado!
    Site: http://www.saudecomdilma.com.br/index.php/2012/02/20/porque-apoiar-o-provab/

    ResponderExcluir
  15. Sr. Waldir Cardoso,
    Muito boa essa iniciativa para resolver os problemas da SAÚDE no Brasil. Contudo, não está acontecendo como deveria. Os municípios quando contactados não disponibilizam as vagas, não atendem telefones, não respondem emails, enrolam os selecionados… em fim, o programa é falho e pelo que pode-se deduzir eles nem sabem o porquê de aderir ao programa pois os mesmos não correspondem com a proposta. Continuo a concordar sobre as boas intenções do programa, só não com o decorrer do mesmo! Tem que ver isso aí…
    Aqui estão alguns comentários dos profissionais da saúde, dê uma lida rápida de veja a “acreditação no programa PROVAB”. Obrigado!
    Site: http://www.saudecomdilma.com.br/index.php/2012/02/20/porque-apoiar-o-provab/

    Como o senhor responderia...?

    ResponderExcluir
  16. Caro Waldir Cardoso, e outros
    Os municipios para escaparem da LRF e poder ofertar salários diferenciados na ESF, terceirizam para OS a contratação de médicos, enfermeiros e dentistas da Estratégia.
    Estes aderiram ao PROVAB, sem ler (se leram, não entenderam) o edital e acharam que haveria financiamento do MS. Até há, mas poucos se interessam por Telesaúde.
    As contratações em OS se dão por indicações (não há obrigatoriedae de concurso).
    Os municipios não necessitam de enfermeiros e dentistas, seus quadros já estão no llimite além da folha de pagamento não poder extrapolar 54%, estes necessitam de médicos, pois os que aceitam trabalhar algumas horas (não as 40) na Estratégia estão em final de carreira (60 anos ou mais).
    Recepcionei um candidato a enfermeiro em meu municipio que se decepcionará, com resposta a sua contratação.
    Isto tenho certeza, irá criar um embrólio juridico para o município e MS.
    O MS através de seus técnicos além de toda a comissão formada para dar vida ao PROVAB, prova que não entende nada da realidade dos municipios.
    Estes não tem recurso financeiro disponíveis para contratação; Não tem técnicos especializados que possam rapidamente apresentar uma alternativa as propostas do MS; Necessitam manter seus currais eleitorais, trazendo para o serviço públicos pessoas que agreguam votos e estamos em ano de eleição municipal; entre outras.
    O PROVAB é uma tremenda "varada n'água" a menos que a portaria seja alterada e o custeio (inclusive dos encargos trabalhistas) sejam feitos pelo MS.
    A excessão é claro fica para o caso do profissional médico, este criou uma reserva de mercado de dar inveja em qualquer outra profissão.

    ResponderExcluir
  17. Acredito que a melhor política seria a criação da Carreira Nacional do SUS. Infelizmente o governo Dilma fica inventado modas. Temos que denunciar estes municípios pilantras. O PROVAB é interessante no papel. Na prática não está funcionando. Denuncie!

    ResponderExcluir
  18. Giovanni,
    Dizer que os médicos criamos reserva de mercado deve ser brincadeira. Nenhuma categoria tem este poder no sistema capitalista. Se vc perceber, o sistema, através do governo está buscando, desesperadamente, ampliar o exercito de reserva de médicos para baixar o valor da remuneração da categoria (revalidação automática de diplomas, abertura de escolas de qualquer jeito, serviço civil obrigatório, PROVAB).
    O pior é que não faltam médicos. Sim. Não faltam médicos. Os médicos estão concentrados nas capitais e aglomerações urbanas e tem multiplos vínculos. Nestes locais ganham mais trabalhando até 12 horas por dia, em média.
    Giovanni, o sistema capitalista é perverso. Os trabalhadores são peças da engrenagem e os médicos não estão isentos. É uma categoria que ainda tem ´pleno emprego. Mas isso vai acabar em breve.
    Os demais trabalhadores da equipe de saúde não compreendem esta lógica política e só percebem que o médicos "está bem". Ilusão.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite,
    Sou médico e fui selecionado pelo PROVAB para trabalhar em uma pequena cidade do PI. Já contactei a secretaria varias vezes e parece-me que não há muito interesse em contratação. Por curiosidade, entrei em contato com colegas que trabalham por lá e outros que já trabalharam; posmo, constatei que os mesmos estão com salários atrasados há dois meses e o pior tem PSF funcionando sem médico. Acho que as prefeituras estão preocupadas com o aumento da fiscalização que o PROVAB pode atrair. Aconselho os colegas médicos que insetivem o PROVAB para acabar com a politicagem na área da saúde. O governo diz que está faltando médico e a verdade vai sair agora com as queixas do PROVAB. Muita prefeitura vai querer depreciar o valor pago pelo PSF ou simplesmente vai desistir do programa. Vamos mostrar para o governo o que a politicagem faz com os trabalhadores da saúde nos interiores do Brasil. Diante disso, vamos perguntar ao governo e mostrar para a sociedade o motivo de abertura de cursos de medicina mal avaliados que não preparam bons profissionais. Está faltando médico mesmo?
    Ou o governo prepara um exército de médicos mal preparados e refens do emprego da politicagem para manter a precarização do sus e os baixos investimentos na saúde? Acordem, a sociedade não é mais a mesma.

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de acrescentar mais algumas linhas ao meu comentário anterior, gostaria de falar aos colegas da área: enfermeiros e odontologos que a culpa pela depreciação de vossos empregos não é nossa(médicos), estamos sendo vitimas da mesma forma que vcs. Os cursos de enfermagem e odontologia se banalizaram pelo pais e não foi criado nem um incentivo para estes profissionais. Agora vcs podem perceber que o governo quer fazer pior com a nossa carreira médica, só que é mais complicado e vcs ajudaram a mostrar isso. Tenho parentes enfermeiros e adontologos e sei que eles só conseguem emprego por meio da politica ou concurso público e ainda ,muitas vazes, com salário muito baixo. Pois , o governo ,por meio do MEC, autorizou a abertura de muitos cursos de enfermagem e agora aconteceu isso tudo; mesmo assim, nada mudou para os utilizadores do SUS nem o ambiente de trabalho melhorou, simplesmente nada mudou; quem trabalha na área pode ainda dizer: piorou...

    ResponderExcluir
  21. Será que o Brasil tem poucas faculdades de medicina? O Brasil tem mais cursos de medicina do que a china e só prede para a India . Brasil 186 cursos x India 272
    Pop Brasileira 200milhões X População Indiana1,2bilhÃO de habitantes.
    Podem conferir essa realidade !

    ResponderExcluir
  22. Lúcidas observações sobre a tática do governo e nossos verdadeiros adversários. Somos todos trabalhadores e estamos no mesmo barco.

    ResponderExcluir
  23. Concordo com vc. Abs.

    ResponderExcluir
  24. Gostaria de acrescentar mais algumas linhas ao meu comentário anterior, gostaria de falar aos colegas da área: enfermeiros e odontologos que a culpa pela depreciação de vossos empregos não é nossa(médicos), estamos sendo vitimas da mesma forma que vcs. Os cursos de enfermagem e odontologia se banalizaram pelo pais e não foi criado nem um incentivo para estes profissionais. Agora vcs podem perceber que o governo quer fazer pior com a nossa carreira médica, só que é mais complicado e vcs ajudaram a mostrar isso. Tenho parentes enfermeiros e adontologos e sei que eles só conseguem emprego por meio da politica ou concurso público e ainda ,muitas vazes, com salário muito baixo. Pois , o governo ,por meio do MEC, autorizou a abertura de muitos cursos de enfermagem e agora aconteceu isso tudo; mesmo assim, nada mudou para os utilizadores do SUS nem o ambiente de trabalho melhorou, simplesmente nada mudou; quem trabalha na área pode ainda dizer: piorou…

    ResponderExcluir
  25. Danielle Cristina Oliveira Gasparini28 de março de 2012 06:41

    Vi no Facebook que alguns selecionados receberam o seguinte e-mail:

    " O Ministério da Saúde buscando uma solução para a situação, que não foi determinada por nós uma vez que os Municípios que solicitaram os profissionais , inclusive firmaram um termo de compromisso com os possíveis contratos, oferecerá uma bolsa para um curso de especialização em serviço, de duração de 12 meses, a princípio no município para o qual o profissional havia sido selecionado. Esse curso será oferecido à distância com supervisão semi presencial, com atividades práticas e de gestão no município. A elaboração desse curso e de todo o projeto está em fase final de construção e os profissionais, num futuro breve, serão convidados à participação. Solicitamos mas alguns dias de paciência e , provavelmente, nessa semana ainda anunciaremos o projeto.
    Att.
    Equipe provab

    Eu nem isso recebi, custo a acreditar que num programa dessa proporção, não tinham um plano B caso os municípios "dessem para trás" com a contratação. Pelo que me parece, esse "curso de especialização em serviço" é o plano B. Quero ver o que vai dar...

    ResponderExcluir
  26. O Curso de Especialização está previsto no Edital. Se não cumprirem temos que denunciar. Precisamos TODOS exigir posicionamento das entidades no acompanhamento do programa. Disto dependerá a avaliação para ver se ele continua ou não em 2013.

    ResponderExcluir
  27. Liana Marla Silva Sampaio28 de março de 2012 15:07

    Não recebi esse email, mas o vendo, fico pensando que, se mandarem os profissionais para os municípios a fim de fazerem essa especialização, ficará complicado nos dirigirmos para outra cidade para passar apenas 12 meses, se não nos oferecerem condições condizentes com esse tipo de deslocamento... Acho que estão acumulando muitos problemas ao mesmo tempo pra eles, sinceramente, penso que ficará inviável para a maioria dos selecionados...

    ResponderExcluir
  28. [...] já famigerado PROVAB foi debatido e constatado que não funcionou, dentre outros motivos porque os governos municipais [...]

    ResponderExcluir
  29. [...] ineficazes: serviço civil obrigatório, abertura indiscriminada de escolas médicas, o natimorto PROVAB e a “joia da coroa”: a revalidação automática de diplomas médicos obtidos no exterior. [...]

    ResponderExcluir
  30. Cada vez acredito menos no PROVAB, no MS, antes da abertura do edital do provab eu ja havia feito uma denuncia contra o mesmo via email endereçada a presidencia da republica que encaminhou a minha solicitacao ao SUS, na ocasião solicitei que o governo fornecesse estrutura de atendimento para duvidas quanto ao programa, pq vejamos impossivel contato com brasilia, email ? Ninguem responde, telefones ninguem atende, agora neste momento fui obrigado a entrar com mandado de segurança contra o PROVAB, porque ao meu ver ninguem reaponde nada sobre o programa, ninguem sabe nada sobre o programa. O propagandismo do provab na televisao é belo! Mas até agora no meu caso ele nao funciona!

    ResponderExcluir
  31. Mesmo não concordando com o programa e seus critérios, os quais não possuem nem um pouco de isonomia, fica claro que diante de alguns resultados de concursos de provas de residência, que sem ele, as chances de ser aprovada na residência fica muito difícil. Não existe o melhor critério para seleção do Provab, todos são absurdos! Primeiro por ser um programa nacional e a grande maioria dos participantes são brasileiros e os que não são revalidaram os seus títulos por aqui. Como podemos contemplar os participantes diante de suas origens ou locais aonde se formaram? Não estamos todos no Brasil? E quem foi embora do seu estado em procura de oportunidades para uma vida melhor? Quem casou e foi embora? Quem somente tem uma inscrição do CRM, caracterizando que sua vida esta no tal estado, onde optou pelos municípios ofertado pelo tal programa, esse não terá uma oportunidade digna?
    Sem contar no segundo critério, que diz que será escolhido o candito que fez a sua inscrição primeiro, por dia e hora. Não sei se vocês, que estão acompanhando o tal programa, lembram-se que foi divulgado a data da abertura para inscrição e que o sistema foi aberto antes da mesma.
    Gostaria de explicações sobre a escolha dos candidatos e os municípios selecionados, pois conforme consta no sistema, aqui no Ceará, Aracoiaba era o meu segundo perfil escolhido e agora nesta segunda fase consta que ainda possui vagas e eu não fui selecionada nem na minha quinta escolha que era Itapipoca? Como pode? Sem contar que com a minha classificação (1409) entro inclusive em Fortaleza, município não escolhido simplesmente pela discriminação regional, flagrada no edital. Isso é falta de respeito e sem contar no preconceito. Estou tentando contato com o Ministério de saúde, no telefone 136 e não estou obtendo sucesso, assim como milhares de "participantes" injustiçados com esse programa. Gostaria de ter os meus dados disponíveis no sistema, ou que me enviassem o mesmo, assim como as minhas escolhas desde a primeira seleção.
    Aguardo retorno desde os outros e-mails anteriores.


    “TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI, SEM DISTINÇÃO DE QUALQUER NATUREZA”

    Luana Sales
    Médica CRM 13.952
    Enviado via iPhone

    ResponderExcluir
  32. Interiorizar? Só se for aí na Bahia, pois aqui no Ceará, são pouquíssimas vagas para o interior, enquanto na grande capital abrem 12 a 143 vagas o sertão e zonas rurais tem 2-3 ou 4! Isso é interiorizar?

    ResponderExcluir
  33. “Temos 3 PSF fantasma na cidade de São Tiago!”
    “O povo não aceita mais certas picuinhas”
    A prefeitura de São Tiago vem recebendo recursos do MS para manter 3 PSF, mas como 3 PSF funcionam sem médicos, onde a secretaria de saúde esta colocando este dinheiro que vem recebendo há três meses? Isso mesmo são três meses que estamos sem médico no programa de saúde da família.
    Isso é um momento histórico no nosso município onde o senhor prefeito entrou e 3 médicos pedem conta dos seus cargos por não estarem de acordo com condições salariais, por melhores condições de emprego!
    O PROVAB (programa do governo) que foi lançado para estimular a formação do médico para a real necessidade da população brasileira e levar esse profissional para localidades com maior carência para este serviço. Com esse objetivo, o Ministério da Saúde lançou, em dezembro de 2012, o edital de abertura da segunda edição do Programa de Valorização dos Profissionais na Atenção Básica – Provab. Nos meses de Janeiro e Fevereiro deste ano municípios e médicos aderiram ao Programa e em março os médicos iniciaram as atividades práticas nas Unidades Básicas de Saúde.
    O médico que participa do Provab em 2013 tem a obrigatoriedade de realizar curso de pós-graduação prático-teórico em saúde da família, com 12 meses de duração. O profissional recebe bolsa federal no valor de R$ 8 mil mensais e tem suas atividades supervisionadas por uma instituição de ensino. Para os médicos bem avaliados, o Provab 2 mantém a bonificação de 10% nos exames de residência médica, seguindo a resolução nº 03/2011 da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).
    Que mandou 3 recem formados pro município e agora estão tirando estes médicos dos postos de saúde pra fazer plantão no hospital, ou seja, não há atendimento nos postos de saúde e o médico fica sem fazer nada no hospital esperando urgência e emergência, porque lá eles não atendem consultas de rotina. Mais uma vez o governo esta pagando para 3 médicos eles não estão cumprindo a carga horária do posto de saúde e estão ganhando o dinheiro dos plantões no hospital.

    E agora?
    -PSF SEM MÉDICO E PREFEITURA RECEBENDO O DINHEIRO PRA ONDE ESSTARA INDO ESTE VALOR? PODE?
    -MÉDICOS DO PROVAB QUE DEVERIAM ATENDER NOS POSTOS DE SAÚDE ESTÃO SENDO ENCAMINHADOS PARA SUPRIR O PLANTÃO DO HOSPITAL QUE NÃO TEM MÉDICO E RECEBEM A VERBA DO GOVERNO E RECEBEM OS PLANTÕES. PODE?
    - O GESTOR DE SAÚDE VAI CONTINUAR ATÉ QUANDO FAZENDO ISSO COM OS NOSSOS RECURSOS????

    ResponderExcluir
  34. MEU NOME É LARISSA AZEVEDO. SOU MÉDICA FORMADA EM ARACAJU/SE. ESTOU EXTREMAMENTE INDIGNADA COM ESSE SISTEMA PROVAB E COM A FALTA DE RESPEITO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE NÃO SÓ COM OS PROFISSIONAIS MÉDICOS COMO COM A POPULAÇÃO BRASILEIRA. FALTA DE MÉDICOS????? ONDE????? CXOMO PODEM DIZER QUE HÁ FALTA DE MÉDICOS SE O SISTEMA DE VOCÊS É FALHO. SÓ ME DERAM OPÇÃO DE ESCOLHA EM ÁREA INDÍGENA E EM OUTROS ESTADOS. RECLAMEI PELO 136 E TAMBE´M AQUI NO "FALE CONOSCO" E ATÉ HOJE SEM RESPOSTA. 2ª CHAMADA, QUE SEGUNDA CHAMADA???????? ACESSEI AGORA O SISTEMA E ELE SIMPLESMENTE NÃO ABRE QUALQUER OPÇÃO PRA MIM E NEM SELECIONADA NA ÁREA INDÍGENA QUE ESCOLHI EU FUI... INDIGNADA É POUCO. É UM PAÍS DE FAZ DE CONTA, DA COPA DO MUNDO, NÃO DO POVO, NÃO DA SAÚDE, NÃO DA SERIEDADE E RESPEITO... VERDADEIRA FALÁCIA DO SISTEMA... DESRESPEITO TOTAL... SEM PALAVRAS......ISSO PRECISA SER DENUNCIADO....

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps