quarta-feira, 30 de maio de 2012

Depoimento de uma estudante de medicina na Bolívia

O Conselho de Medicina do Paraná recebeu, no final do mês de abril, um relato de uma estudante que deseja cursar Medicina e resolveu arriscar fora do país. A carta abaixo retrata na prática o porquê da preocupação das entidades médicas com as tentativas de implantação da revalidação automática de diplomas no Brasil. Confira na íntegra o texto, que retrata a opinião da estudante Claudia da Silva* e da qual compartilham Conselhos de Medicina do Brasil e muitos outros brasileiros atraídos pela promessa de formação de qualidade:

"Venho por intermédio desta carta, expor minhas opiniões com relação ao curso de medicina ofertado pela Universidade de Aquino da Bolívia – UDABOL em Santa Cruz de La Sierra, cito esta em específico devido à proximidade que tive. Desejo corroborar com a discussão acerca do tema.
Sou formada em Serviço Social, pós-graduada em Gestão Estratégica de Pessoas e participante do mesmo sonho que minha irmã, em nos tornarmos médicas. E foi em razão deste sonho que a saga rumo a Bolívia começou.
Nós (eu e minha irmã) fomos atraídas por diversos enunciados que afirmavam: “o ensino é ótimo, a cidade é maravilhosa para os brasileiros, o custo de vida é baixo, etc.” Tais afirmações ouvíamos, não só pelas universidades de Santa Cruz, mas também pelos brasileiros que lá estão, e este último é que nos causou preocupação e até um pouco de indignação.
Chegamos em Santa Cruz no dia 01 de março de 2012, fomos direto para a UDABOL, lá precisávamos realizar a matrícula e entregar a documentação, pois, segundo o site da universidade, as aulas começariam no dia 05. Ao iniciarmos o processo já começamos a perceber as circunstancias que teríamos de enfrentar, já cobraram de nós 330 dólares (cada) para darem entrada no pedido de visto, como sabíamos que poderíamos realizar sozinhas dissemos “não”, no entanto nos “obrigaram” afirmando que seria impossível realizar nossa matrícula e que assim perderíamos as aulas, sendo assim, aceitamos e pagamos!
Dia 05 chegou, estávamos ansiosas para termos nossa primeira aula de medicina, fomos para a faculdade e ficamos esperando em frente a sala enunciada por horas sem que ninguém aparecesse, na terça se repetiu, assim como nos 6 dias seguintes. Nesta primeira semana fomos reclamar no setor de marketing a respeito da carga horaria e das distribuições das aulas. Pois no site e no currículo (grade do curso) era exposto que teríamos aulas em período integral de segunda a sábado, quando recebemos nossos horários, percebemos que teríamos praticamente 1 aula por dia, quando não 2 aulas por dia, sendo cada aula com duração e no máximo 1h30. Pois bem, disseram que era assim mesmo.
As primeiras aulas foram horríveis, os professores atrasavam demais e ministravam aulas com pouquíssimos conteúdos e com pouco tempo de duração. Chegando a retrucarem, com estudantes que questionavam os atrasos, a seguinte frase: “Vocês são alunos, são obrigados a esperarem”. Como já cursei um curso de graduação pude comparar, e com isso cheguei a ficar com pena da minha irmã, a qual sonhara com o curso e estava ali, assustada e pensativa.
A maioria dos professores vendendo livros copiados ou compilados de alguns livros e em troca forneciam pontos. Achamos uma afronta!
Logo na terceira semana iniciou as aulas práticas de anatomia, vimos um corpo e diversos estudantes tirando fotos de forma grosseira, dando risadas, fazendo gestos, sendo que estas fotos foram tiradas na presença de professores e mais tarde postadas na internet como troféu. Ética e respeito não são trabalhados em sala e nem mesmo em casa por esses alunos. Só para enfatizar, somente nesta faculdade há 6 mil estudantes de medicina neste ano de 2012.
Cada dia era um dia de frustação e preocupação, e quando iriamos dividir essas angustias com alguns brasileiros que ali estavam, tínhamos a impressão de que para eles era normal e até bom. Muitos ficavam felizes quando não tinha aula ou quando o professor é “gente boa”, aquele que não se preocupa tanto e que não reprova. Percebemos a falta de conhecimento de grande parte dos brasileiros estudantes, muitos têm pouca habilidade com a própria língua nativa e com as matérias do ensino médio (as primeiras aulas do curso de medicina foram de coisas simples como “mitose e meiose”, no entanto, não sei se os cursos no Brasil também iniciam-se assim.)
Nós que éramos alunos iniciantes já tínhamos projetos de extensão às comunidades, aferir pressão e aplicar injeções (até mesmo em crianças). Contudo, não chegamos a realizar tais tarefas devido ao retorno para o Brasil e por acharmos que não tínhamos preparo e competência para tanto.
Bem, são vários outros detalhes, no entanto, sem me estender quero dizer que eu e minha irmã voltamos para o Brasil dia 31 de março (um mês depois) com um medo terrível e com uma indagação: “Será que os estudantes saem preparados para exercerem medicina?”.
No entanto, podem estar perguntando o que nos motivou a sair do Brasil para estudar medicina. Todos sabem que o curso de medicina ainda é elitizado, e por essa razão o acesso a ele é difícil e caro, nós que somos de família em vulnerabilidade social temos pouquíssimas chances, porem resolvemos arriscar a essa chance e retornamos, iremos iniciar os estudos e tentarmos aqui, um outro porem é o fies, ele não seria problema se não exigisse um fiador que ganhe no mínimo duas vezes o valor do curso. Reflita! Família pobre tem familiares ou amigos que ganhe uns R$ 6.000? Difícil né!
Concluo dizendo que concordo com o processo de revalidação e que o Brasil realmente tem que fiscalizar, pois são vidas que estão em jogo."

Atenciosamente
Claudia da Silva*

*Nome fictício


Fonte: CRM-PR

337 comentários:

  1. Por isso mesmo que o REVALIDA é uma necessidade, da qual não podemos abrir mão.

    ResponderExcluir
  2. José Luiz Mestrinho31 de maio de 2012 19:17

    O relato da "Claudia" é o exemplo cabal, sem meias palavras, do que os brasileiros, que se aventuram nos países latinos americanos, encontram na busca desesperada por diploma médico. Na Bolívia os políticos falam que a maior indústria do país, depois da cocaína, são as fábricas das escolas de medicina para brasileiros. Estima-se mais de 20 mil estudantes pagando caro pelo "diploma". E o governo brasileiro, ao arrepio da boa prática médica, quer a convalidação automática de bolivarianos, cubanos e outros tantos aventureiros "atendendo" o povo brasileiro. Repito: é a medicina barata para a pobre saúde pública do nosso país...

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o Governo faz uma propaganda tão grande contra os médicos, que a população em geral acha que o REVALIDA é um impecílio para a melhora da saúde publica no Brasil. Apesar de o curso de medicina ainda ser um pouco elitizado no Brasil, devo dizer que isto está melhorando, pois eu também sou de família " em vulnerabilidade social" e estou cursando Medicina aqui no Brasil (graças a Deus).

    ResponderExcluir
  4. E a presidente Dilma e os politicos do MEC acham que vão resolver a falta de médicos validando os diplomas dos dessas faculdades.Pode????

    ResponderExcluir
  5. JOÃO CARRERA BAHIA3 de junho de 2012 13:45

    É UM PARADOXO PARA A BANALIZAÇÃO DA MEDICINA, POIS SE ACHA(digo a (Dilma e alguns políticos) QUE COM CURSOS COM CARGA HORÁRIA DUVIDOSA DE ATÉ 2500h ( NO BRASIL ACARGA NÃO É MENOR QUE 7.200H) agora vai a questão por que o LULA E O CAHVES NÃO FORAM PARA BOLÍVIA SE TRATAR

    ResponderExcluir
  6. Talvez vc não conheça a maioria das faculdades de Medicina no Brasil, conheço algumas na Bolivia, que estão sim preparadas para colocarem profissionais competentes no mercado.....Isso que fazem é o medo do aumento de profissionais no País acabando com um certo monopólio na profissão.....então primeiro conheça as universidades latino americanas para depois criticá-las, No Brasil as próprias universidades não veem com bons olhos, pois está tirando do seu rendimento....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu concordo plenamente,,,e estou pensando,,em ir pra bolivia estudar,,tb

      Excluir
    2. Sinceramente, aqui na Bolívia existem boas Universidades... Mas o texto dessa moça sobre a UDABOL é verdade. O pior é que o descaso da UDABOL com os alunos é gritante. E se você quiser mudar de universidade eles não liberam os documentos para transferência, o motivo é simples: Vc é parte do lucro deles, se quiser sair que comece do zero. E alguns alunos por não ter condição financeira tem que engolir esse desaforo. Conselho pessoal. Pesquise, pergunte à pessoas que realmente levam a serio o estudo na Bolívia sobre as universidades, compare a grade curricular da UDABOL com a UniFranz ou com a UCEBOL, faltam matérias com por exemplo Ética, não estude na UDABOL, porque ali o que mais falta é algo chamado excelência, ano que vem estou transferindo para outra universidade, porque não quero só um diploma, quero conhecimento também.

      Excluir
  7. deve estar com medo da invasão de novos profissionais por aí, deve ser um Dr. que não se garante com medo de concorrencia.....chega do monopolio

    ResponderExcluir
  8. Chega desse monopólio no Brasil tanto de universidades (muitas mal preparadas) e de médicos formados com medo de terem seu ganho diminuido, agora uma pergunta nas universidades brasileiras quantos corpos são colocados a disposição para estudo.....estudo mesmo não para serem vistos somente....e sim abri-los e estudá los por completo, isso já no 1. semestre.....na bolivia vc tem acesso (Ucebol)

    ResponderExcluir
  9. Ana Paula Martins Armelin18 de julho de 2012 19:37

    Sou estudante de medicina,na UDABOL,em Santa Cruz de La Sierra,lamento este depoimento medíocre desta brasileira,pois,a minha opinião é totalmente contrária ,a universidade possue carga horária de 11.000horas durante o curso todo,e estudamos muito,muito mesmo,cerca de 12 a 13horas diárias ,pois o nível de exigência é muito alto.Estudamos em livros de medicina consagrados no mundo todo,e nossos docêntes são altamente qualificados e preparados para ministrar as disciplinas.Por mim a questão da realização da prova de revalidação não me amendronta em nada,pois sei que quando me formar aqui estarei preparada para enfrentar a prova,assim como para exercer minha profissão.Gostaria também que o governo Brasileiro instituisse uma prova de competência para os recêm formados no Brasil,pois o que escuta-se na mídia, é que milhares de médicos recêm saídos das universidades Brasileiras não possuem conhecimentos básicos de medicina pra exercer a profissão.
    Este dado inclusive, foi veiculado em uma edição do Jornal Nacional no ano de 2011.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estás certa Ana Paula. Na Bolívia tem 3 faculdades de medicina que são melhores que a metade das do Brasil. Tem a UDABOL de Sta. Cruz (11.000 horas), Tem a UPAL de Cochabamba (11.500 horas) e a Univale de Cochabamba (11.500 horas). O fato de certas pessoas no Brasil estarem a menosprezar o esforço que fazes para encarar um curso de medicina de 11.000 horas é que aqui no Brasil o curso é mais fraco (7.500 horas em média) e tem poucas faculdades que oferecem o curso. Quero dizer: quando a mercadoria é pouca, o preço é alto. Por isso, filho de trabalhador está proibido de cursar medicina no Brasil.

      Excluir
    2. Gilberto parabéns pelo teu sábio comentário,

      Excluir
    3. Concordo com a Ana Paula, há faculdades de medicina na Bolívia que são de excelente qualidade, muitas no Brasil, não chegam nem perto. Um exemplo fácil é a Univalle na Bolívia, lá o ensino é de excelente qualidade e os docentes são preparadíssimos"! Afirmo isso porque meu filho estuda nessa faculdade e acompanho tudo e vejo que é muito bom o ensino lá. É bem verdade que existe aqueles acadêmicos que não tem compromisso e ficam dispersos e só de festas e nada aproveitam do curso. Mas tem aqueles que se preocupam com o profissional que vai sair. E isso é relativo até mesmo aqui no Brasil se vê esse tipo nas faculdades mais conceituadas como USP e outras.Penso que o Brasil não só deveria usar o revalida para quem estuda fora do país, mas também para quem cursa medicina aqui no Brasil. Esse Revalida deveria ser nacional e para todos os cursos de medicina, a exemplo da OAB, passasse apenas quem realmente tem o devido conhecimento e está preparado para exercer a profissão e não só para quem cursa no exterior. Afirmo isso porque alguns cursos de medicina do Brasil deixam muito a desejar e isso é verdade por que sempre nos deparamos com maus profissionais nos hospitais e postos de saúde por esse Brasil a fora.

      Excluir
    4. Porque entao nao fazem esses exames para universidades do Brasil tambem

      Excluir
  10. Voce faz faculdade na bolivia se fizer pode me adicionar no msn para trocarmos ideias valeeu ! michael__duff@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. querida angelica tenho uma filha que faz medicina na bolivia esta no 5 semestre suas notas sao otimas,mas como mae gostaria que minha filha estudasse aqui no brasil mas infelismente so posso pagar medicina la,gostaria de em vez de mandar dinheiro para a bolivia ele ficasse aqui mais a realidade...aqui e muito caro eta brasil........

    ResponderExcluir
  12. moro em rondonia e aqui os melhores medicos que temos sao bolivianos
    entao os estudos na bolivia nao podem ser tao ruins isso so e preconceito.

    ResponderExcluir
  13. moro em rondonia e os melhores medicos que temos aqui sao bolivianos entao os estudos na bolivia nao podem ser tao ruins que nem falam.digo mais os maiores descasos da medicina e negligencia no brasil sao de medicos aqui do brasil.....

    ResponderExcluir
  14. Meu nome é Kariny moro em cáceres Mato-grosso em 2013 irei com eçar a fazer faculdade de medicina na ucebol em santa cruz- Bolivia tenhos muitos amigos que ja estudam lá e acho que esse depoimento não tem nada haver com as faculdade a ucebol e a udabol são muito boas por sinal.
    oque faz um bom proficional não é o tipo da faculdade e sim o interesse do aluno.
    Meu email é kakazinha18gata@hotmail.com quem quiser trocar ideias é só adc.

    ResponderExcluir
  15. acho dificil de acreditar que isso aconteceu com essas duas irmãs pois váreas pessoas têm passado opniões que contradizem suas afirmativas... acredito que na verdade so foram la para denegrir ... ou ainda pior, nem foram lá coisa nenhuma.
    acho (eu disse ACHO) q é um depoimento encomendado pela AMEDRONTADA elite medica brasileira que no fundo tem medo da concorrência (ESTA É A MINHA OPINIÃO).

    ResponderExcluir
  16. Apolo, sempre vai pairar esta dúvida. Até onde vai a preocupação com a qualidade da medicina e onde começa a defesa corporativa. A resposta é o REVALIDA. Processo democrático, nacional e coordenado pelo governo através do MEC. Já estamos defendendo dois REVALIDA por ano.

    ResponderExcluir
  17. Niltomar Cardoso Vieria17 de outubro de 2012 05:58

    Lamento muito ouvir este depoimentos sobre a Qualidade da Universidade.Morei na cidade de Cochabamba e fiz faculdade de Psicologia na Estatal de lá,ótimos docentes e uma das melhores faculdades de Latino América como é a Universdade Mayor de Sán Simón.Onde, a mesma possui um sistema de seleção parecido ao vestibular do processo de ingresso das Universidades daqui.Pude constatar algo que me preocupou muito na época de universitário e escuto os mesmos comentários até hoje,sobre a qualidade do ensino de lá.Quando fazia faculdade pude ver muitos estudantes brasileiros,esbanjando dinheiro e sobre tudo sem noção do que era estudar,apenas levando uma vida boa nem comparecendo as aulas e nem sequer sabendo dos nomes dos livros do semestre.Essa é a pura realidade.Conheço muitos amigos formados em medicina na Bolívia,trabalhando de forma competente no Brasil.Porém a maioria destes profissionais lembro muito bem,quando estudantes universitários,estudavam muito e não ficavam de turistas no pais,pois,o objetivo da viagem pra Bolívia era estudar e não um tour de luxo pelo pais.Aqui não é um paraíso para aqueles que não tem condições de pagar seus estudos e pior um cursinho,pelo menos sonhar em fazer medicina.

    Qualidade?, aqui? .... vc não vê as noticias nos jornais sobre os erros grosseiros do exercicio da medicina por profissionais formados aqui no Brasil e sem contar que alguns médicos trabalham sem olhar a cara do paciente e marcando a hora da consulta.

    Acredito que quêm quer estudar procura as suas oportunidades,isso falo por experiencia propia,pois eu não tinha nem 10% que muitos tinham aqui,tive,assim como muitos,que sobreviver,mas conseguimos,e isso só se consegui lutando,procurando um sonho que meu país insiste em negar.

    ResponderExcluir
  18. Meus parabens ANA voce esta coberta de razão, não sou estudante de medicina, mais ha brasileiros com medo de enfrentar dificuldades, porque mesmo sendo de familia mais humildes, não tem que desistir no primeiro obstáculo, afinal nem todos estão prontos para serem VENCENDORES.

    ResponderExcluir
  19. Gilberto Rodrigues da Silva3 de novembro de 2012 20:17

    É lamentável o depoimento destes dois irmãos,basta eles olharem para os médicos formados no Brasil, muitos deles cometendo erros médicos, e isso não sou eu que estou dizendo, é visto sempre nos telejornais.
    Sou um simples funcinario dos Correios, tenho dois filhos estudando na Bolivia e vejo o sofrimento deles, as dificuldades que passam e que eu tambem passo para mantelos. O interesse vai de cada um, quem quer ter uma boa formação tem mais é que estudar, esses dois antes de fazer esses comentarios deveriam ir em outras faculdades e ver o dia dia de quem realmente quer ter sucesso na vida, devemos separar o joio do trigo
    - Que Deus proteja e abençoe todos os brasileiros que estão na Bolivia - um viva aos estudantes de medicina e outros cursos que realmente querem estudar Gilberto Rodrigues da Silva - 02/11/2012

    ResponderExcluir
  20. Nem vc, que de VENCEDOR não tem nada. Faltou a aula de português tio???

    ResponderExcluir
  21. Rafael Hilario Muitas partes deste texto condiz com a realidade!!!As vezes vim com muita sede ao pote, pode te prejudicar!!!Ej:qria cursar medicina na Umss(Universidad Mayor San Simon), fui competente para ser aprovado, porém na hora de fazer minha matrícula, o propio vice-Heitor me pediu propina, isso foi muito chato, perdi um semestre em Cochabamba.Mas não desisti, hj sigo estudando terminando meu primeiro ano, realizando meu sonho!!!!SATISFEITO, SEMPRE LEMBRANDO QUE LIDAMOS COM OUTRA CULTURA, HIIII TODO ENSINO, PARTE DO ALUNO !!!!

    ResponderExcluir
  22. Tenho certezaa quase absoluta de que esse depoimento foi encomendado, quem me garante que essas duas irmas realmente existem??? Bem a cara do jeitinho brasileiro de resolver suas coisas da forma mais facil, ou melhor, denegrindo imagens de coisas e pessoas de um lugar que se quer pisaram!! Já prestaram atençao na coincidencia de que estes comentarios maldosos sempre vem de estudantes de medicina no Brasil ou alguem ligado a eles e médicos sem confiança em si mesmo com medo de perder seu espaço, engraçado né??? Gente, vcs deveriam colocar a mao na conciencia e pensar que algum dia um parente de vcs pode estar precisando de um medico e nao ter, ou pior, ate ter, e vc levar seu parente pra fazer um procedimento simples e rotineiro e os tao maravilhosos e caros "medicos brasileiros" voltar e só olhar na sua cara pra dizer que seu parente morreu, assim como fizeram com a minha mae num hospital renomado e caro da capital do meu estado, e que ainda por cima tiveram a cara de pau de omitir a causa da morte pra nao dar margem pra um processo, afinal pra eles ela nao era ninguem, só mais um numero na grande estatistica dos erros medicos! Quando vcs que amam criticar sem conhecer souberem o que se sente perder uma mae dessa forma, eu ouvirei com todo o meu respeito a opniao de uma pessoa realmente com respaldo!!

    ResponderExcluir
  23. Por que a pessoa que fez esse comentário sobre a faculdade não colocou seu nome e CPF para provar que existe? Por que usar um nome fictício, já que voltaram para o Brasil? Muito suspeito, no mínimo!

    ResponderExcluir
  24. oi tbm algumas coisas q vc citou acontece ,agora n generalize todas as universidades da bolivia ,aqui tem instituições de respeito sim, sou graduado em enfermagem á mais de 8 anos ,sou mestre,e uma coisa eu posso fala p vc ,medicina é igual aqui no brasil ou em qualquer lugar ,os livros são os mesmos ,os autores.AGORA se vc quer ser um exelente profissional isso depende de vc e n de instituição ,e outra eu n sou a favor de revalidação de diploma sem os meios corretos que é fazer uma prova prãtica e outra téorica

    ResponderExcluir
  25. querida antes de vc falar isso tudo,vc deveria ter indo em outras faculdades,por a faculdade que eu e meu esposo estuda temos aula sim aparti do dia que inicia as aulas,e os professores nao sao como esses ai nao,espero que vc realize os seus sonhos, mas nao critique quem ta aqui pra realizar os seus sonhos.

    ResponderExcluir
  26. Nossa, nunca li tanta barbaridade na minha vida... Existem médicos ruins no Brasil também, e universidades ruins também, só na minha família tenho 8 erros médicos, e todos os médicos eram brasileiros e que estudaram no brasil, a capacidade vai de cada um, do esforço de cada um... Existem alunos idiotas em toda parte! Achei ridículo... Estudo na Bolívia e com muito orgulho, e estou segura que sairei muito bem preparada daqui...

    ResponderExcluir
  27. Tipo de profissional hipocrita e que se mostra sem qualidade, além de mostrar medo de ter pessoas que estudam na Bolivia melhor que ele!!!! muito triste isso, a prova é tanta que os medicos do Brasil estao descapacitados é que eu tenho um primo na minha familia que a mãe levou em medicos de todo Brasil e nenhum descobriu o que ele tinha, quando o mesmo foi pra Bolivia os medicos de lá descobriram que ele é ciliaco... o que quer dizer que o Brasil falta muito pra ser bom e criticar alguém que estuda em outros países da america latina!

    ResponderExcluir
  28. Ana, Simplismente Arrazou, falou tudo!!!

    ResponderExcluir
  29. Detalhe: a maioria dos medicos negligentes são de faculdades federais!

    ResponderExcluir
  30. a Brasileira achou q iaa ser facil è???? se vc desistiu keridaa è porq medicina nao è pra qualuqer um nao...temos q ter o don...vc è mais uma fracassada q dexistiu em meios tantos problemas...mais uma fracassadaa q acha q tudo na vida vem de mao beijada...keridaaa se keremos vencer temos q ir a luta e enfrentar a realidade de frente...e nao dar as costas como vc deu!!! oke è 1 mes??? pra conhecer e se adptar nakilo q vc ker ser??? conheço exelentes medicos bolivianos e brasileiros formado na Bolivia...assim como conheço medicos ruim tabmm,...como no Brasil tem exelentes e pessimos medicos..
    .

    ResponderExcluir
  31. Só tenho uma palavra para esse texto( carta) RIDÍCULO! vejo isso toda hora, pessoas tentando acabar com ensino no exterior ( America latina ) como se o ensino do Brasil fosse o melhor do mundo! hipocrisia do car***** . Sim sou a favor da prova de revalidação afinal sei bem como são as coisas e sei que existem universidades falcatrueiras, assim como no brasil também existe, porem toda vez tenho que me deparar com textos como este que insultam o ensino fora do Brasil, com informações falsas e inescrupulosas. lamentável

    ResponderExcluir
  32. Concordo , da mesma forma que na Bolivia existe faculdades ruins , no Brasil tambem existe .. Porem nao sao todas assim , para fazer um comentario ou um anuncio deveria conhecer primeiro a Bolibia inteira , todas as faculdades para depois julgar de tal maneira todos os brasileiros que cursam o curso te Medicina . No meu ponto de vista muitos brasileiros tem um sonho , e vieram aqui para realiza-lo e nao para se aventurar , estao longe de seus familiares , correndo riscos e tudo mas . Queria ver era dar essa prova de Convalidacao para os estudantes de medicina ai do Brasil , para ver o nivel de aprovados ;]

    ResponderExcluir
  33. Porem a faculdades boas na bolivia sim , com ensino adequado , fora que quem faz a Faculdade e o Aluno
    .

    ResponderExcluir
  34. O que faz um bom Professional não é o tipo da faculdade e sim o interesse do aluno.

    ResponderExcluir
  35. "A instituição de ensino é o reflexo de seus alunos" ... já que não tenho cão, caço com um gato... simples! ... texto tendencioso, relatando as mazelas de uma faculdade... TODAS tem as suas, todas!... que a tal "Claudia" volte ao Brasil e pague 4 mil por mês ... (isso deve ser justo e normal para ela) ... aos meus colegas de facu, que realmente estudam, vejo vc,s com nosso CRM na mão. Afinal, para o bom profissional, dedicado inclusive como aluno, SEMPRE caberá espaço no mercado de trabalho..! Acho realmente engraçado esses textos falando do ensino na Bolívia.... Assim como a Cris Gomes convida um aluno de SC, tbm convidaria um do Brasil.... e "ouse" ter minha média.... aqui em CBBA... com o espanhol, outro país, longe de amigos e família, preocupação com o câmbio, estresse com o Pinto (né..?), entre outros.... Fácil fazer um curso onde vc chega de carro do pai, em casa tem comida na mesa, "livros" comprados a peso de ouro, festa dos calouros e demais mimos.... que venha qualquer prova, qualquer "revalida", qualquer avaliação.... Porquê, queridos alunos do Brasil, depois de anfrentar um "trufi" na "carretera" lotado logo pela manhã, fazer provas práticas orais de 10 segundo, avaliações escritas de 15 minutos, passar por microbiologia em CBBA, .... REVALIDA será fichinha .... Ignoro todo e qualquer texto de alunos que vieram e desistiram... fica que quer, continua quem pode! Simples, simples...

    ResponderExcluir
  36. Sou estudante de medicina da Universidad de Aquino (UDABOL) filial Cochabamba, aliás, era, já que estou prestando o serviço social. Estou 100% de acordo com o exame de convalidação, existem meios para "escapar" de dito exame, mas prefiro por meus conhecimentos à prova do que terminar uma carreira tão séria e ingressar ao meio profissional sem ter a certeza que estou capacitado. Universidades do Brasil, colocaram exames em final de carreira e os resultados também são assustadores, o que me leva a pensar que TODOS estudantes de medicina deveriam submeter-se a um exame de graduação, como fazemos aqui, por exemplo, antes de termos nosso diploma/certificado de conclusão de curso (pelo menos as universidades particulares). Santa Cruz de la Sierra é um ninho de facilidades, e escape para estudantes que não conseguem aprovar em Cochabamba ou La Paz, onde a qualidade de ensino não se compara ao restante do país, lembrando que como em qualquer país, existem lugares e lugares, universidades e universidades, não existe brasileiro que estudou na Bolívia, além do mais, seria muito retardo da minha parte pensar que faculdade é pré-escolar onde alguém vai pegar na mãozinha de cada estudante e dizer o que tem que fazer; para exemplificar, se levo a disciplina de medicina interna e meu docente tivesse que me dar todo o conteúdo levariam meus 6 anos, já que o livro de dita disciplina possui mais de 13000 páginas, para aclarar, medicina é tempo integral, se você não está dentro da universidade ou em aulas, teu tempo para auto-formação é insuficiente, se você quer ser médico e não simplesmente ter teu diploma, saberá que não necessita estar 24 h e de segunda a sábado dentro do pátio da universidade para ter que estudar, é integral no sentido literal. Que a maioria está aqui por comodidade, começando com a inexistência de vestibular, isso é certo, o resultado final se conhece nos exames de convalidação onde a GRANDE maioria reprova, o que me parece excelente. Aqui sim, medicina se baseia em prevenção primária, não extrema como Cuba, mas não é aqui, é um todo que começa com o princípio e definição da palavra SAÚDE, que mtos desconhece, mas dizer que vc é obrigado a fazer injetáveis em crianças é absurdo, já que tuas atividades SEMPRE são supervisadas, e isso até final de carreira, já que no regulamento do internato (6º. ano) tem um parágrafo PROIBINDO ações sem supervisão de um profissional médico. Que existem facilidades inclusive de comprar-se diplomas de medicina em algumas universidades é correto, generalizar estudantes de medicina e Bolívia é o grande absurdo. Falem o que quiserem, particularmente trabalhei em saúde no Brasil e terminei o curso de medicina na Bolívia, conheço bem os 2 lados, medicina aqui é mto mais humana, qualidade de ensino, se vc escolher boas universidade, que exigem, que cobram, começa superando o ensino no Brasil pela carga horária e vai até na possibilidade das práticas, e isso digo sem medo de errar, porque conheço um médico, docente da Universidade Federal de Goiás que está de pleno acordo comigo, então acho que posso falar com tranquilidade. Qto ao que vc vai acreditar, sugiro que busque as FONTES de informação e não se deixe levar por qualquer ASNEIRA que se lê ou escuta por aí. Na minha parede, a meados do ano seguinte vc lerá um certificado emitido por uma universidade federal do Brasil, com a certeza que tenho méritos para ser médico, não terminei minha carreira simplesmente e fui atender pacientes, aliás, diga-se de passagem, pacientes aqui sob SUPERVISÃO você começa atender no 3º. ano, ou seja, terá 3 anos para praticar antes de alçar teu vôo solo.
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  37. Acho interessante essa doidinha aí vir escrever uma carta afirmando que o ensino na Bolívia é assim ou assado por ter passado uma frustração em uma universidade 'X' e querer dizer (generalizando) que o ensino é péssimo, não temos preparação ou algo parecido!

    Como, mesmo, é afirmado ela já é formada em nível superior e já deveria possuir um senso crítico e um elevado nível de raciocínio (não sendo o que pareceu).

    Ela deveria se informar, melhor, das boas entidades de ensino que existem aqui na Bolívia, que prezam pelo bom ensino e aprendizado de seus alunos, e não sair aí falando baboseiras generalizando que o ensino é precário e que não preparam devidamente os futuros médicos...

    Da mesma forma que existem faculdades e universidades que vendem diplomas, professores que vendem provas e etc, existem as que possuem excelentes grau de ensino (só pesquisar na internet e ver que existem universidades com muito mais tradição e respeito que muita universidade existente no brasil)!

    Faço medicina em Cochabamba e vejo que o ensino é bastante rigoroso na Universidade que frequento e vejo que eles prezam pelo bom ensino e pela qualidade da formação de seus futuros profissionais na área da saúde!!

    Portanto, Senhorita Claudia da silva (mesmo que seja nome fictício), vá à merda por achar que eu serei um profissional incompetente por se referir que os estudantes de medicina na Bolívia não possuem a devida preparação para o campo de trabalho, e antes de vir falar alguma coisa, procure se informar com antecedência para não ir na conversa dos outros e acabar sendo uma 'vaquinha' de vacaria!!!

    ResponderExcluir
  38. Sim, Mauro. Na Bolivia tem boas e más escolas.

    ResponderExcluir
  39. Sr. Janio Melo, pela sua foto me parece que você é médico, e te garanto que esse depoimento deve valer apenas para a faculdade que ela conheçeu, porque estou aqui em cochabamba cursando medicina e só me falta um ano mais, estudo na unitepc e posso garantir que não é assim como ela relata, como ja estou pra sair, temos pratica todos os dias de 8:00 ás 12:00...mais os dr pedi pra gente chegar as 7 da manhã e liberam as 14 ou as 15:00 quando entramos em cirurgias, temos muitos brasileiros que estão super capacitados pra sair daqui e já ir direto a atender a população brasileira, alguns sabem muitos mesmo...então só não afirmo que essa menina,mulher ou senhora é uma mentirosa porque não conheço o dia a dia dessa faculdade. abraços !!!

    ResponderExcluir
  40. Concordo plenamente,estudo na Bolivia com meu marido e tenho 3 filhos que vivem aqui comigo,me esforco muito para sair uma boa profissional,os estudos depende do estudante e nao da faculdade, vc desistiu do teu sonho é pq é fraca nao tem objetivo a ser cumprido. Medicina é para guerrero pq nao é facil estar longe do pai e da mae durante 6 anos....

    ResponderExcluir
  41. Parabens thiago pelo comentario, concordo com vc's que defendem as universidades latino americanas, trabalheina area da saude por 7 anos, fiz curso de aux.de enfermagem, tecnico,radiologia e sou bacharel em enfermagem... não vi essas maravilhas todos nas "faculdades, escolas e por que nao falar citar alguns certos professores formados no Brasil, que até mesmo se ausentavam da sala por minutos PARA FUMAR!!!" por onde estudei. Mas sempre sabemos que tudo depende do estudante,o profissional vc vai ser so depende dos seus esforços onde quer que seja... ainda assim estou terminando meu primeiro periodo de medicina aqui na Bolivia, nao me arrependo de nada, sem contar que geralmente os professores davam aulas com 200 slides lendo muito rapido!!! ou colocam os alunos pra lê pra eles, aqui os professores dão toda a aula apenas com os lapis e um apagador, dificilmente colocam projetor de imagem, só se for realmente necessario, ainda essa pessoa sai falando besteiras dos professores,metodos de ensino e das instituiçoes de ensino daqui!!! Se for depender do governo brasileiro para que eu e milhares de brasileiros venha a cursar medicina, kkkkkkkkkkkkkkkk, coitada dela, vai virar pó e isso nao vai acontecer!!! Parece que ela ganhou muito dinheiro pra fazer um comentario absurdo deste. OU SERÁ O METODO DE REPASSO QUE OS PROFESSORES FAZEM AQUI, ACHO QUE ELA NÃO TEM NENHUMA CAPACIDADE...

    ResponderExcluir
  42. Engraçado que quem estuda na Bolivia nao quer nada de graça e nem forçado.. apenas uma prova que teste seus conhecimentos teoricos e especificos.E mais legal que nehum, mais nenhum brasliero que estuda fora tem medo . Ja nossos amigos brasileiros que estudam nas melhores faculdades dos brasil morrem de medo de fazer uma simples prova..!! kkkkkkk Só quero que voces lembrem que a medicina no brasil ta uma BOSTA !!!! E sei tambem do descaso e falta de conhecimento de alguns "medicos" . Gente , medicina é pra quem gosta !! boa noite!

    ResponderExcluir
  43. Sou aluno na Bolivia e uma pena o que ocorreu com a mesma, mas antes de se entrar em uma faculdade deve primeiro verificar como ela funciona, quanto ao revalida eu concordo com você, mas também acho que assim como a OAB o curso de medicina no Brasil deveria ter uma prova por que o nosso pais também forma médicos de péssima qualidade e muitos que não sabem nem atender em uma emergência....

    Kramer

    ResponderExcluir
  44. apoiado acho que quem tem medo do desconhecido e melhor ficar em casa e por que medicina não e para os fracos e sim para quem procura ser o melhor no que faz e com pouco tempo pra decidir, acho que ela tem que cuidar do que ela formou e se realmente fosse um sonho, correria atras e facil reclamar o dificil e lutar....

    ResponderExcluir
  45. Oi Kariny? também estarei indo para a Bolívia agora em 2013 estudar medicina na faculdade UCEBOL. Tenho primas que estudam lá e dizem que lá é maravilhoso e ensino de qualidade. Estou indo realizar meu sonho! UCEBOL que me guarde!

    ResponderExcluir
  46. Estudei na UBA( Universidad de Buenos Aires) por 2 anos, criei um blog onde conto minhas experiências naquele lugar, denuncio também o mercado de venda de vagas nas faculdades brasileiras lé em Buenos Aires. A UBA é considerada a melhor da Argentina no entanto o ensino é desastroso e o preparo dos brasileiros que lá estão é precário . Meu blog, ajudem a divulgar e comentem: www.pablomaximus.blogspot.com , são vidas de brasileiros que estão em jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pablo, na minha opinião é o estudante q faz o ensino bom ou ruim, que vai atrás do conhecimento e que luta pelos seus ideais não se importando com qualquer dificuldade, seja ela cultural, econômica, política, social etc..

      Pra ser um bom médico, o ser humano precisa ser superior a si msm, dormir menos se necessário, adaptar-se a qualquer fase da vida, pq 6 "ou 12, 13" anos de faculdade passam num piscar de olhos, o "cara" precisa amar de coração sua profissão, se doar pela saúde, gostar da vida (e não necessariamente do ser humano, pois este é podre, se destrói o tempo todo com alimentação incorreta, "drogas" como bacon e tudo o mais de gordura trans, sódio, refrigerantes, álcool, etc. e é insensato e ignorante, pois se fizesse o mínimo esforço p viver bem e assertivamente não se envolveria em acidentes de trânsito por desrespeitar a legislação vigente e nem teria câncer por excesso de embutidos ou outras doenças q advêm do mau uso do nosso próprio corpo - por favor, assista algo do dr. Lair Ribeiro, cardiologista e nutrólogo q adverte sobre causas e consequências de saber viver; como diz a boa literatura "existe uma linha tênue entre loucura e razão").

      Fiz três anos de cursinho com bolsa parcial, mas não me doei completamente e não obtive notas suficientes nem p entrar em Biologia na USP ou Federais que eram minha intenção na época, acabei fazendo o tal curso em uma "UNIESQUINA", o curso em si não era ruim mas não era a realização do meu "Sonho" (ser Professor de nível superior de Neurociências e Saúde Mental), e este virou uma assombração q tds os dias me pergunta: "O que está fazendo como funcionário público, vai se "acomodar" como seus colegas q daqui a seis, doze ou treze anos estarão aposentados? Vc tem quase trinta anos, acorde! vc não é "insano" nem idiota, tem um cérebro capaz e sabe disso, aja e não se deixe vencer, não viva sem tentar".

      Estudei em três cursinhos do Objetivo diferentes, com professores bem conceituados, e muito bons em suas matérias, a maioria inclusive, autores de apostilas e enciclopédias e q levam estudantes de 5 a 8 anos nos cursinhos a entrar em Medicina nas melhores do nosso país. No entanto, causando desgastes financeiros, físicos e psicológicos a eles mesmos e a seus parentes.

      A Argentina pode ter seus percalços, porém ao menos eles dão a OPORTUNIDADE para que o indivíduo "tente" DEMOCRATICAMENTE fazer o curso que sonha, ainda q sem patriarcalismos (sem um Mestre PHD cobrando trabalhos, seminários e avaliações contantes). O referido país pode estar falido como vc disse no seu blog, mas dá oportunidade para o aluno prove que consegue com esforço próprio q será um bom profissional, pois temos que ser os melhores no que fazemos ("ainda que garis").

      Outros países possuem outras culturas, diferentes das do nosso país, talvez menos capitalista. Se houvesse obrigatoriedade de pagar plano de saúde, talvez não haveria tanta escassez de vagas p profissionais médicos nos hospitais.

      E vc sabe qto a FUVEST, UNESP e todas as outras bancas examinadoras lucram com seus vestibulares? São milhões de inscrições anuais e os cursos de Medicina não tem mais de 200 vagas...

      ...

      Excluir
    2. Pablo, na minha opinião é o estudante q faz o ensino bom ou ruim, que vai atrás do conhecimento e que luta pelos seus ideais não se importando com qualquer dificuldade, seja ela cultural, econômica, política, social etc..

      Pra ser um bom médico, o ser humano precisa ser superior a si msm, dormir menos se necessário, adaptar-se a qualquer fase da vida, pq 6 "ou 12, 13" anos de faculdade passam num piscar de olhos, o "cara" precisa amar de coração sua profissão, se doar pela saúde, gostar da vida (e não necessariamente do ser humano, pois este é podre, se destrói o tempo todo com alimentação incorreta, "drogas" como bacon e tudo o mais de gordura trans, sódio, refrigerantes, álcool, etc. e é insensato e ignorante, pois se fizesse o mínimo esforço p viver bem e assertivamente não se envolveria em acidentes de trânsito por desrespeitar a legislação vigente e nem teria câncer por excesso de embutidos ou outras doenças q advêm do mau uso do nosso próprio corpo - por favor, assista algo do dr. Lair Ribeiro, cardiologista e nutrólogo q adverte sobre causas e consequências de saber viver; como diz a boa literatura "existe uma linha tênue entre loucura e razão").

      Fiz três anos de cursinho com bolsa parcial, mas não me doei completamente e não obtive notas suficientes nem p entrar em Biologia na USP ou Federais que eram minha intenção na época, acabei fazendo o tal curso em uma "UNIESQUINA", o curso em si não era ruim mas não era a realização do meu "Sonho" (ser Professor de nível superior de Neurociências e Saúde Mental), e este virou uma assombração q tds os dias me pergunta: "O que está fazendo como funcionário público, vai se "acomodar" como seus colegas q daqui a seis, doze ou treze anos estarão aposentados? Vc tem quase trinta anos, acorde! vc não é "insano" nem idiota, tem um cérebro capaz e sabe disso, aja e não se deixe vencer, não viva sem tentar".

      Estudei em três cursinhos do Objetivo diferentes, com professores bem conceituados, e muito bons em suas matérias, a maioria inclusive, autores de apostilas e enciclopédias e q levam estudantes de 5 a 8 anos nos cursinhos a entrar em Medicina nas melhores do nosso país. No entanto, causando desgastes financeiros, físicos e psicológicos a eles mesmos e a seus parentes.

      A Argentina pode ter seus percalços, porém ao menos eles dão a OPORTUNIDADE para que o indivíduo "tente" DEMOCRATICAMENTE fazer o curso que sonha, ainda q sem patriarcalismos (sem um Mestre PHD cobrando trabalhos, seminários e avaliações contantes). O referido país pode estar falido como vc disse no seu blog, mas dá oportunidade para o aluno prove que consegue com esforço próprio q será um bom profissional, pois temos que ser os melhores no que fazemos ("ainda que garis").

      Outros países possuem outras culturas, diferentes das do nosso país, talvez menos capitalista. Se houvesse obrigatoriedade de pagar plano de saúde, talvez não haveria tanta escassez de vagas p profissionais médicos nos hospitais.

      E vc sabe qto a FUVEST, UNESP e todas as outras bancas examinadoras lucram com seus vestibulares? São milhões de inscrições anuais e os cursos de Medicina não tem mais de 200 vagas...

      ...

      Excluir
    3. ...

      Tenho uma amiga q é auxiliar de enfermagem, e é meio que uma faz tudo dentro do posto de saúde e no P.S. da minha Cidade... ela vê muita coisa errada lá, os médicos são "filhinhos de papai" que pensam ser superiores, deuses imortais, estão lá pelo status e não pelo amor à Medicina, pisam em todos e o salário não é suficiente p q eles sejam deuses em seus plantões, chamam as enfermeiras de "vagabundas", "burras" e coisas piores (como aquele episódio do House - "o médico aqui sou eu, se vc quisesse ser médico teria estudado") usam piercings em procedimentos e coisas do gênero".

      Minha visão é que você é rígido demais com tudo. Pablo, não somos perfeitos temos muitos erros, nossa economia tbm não é das melhores, estudar Medicina em universidade pública e receber prestígio por ser médico ou ter passado pela peneira do vestibular não cobre o desgaste de ser o único cardiologista qdo três corações precisam de um ESPECIALISTA e aquele q tem maior poder aquisitivo é o q viverá em detrimento de dois outros (leia: "http://drauziovarella.com.br/noticias/o-problema-da-ma-distribuicao-dos-medicos-no-brasil/") ou quando ocorre o q aconteceu com a médica que surtou no Estado em q vc mora - veja no youtube: "http://www.youtube.com/watch?v=NyeS-9cozso").

      E qto aos erros de Gramática (me desculpe os meus - acho a matéria um saco), a Língua Portuguesa é muito complexa e a grande maioria de nós brasileiros não tem tempo pra leitura e nem se quer fomos apresentados ao prazer da mesma.

      Espero que vc c realize no que escolher p sua vida, admiro sua coragem em viver em outro país, msm sem conhecê-lo em detalhes? (como vc foi viver num lugar por seis anos ou mais sem estudar todos os prós e contras sem antes falar com estudantes da universidade pretendida, sem conhecer o método de ensino que é diferente, porém legítimo e Legal, se não fosse não seria aprovado pelo Governo e nem aceito pelo REVALIDA e MEC).

      Desculpe a sinceridade Pablo, mas existem sonhadores neste país e que se formariam com louvor pois se dedicariam à Medicina e não as noitadas que muitos filhinhos de papai se prestam, dando "boa noite Cinderela" p as "garotas" pq os pais bancam, ou mesmo morando com na casa dos pais de "chicas" argentinas. Pablo se Medicina fosse seu sonho vc não o abandonaria, ainda q tenha encontrado pessoas sujas pelo caminho, e precariedade na instrução de conteúdos, pq o q importa é fazer o que c gosta e quem tem um objetivo de verdade, um sonho, não desiste nunca,ainda q diante das piores dificuldades, encontra uma saída.

      Obrigada pelo depoimento, mas tente ser menos intransigente com a vida, com os erros de português alheios, e com um país que te acolheu, apesar a sua ingratidão.

      Abç

      Excluir
  47. Parabens para o brasil que recebeu mas 2 titulos importantes,tem uns dos ensinos mas ruim do mundo,e quase 60% dos formados em medicina em sp reprovaram na prova do crm.O cfm tem toda razão agora em dizer que os formados nos paises da america latina não tem boa formação como os daqui.Com esse resultado que eles tiveram com certeza tiram de letra na prova de revalidação que os formados fora tem que fazer.kkkk

    ResponderExcluir
  48. Tenho 3 parentes que estudam medicina na Bolívia. O que eles me falam é que tem duas faculdades muito boas em Cochabamba. É UPAL e UNIVALE. Ambas tem uma carga horária de 11.000 horas. No Brasil a média é 8.000 horas. Deveria existir as mesmas exigências para o médico formado no Brasil. Mas como a medicina no Brasil é um balcão de negócios...

    ResponderExcluir
  49. Conheço médicos formados na Bolívia que são ótimos cirurgiões, incclusive no meu Estado, moro em Rondônia.
    Como também conheço médicos Brasileiros que são péssimos, isso depende de cada um, é o estudante que faz a Universidade........

    ResponderExcluir
  50. Como agora recentemente, muitos que estudaram aqui no Brasil, fizeram a prova e houve um altíssimo nível de reprovados. Fica a dica: Criticar é fácil, difícil é fazer também!!
    Eu quero muito ir fazer medicina na Bolívia, se poder me apoiar eu agradeço e ficarei lisonjeado!

    ResponderExcluir
  51. Apoiado Waldir Cardoso, quem não deve não teme e quanto mais nos certificarmos melhor, num existe OAB para os advogados, porquê não testar também outros profissionais, tudo é válido, más para todos, direitos iguais independente se fizer aqui ou não.

    ResponderExcluir
  52. Eu quero muito fazer meu curso de medicina na Bolívia, estou aberto a sugestões, quem poder me mandar material informativo ou contatos de instituições que desenvolva um bom ensino eu agradeço!

    ResponderExcluir
  53. Procure informações da Universidade Privada Franz Tamayo. Tenho informação de que o curso é de bom nível nesta faculdade.

    ResponderExcluir
  54. deixo aqui um aviso aos colegas que forem para a bolivia a realidade é ha muitas faculdades boas ou ruins... porem nao entrem nessa udabol é pura fachada so tem beleza e nada mas me chamo lendro ex aluno dessa instituição que so me roubou tempo e dinheiro.

    ResponderExcluir
  55. Olá eu estudo na UDABOL, de Santa Cruz, estou no 7 semestre faço psicologia por que já tenho um irmão que estudava lá em Santa Cruz e que esta no 10 semestre, Olha em vista do Brasil, é mais em conta, como estudo na UDABOL faz um tempo, ás aulas NUNCA começaram dia 5, e sim dia 15 de Março, e a Universidade NUNCA cobrou o visa na primeira matricula, por que é lei, o estudante tem 3 meses para correr atras do Visa, além disso a faculdade não realiza o tramite, somente ás pessoas realizam o tramite de visa, ou seja que é impossível pagar para faculdade algo que eles não fazem, Acho, com todo o respeito que a Claudia não esta bem informada, ou que Passaram ela par traz. A respeito de custo de vida, é um pouco mais barato, por que no Brasil, não tem faculdade de 350 reais por matéria, além de terem acesso a áreas de praticas com cadáveres real, coisa que no Brasil não tem.

    O CRM (Medicina), CRP (Psicologia), CREA,(Engenharia) deveriam ser para todos, tantos para os que estudam la fora, tanto aos que estudam no Brasil, já que recentemente a Rede Globo divulgou a vergonha brasileira: Alunos voluntários (Becas estudantes de medicina) foram reprovados em 65 % em matérias avançadas durante o curso (consideradas como básicas).É vergonhoso os brasileiros se preocupam com os que estudam fora, e não se preocupam com os que estudam aqui, não é atoa que o atendimento na areá da saúde vai de mal a pior....

    ResponderExcluir
  56. TEM QUE TER PROVA SIM E BEM RÍGIDA E AINDA TEM PASSAR 2 ANOS FAZENDO ESTÁGIO EM UMA FEDERAL

    ResponderExcluir
  57. TEM QUE TER PROVA SIM E BEM RÍGIDA E AINDA TEM QUE PASSAR 2 ANOS FAZENDO ESTÁGIO EM UMA FEDERAL

    ResponderExcluir
  58. Primeiro semestre e dificil em todo lugar,esta pessoa que postou esta carta nao deveria tirar tal conclusao! pois os medicos Bolivianos sao otimos proficionais.
    Se vc olhar as irregularidades de ensino no brasil nao falaria da Bolivia dessa maneira.

    ResponderExcluir
  59. kkkkk... não é pra tanto num é parceiro, é fundamental aprovações, más de TODOS sem exceções, independente de terem feitos aqui ou em qualquer lugar, podemos comprovar isso com o resultado dos brasileiros que fizeram a prova do CRM onde a maioria foram reprovados.
    Só absorve a educação, quem está disposto a absorve-la, muitos universitários estudam sem prestarem atenção, não se dedicam devidamente aos estudos, muitos entram na aula já pensando no fim da mesma e não, no que está sendo trabalhado ali dentro da sala de aula, digo isso por experiência própria, vi muitos colegas curtirem o tempo todo e só se preocupando em estudar para terminar o curso e não, para aprenderem com ele.

    ResponderExcluir
  60. Verdade Roseni, aqui em Aracaju/SE temos vários hospitais e centros médicos, o diferencial, é que um dos melhores é dirigido por um médico formado na Bolívia. Eu tive a oportunidade de questiona-lo a respeito do estudo na Bolívia, ele me respondeu:
    - O estudo tem o mesmo fundamento em todos os lugares, o interesse do estudante é que é diferenciado.

    ResponderExcluir
  61. E lamentável o que que pessoas são capazes de fazer pra falar mau de quem estuda na BOLIVIA! Estou a 3 anos na UDABOL, e nunca ate hj vi alguém falar isso e jamais me cobraram pra tirar visto! Esta carta e mais falça que nota de 1000 reais!

    ResponderExcluir
  62. Falam tanto da prova de CRM, final de 2012 p governo fez uma prova não obrigatória em algumas faculdades do BRASIL, uma prova que não chega nem 50% a do CRM e 70% reprovaram. E estes médicos vão estar atendendo este ano normalmente. Isso sim e uma vergonha.

    ResponderExcluir
  63. Nota se que os acadêmicos Bolivianos se garantem muito. E sabem bem como atacar a classe dos colegas aqui no Brasil. Com tamanha segurança, passar pela prova de validação não deveria ser assunto para tamanha polêmica.

    ResponderExcluir
  64. Ser um bom medico,não significa que estudou no brasil, mais sim se dedicou nos seus estudos,pois tem muito medico brasileiro que não vale nada.

    ResponderExcluir
  65. Ao ler os comentários fiquei impressionado com o português dos que se dizem "estudantes de medicina" de faculdades da Bolívia e Argentina, não passariam nunca num vestibular das nossas maravilhosas faculdades. Tem que fugir do Brasil e , por favor, não voltem .

    ResponderExcluir
  66. Prazer Ana, meu nome é Rafaela. Sou de Brasília, e minha família está querendo morar no Acre (transferência do trabalho). Se tudo der certo, irei cursar medicina na Bolívia, mas ainda estou em dúvidas, pois fiz algumas pesquisas e realmente fiquei assustada com este relato da Cláudia. Não sei se seria uma boa ou má idéia cursar medicina na Bolívia. Você poderia me passar seu e-mail para que pudéssemos conversar mais sobre? Acho que você pode me ajudar, já que é estudante de medicina na Bolívia.

    Desde já, agradeço

    ResponderExcluir
  67. Acho que além da revalidação o médico formado no exterior teria que passar 2 anos de estágio em uma universidade publica brasileira e mais 2 anos em algum lugar onde não há médicos, somente depois desta etapas eles receberiam seu registro...

    ResponderExcluir
  68. Todos sabem inclusive eles mesmo que estudam na bolivia que muitas faculdade de medicina ai é uma merda. O brasil tem que arrochar mesmo

    ResponderExcluir
  69. Esses dias minha mãe se furou com um prego enferrujado e no hospital ela foi atendida por um médico boliviano q não só estudou lá como é de la pelo jeito de falar, e ao questionar se deveria tomar alguma vacina ele disse que não precisava!!! sei lá todo mundo sabe que qdo se machuca principalmente com algo enferrujado tem q tomar vacina DA se ele não sabia isso só prova o qto o estudo da medicina lá é ruim pra não dizer péssimo!!!

    ResponderExcluir
  70. Alcantara Santiago28 de janeiro de 2013 10:03

    Boa tarde a todos!
    Tenho interesse em cursar Medicina em uma Universidade boliviana, contudo peço aos demais deste bolg que já estudam ou em Santa Cruz de La Sierra ou em Cochabamba que se possível me adicionem ou enviem e-mail com informações precisas(custo de vida, moradia, etc...) sobre onde estudam(preço das mensalidades, grade curricular, etc...) que ficarei muito grato. Adespeito das discussões , creio que grade curricular, bons professores somados ao real interese do aluno são requisitos básicos para uma boa formação profissional em qualquer área e em qualquer lugar do planeta. Meus e-mails são: alclantara.sanitago@gmail.com(também meu facebook) e alcantara14santiago@hotmail.com, grande abraço e felicidade a todos.


    Comented by Alcantara Santiago - 28.01.2013

    ResponderExcluir
  71. Estudei 1 ano na Udabol. Falo com conhecimento de causa.
    É absolutamente verdade tudo o que foi relatado no carta. Deixei de estudar la por decepção e por ter vergonha de me "intitular "estudante de medicina.
    Só ficou faltando uma coisa. Precisam fazer uma séria investigação sobre a compra de CRM, compra de vagas em universidades federais do brasil (de pessoas formadas na bolívia)para a revalidação do diploma, o qual ocorre TODOS os anos.

    ResponderExcluir
  72. A polícia Federal já está investigando. Abs.

    ResponderExcluir
  73. N Argentina acontece a mesma feira de vagas , fui estudante Lá e relatei tudo num blog : www.pablomaximus.blogspot.com , a PF precisa investigar

    ResponderExcluir
  74. Boa tarde a todos!
    Tenho interesse em cursar Medicina em uma Universidade boliviana, contudo peço aos demais deste bolg que já estudam ou em Santa Cruz de La Sierra ou em Cochabamba que se possível me adicionem ou enviem e-mail com informações precisas(custo de vida, moradia, etc…) sobre onde estudam(preço das mensalidades, grade curricular, etc…) que ficarei muito grato. A despeito das discussões , creio que grade curricular, bons professores somados ao real interese do aluno são requisitos básicos para uma boa formação profissional em qualquer área e em qualquer lugar do planeta. Meus e-mails são: mar.veloso@hotmail.com,marinalvauft@hotmail.com

    ResponderExcluir
  75. diogo pinheiro amarante31 de janeiro de 2013 06:11

    ola rafaela sou Brasileiro moro no amazonas e pretendo fazer medicina na bolivia, vc teve resposnta da ana?? entre em contato comigo ta aew meu email. bom dia

    ResponderExcluir
  76. Dá pra saber nos comentários quem estudou na bolívia pelo nível do portugues.

    ResponderExcluir
  77. Concordo em partes com o colega,mais como sou mais experiente que você ,tanto em vivencia como em idade,vou te dizer não caia nesta seara do CFM e CRM,eles querem fazer reserva de mercado e isso não funciona e nunca vai funcionar em profissão alguma,se é pra ter exame da profissão que seja para todos,ou seja para os que aqui fingem que estuda e para os estrangeiros,e formados em faculdades estrangeiras,uma vez querido que o mercado de trabalho e responsável direto pela seleção natural dos bons e maus profissionais.não se preocupe com a conversa do tal do vestibular ,pois ele é ultrapassado ,é um método de seleção fadado a morrer,pois nos paises desenvolvidos o aluno e selecionado desde os primeiros anos estudantis,meu caro medicina vai ser medicina em qualquer lugar,não existe diferenciação da forma de ensinar,e sim da forma de aprender,então o estudo depende exclusivamente de quem se dedica.
    Sou profissional da área de saúde,e todo dia me depara com as dificuldade que alguns colegas tem,e posso te dizer se tivessem tido o treinamento desde o inicio do curso não passariam por estes perrengues,e olha que são formados nos melhores centros do Brasil, também conheço alguns formados no mercado latino americano e são excelentes profissionais e que também passam por perrengues,então concluo te dizendo o exame deveria ser para todos indistintamente,pois estarão lidando com a vida humana e ,no mais ruim dos momentos ou seja da fragilidade da vida.

    ResponderExcluir
  78. Carlos, exatamente por lidarmos com a vida é que temos que garantir a qualidade dos que exercem a medicina no nosso país.
    Medicina é igual em todo lugar mas os agravos são diferentes de país para país.
    Muitos entendem nossa defesa como reserva de mercado. Nós chamamos a revalidação de ato de soberania e responsabilidade.

    ResponderExcluir
  79. Jorge Henrique dos Santos12 de fevereiro de 2013 08:57

    Os CRM têm razão quando tecem essas violentas críticas quanto à qualidade dos cursos de medicina praticados na Bolívia, pois há o natural medo da concorrência por saturação do mercado profissional. Porém, no meu modo de entender os seus representantes deveriam criticar e combater os altos preços praticados pelas universidades particulares (na maioria das vezes objetos de lucros de políticos corruptos) e a péssoma qualidade do nosso ensino público (inclusive, algumas vezes, em algumas instituições superiores), o que deixa o sonho de ser médico impossível para muitos brasileiros. Médico bom e médico mediócre independe do país onde ele seja formado. Temos excelentes médicos formados no Brasil, como temos também péssimos médicos oriúndos de universidades famosas (e pagas).

    O que percebo é que algumas pessoas que recorrem ao ensino superior na Bolívia, muitas vezes não possuem um nível compatível para cursar uma carreira tão específica quanto a medicina, somente logrando êxito através do recurso conhecido como "cola" (o que é comum no Brasil). Portanto não temos bons médicos apenas formados no Brasil. O mais correto é a aplicação da VALIDAÇÃO DO DIPLOMA, através de avaliação própria aos temas da medicina, como é feito hoje com os formandos em direito que, para serem advogados, têm que passar pelo exame da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, sem o qual não recebem autorização para o exercício profissional.

    ResponderExcluir
  80. Jorge Henrique dos Santos12 de fevereiro de 2013 09:04

    Pois é, Ananda. Acabo de ler alguns posts e reafirmo o meu pensamento: o problema é que algumas pessoas que tiverem recursos financeiros compatíveis com os valores cobrados por nossas universidades particulares poderão estudar medicina, mesmo sem saber escrever direito, e lograr a graduação. Tem gente que deveria se envergonhar ao dizer que está em uma universidade, ES-TU-DAN-DO (pois poderia estar fazendo outra coisa). As universidades bolivianas erram por não terem melhores critérios de seleção.

    ResponderExcluir
  81. joão paulo da silva12 de fevereiro de 2013 09:15

    Marcelo, se você se formar em Medicina tenha cuidado com essa nota FALÇA de 1000 reais. Ao prescrever uma receita a informaSÃO FALÇA vai envenenar o paciente. RsRS...

    ResponderExcluir
  82. vossa senhoria poderia ate dizer que a forma de tratamento ou a disponibilidade de tecnologia e que difere e auxiliaria de forma a apressar o tratamento e diagnostico dos agravos,pois não posso entender e não consigo vislumbrar onde vossa senhoria quer chegar com agravos diferentes na America (pobre) do sul,senão vejamos que vossa senhoria desconsidera a formação de profissionais que buscam aprofundar seus conhecimentos em grande universidades, conceituadíssimas no mundo,caso do japão, Inglaterra , EUA e etc,ou também vossa senhoria buscando historia nos agravos diferentes descaracteriza a medicina chinesa,que tem alguns milhares de ano. Inaceitável e não chamar de reserva de mercado o que estamos vendo ser apregoada de forma velada,já que dão o nome de garantia de qualidade,quando sabemos que são poucas as universidades com qualidade no Brasil,outro sim é medicina cubada tão rechaçada e mau versada pelos Drs.(medicos) que inclusive exporta tecnologia em matéria de vacinas e cientificidade vejamos o caso
    do Programa de Saúde da Família ,tão em voga no Brasil.
    Para encerrar,acredito e tenho certeza que as obras onde estes estudantes, acima de tudo Brasileiros,buscam seu aprendizado cotidiano para passar num exame ao meu ver e entender vexatório e descabido,uma vez que não e para todo cidadão que exerce ou exercerá a medicina no Pais,com certeza são obras escritas por grandes pesquisadores,pessoas renomadas que no Brasil tem sua obra traduzida ,ou seja os mesmo livros são utilizados pelo mundo todo,isso quer dizer que "se você estuda no mesmo livro,tem o mesmo tipo de abordagem,então estuda as mesmas patologias e as mesma formas de abordagens terapêuticas,ou o mosquito da dengue na Bolivia e verde e vermelho,e o do Brasil e corintiano?

    ResponderExcluir
  83. ESTUDO NA BOLIVIA...E TRABALHEI COMO ENFERMEIRO NO BRASIL POR MUITO TEMPO...ONDE MUITAS VEZES OUVI PERGUNTAS DE MÉDCICOS RECEM FORMADOS AQUI NO BRASIL...DIANTE DE UMA SITUAÇÃO...''O QUE VOCES FAZEM NUMA SITUAÇÃO DESSAS?''...SER MEDIOCRE É UMA ESCOLHA...CURSAR UMA UNIVERSIDADE QUE LHE CUSTA MAIS DE 300 MIL REAIS NO BRASIL PRA DEPOIS POR EM RISCO A VIDA DE PESSOAS ENFERMAS...SÓ PRA DIZER QUE FEZ MEDICINA NO BRASIL...E NA HORA DE TOMAR UMA DECISÃO NÃO SABER O QUE FAZER É TRISTE VER UM PROFISSIONAL DESSES ATUANDO TAMBEM...SER BOM NO QUE SE FAZ NÃO É UMA QUESTÃO DE SER OU NÃO INTELIGENTE...É UMA QUESTÃO DE BUSCARMOS CONHECIMENTO...QUERER SER INTELIGENTE....E ISSO TANTO FAZ AQUI OU NA BOLIVIA....DEPENDE DE VOCE QUERER SER UM PROFISSIONAL COMPETENTE...EU ESTOU SATISFEITO COM MEU NIVEL DE CONHECIMENTO QUE TENHO ADQUIRIDO NA BOLIVIA....COMPARADO COM MUITOS ''MUITOS MESMO''...PROFISSIONAIS QUE SE FORMAM AQUI NO BRASIL...MEU NIVEL DE CONHECIMENTO JA EXCEDE O DELES...E MINHAS TOMADAS DE DECISÕES COM CERTEZA JA SÃO MAIS ACERTADAS QUE A DELES...POR ISSO ACHO UMA BALELA OS COMENTARIOS DE PESSOAS MEDIOCRES QUE FALAM COISAS QUE NÃO VIVEM...ESTOU NO OITAVO SEMESTRE DE MEDICINA NA UDABOL...E ME SINTO SATISFEITO COM ISSO E TENHO PLENA CERTEZA QUE VOU SATISFAZER AS NECESSIDADES DOS PACIENTES QUE DEPENDEREM DOS MEUS CONHECIMENTOS PARA AMENIZAR SUAS DORES...NINGUEM NASCE BOM...MAS SER BOM É UMA ESCOLHA.

    ResponderExcluir
  84. ola,tenho muito interesse em cursar medicina no exterior,no caso,bolivia ou argentina,pois,são universidades gabaritadas e renomadas,as mesmas,segundo depoimentos de alunos,tem a carga horaria compativel com o brasil entre outras vantagens.portanto,quem faz a faculdade é o aluno,bom,se der tudo certo,em 2013 estarei cursando medicina no brasil ou no exterior,pois anatonia é igual em qualquer parte de mundo.quem quiser amadurecer essa idéia marca o meu imail.grato

    ResponderExcluir
  85. Eu sou estudante de letras na Universidade Federal Fluminense. Deixo aqui minha indignação com o mal uso da nossa amada língua por estes "estudantes" . Como querem ser bons profissionais no Brasil se nem o idioma dominam??

    ResponderExcluir
  86. Marcelo , não quero falat "maU" de você , mas como ser um bom profissional no Brasil se vocês têm um péssimo português??

    ResponderExcluir
  87. joão paulo da silva14 de fevereiro de 2013 05:07

    A questão é simples: Se alguém quer estudar medicina, mas não possui os meios intelectuais suficientes para ser aprovado no vestibular de uma universidade pública, tem apenas o caminho da universidade paga (absurdamente cara), aqui no Brasil ou correr para a Bolívia. Mas, atenção! Isto não é uma regra. Há muitos que são bons e não conseguem sucesso em vestibulares, pois as razões são diversas.

    ResponderExcluir
  88. Caro colega!
    Foi infeliz o seu comentário, pois o motivo pelo qual a sua mãe foi dispensada de tomar a vacina de tetano, foi devido a mesma talvez possuir o esquema completo das doses de prevenção que podem chegar até 10 anos de imunidade! Por essa razão, ela de fato fica dispensada da vacina.
    Não quer dizer, que o medico foi negligênte, mas sim que talvez você seja um tanto leigo
    ;)

    ResponderExcluir
  89. na minha opiniao esse foi um comentario muito grosseiro. eu sou formada na bolivia gracas a deus e sei mais q muitos medicos companheiros q se formaram no brasil e chega na hora pratica nao sabem nem diagnosticar um paciente. tem medicos e medicos.... nao vai ser um comentario infeliz q vai mudar a opiniao das pessoas.

    ResponderExcluir
  90. Senhor Gilberto, assim como o senhor eu também tenho um filho que estuda medicina na Bolívia na UDABOL. Fiquei lá um mês e sei do esforço que fazem. Os estudos são bastante exigidos, os estágios colocam os alunos de frente com realidades a serem aprendidos.Fiquei encantad com a dedicaçõs dos alunos e dos p´rofessores. Nas férias meu filho vem para o brasil e vai nos hospitais e assiste cirurgias e estuda bastante, inteirando-se de coisas que acontecm na área médica. Parabéns senhor Gilberto, com certeza nossos filhos serão vencedores ou melhor já são, já somos. Abraços Ivone

    ResponderExcluir
  91. Você poderia me mandar seu e-mais p/ tirar algumas duvidas ? agradeço. bjo.

    ResponderExcluir
  92. waldircardoso@hotmail.com Abs.

    ResponderExcluir
  93. Tenho amigos que estudaram em Cuba e na Bolívia que são reconhecidos como os melhores médicos do município em que eu morava. Conheci de perto o trabalho deles, e posso garantir que são ótimos médicos.

    ResponderExcluir
  94. idem,conheço alguns muito bons,alguns ruins,tanto revalidados como porcaria formada no Brasil pq pode pagar.porque papai tem grana.

    ResponderExcluir
  95. pretendo estudar na bolivia, na area de enfermagem, mas me preocupo com o espanhol, como adaptar?? posso cometer erros?? me sinto insegura com meu espanhol pobre ainda!!!!!!!!
    me ajudem se puder..

    ResponderExcluir
  96. me envie email..vou orienta-la,jlitros@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  97. Eu irei esse outro ano, irei realizar um grande sonho, Não por ser médico e sim ajudar o próximo. As faculdades da Bolívia são muito melhores do que muitas aqui no Brasil, infelizmente eu tenho que ir pra fora do país pra realizar o meu sonho.

    ResponderExcluir
  98. Chaves e Lula foram Pra Cuba ! vc esta mal imfornado caro!

    ResponderExcluir
  99. Anderson Ribeiro Guimarães6 de março de 2013 13:08

    Eu também sou formado em Enfermagem, e gostaria de saber se a Udabol faz aproveitamento de disciplinas para quem já possui outro diploma universitário.

    ResponderExcluir
  100. Vigilante do Portuga6 de março de 2013 19:35

    iNformado!!! Poxa, como essas pessoas querem ser médicos no Brasil e não sabem escrever o básico em português, percebe-se a razão de não terem passado no vestibular.

    ResponderExcluir
  101. pelo meu parco conhecimento somente uma universidade faz aproveitamento de materias ja cursadas no Brasil,tenho varios amigos enfermeiros cursasndo la,(universidade Ecologica) no bairro cotoca.

    ResponderExcluir
  102. Não julgo as universidades bolivianas, acho que os melhores médicos que existe no Brasil são da Bolívia! Porém, a maioria das pessoas que vão para lá, vão por que não conseguem passar aqui! Pessoal vamos estudar, se dediquem... Se vocês não são bons alunos aqui no Brasil, não vai ser na Bolívia que se tornaram. #Fato

    ResponderExcluir
  103. Melhor resposta de todas jessica

    ResponderExcluir
  104. Concordo com a prova de Revalidação e inclusive acredito que a mesma prova deveria ser aplicada também aos novos médicos que se formam no Brasil... Assim teriamos uma verdadeira comparação entre a diferença na "qualidade" da formação médica brasileira e a de outros países, não somente das Universidades bolivianas mas de médicos formados em qualquer país. Por exemplo: Cuba ou Inglaterra... Que acha da ideia senhor Waldir Cardoso?... Obrigado.

    ResponderExcluir
  105. Também defendemos que os médicos formados no Brasil sejam avaliados. A diferença é que a avaliação seria durante o curso, no 2º, 4º e 6º ano. Os que não passarem não saem da faculdade. Não serão diplomados. Esta sistemática permitiria avaliar também a faculdade punir as que não tem qualidade.

    ResponderExcluir
  106. Concordo com esta sistemática.
    Àqueles que não sabem: nas carreiras de Medicina das Universidades da Bolívia o aluno somente é diplomado após realizar o chamado "exame de grado" ao final do internato (residência) que dura exatos 365 dias consecutivos.
    E ainda há casos como o da Universidade Católica San Pablo que aplica o exame de grado anualmente em seus alunos.
    Não seria este um indicativo de que nosso ensino de medicina tem muito a aprender até mesmo com o ensino de países que consideramos erroneamente como sendo piores que o nosso?

    ResponderExcluir
  107. Medo dessa estudante de medicina que não sabe nem escrever....

    ResponderExcluir
  108. O que eu acho mais engraçado, é que no Brasil existem diversas faculdades particulares de medicina de péssima qualidade!!! Algumas até mesmo com compra de vagas! Sendo que o Brasil é um país que sofre diariamente com a falta de médicos seja em hospitais públicos e até mesmo particulares, contendo também profissionais com pouco conhecimento na área! As pessoas vão para a Bolívia pois aqui no Brasil é MUITO difícil de entrar em uma faculdade com essa burocracia idiota. Sendo que na Bolívia como por exemplo a Univalle por muitas vezes da de 10 a 0 em faculdades brasileiras!!!! Só pq não tem vestibular as pessoas condenam a faculdade! Se o Brasil necessita de médicos qualificados é preciso que haja mais vagas nesse curso e também um maior aprendizado!!!! Já que condenam tanto a Bolívia, a burocracia de passar em um vestibular de medicina poderia acabar!!! E fazer com que as faculdades possam melhorar seu ensino para formar bons profissionais no futuro! SEM QUE EXISTA COMPRA DE VAGAS, né? bjs

    ResponderExcluir
  109. O MEC é o orgao responsavel por avaliar o curso de medicina, permanecendo em funcionamento apenas aquelas que tiverem pelo menos uma nota 3 no ENADE. Além disso, carga horária nao significa nada. Uma coisa é o que se tem no papel outra na prática. Quem faz medicina no Brasil diferente dos bolivianos, tem 2 anos de internato e sofre pra ser aprovado nos módulos. Lógico que existem faculdades particulares em que o dinheiro manda nas notas dos alunos. Faço medicina no Brasil e sou a favor de uma prova de revalidação do diploma tanto para os Brasileiros, como para os bolivianos, difícil até o sangue dar no meio da canela, pois só assim o sistema seria 'democratico'.
    Se o ensino de lá é igual ou melhor ao daqui pq foram p la entao? Pq nao enfrentaram vestibular com 500 por vaga, como nos?
    Desejo muito que essa prova seja aplicada a todos os medicos que queiram exercer a profissao no Brasil.

    ResponderExcluir
  110. Cheguei aqui na Bolívia, e isso aconteceu a mesma coisa.. Mais como em outras faculdade do Brasil, sempre tem atrasos de Professores. Mais todos ja vem para ca cientes, que tem que pegar o visto.... Que sai em torno de 920 pesos... Sei que vai ser difícil aqui.. Fui indicada por um dos melhores Neuro, de Teixeira-Ba, como outros médicos que cursaram aqui.. Quem faz o aluno não é o professor e sim nos mesmos... Por isso estude..

    ResponderExcluir
  111. Parabéns pela sua aprovação num vestibular com 500 candidatos por vaga, meu caro Leviatan!... Com certeza o vestibular é a melhor forma de apurar que os outros 499 candidatos não possuem pendor para o ofício da Medicina, não?...
    Para alguém que utiliza como pseudônimo a obra de Hobbes e fala em nome de um "sistema democrático", o senhor tergiversa ao assunto e, ao contrário de quem realmente busca uma solução democrática, apenas personifica com suas palavras a ideia da "bellum omnium contra omnes".

    ResponderExcluir
  112. Estudo medicina na UFMT, e francamente, duvido muito da veracidade desses que falam que a medicina é muito boa na bolivia, DUVIDO MUITO!!!, tenho varios amigos que fazem la, questões simples de anotomia eles nao sabem, vcs aqui deste foram que se julgam vencedores de entrar em um curso que qualquer um entraria, aposto que vcs nem sabem é econdiliese qual a função da língula esfenoidal, cara, se liga quer ser medico de vdd entra em uma faculdade de verdade, vai criar vergonha e passar num vestibular, oq vcs fazem é fugir da concorrencia, mas depois vao enfrentar uma muito pior, q é voltar para o brasil.

    ResponderExcluir
  113. Exato, 95% dos motivos que os med bolivianos alegam é que as federais são muito disputadas, e só pessoas que saem de excelentes escolas consegue vaga, e as particulares possui um preço absurdo!
    Sera?
    Bem, o governo acaba de anunciar que até 2015 sera 50% de todas as vagas das federais que fazem parte do Sisu... fora isso, para aqueles que falam que nao tem condiçoes de pagar um cursinho, ja existe vários cursinhos gratuitos bancado pelo estado. Outra coisa, estudo na Federal, terminei meu terceiro grau no interior do MT, e fiz 2 anos de cursinho que tinha a mensalidade de 300 reais por mes, menos que essa mensalidade que eles estão pagando, e fui aprovado na UFMT, o seja nao sai das escolas mais elitizadas do Brasil.
    Bem, faculdades particulares são sim caras, mas a grande maioria ja aceita o fies, vc pode financiar 100% e nao precisa pagar nem a primeira mensalidade! vai pagar só 2 anos depois de formado!, e sem hipocrisia, qualquer médico da conta de pagar as parcelas máximas da fies que é de 2.600 reais.... Então bolivianos, covardes, fujam da concorrencia, pois é esse o unico motivo de vcs. Mas não reclamem se esse diploma boliviano não servir pra nada a não ser fazer fogueira.... Deixo de lado os 1% de estudantes que estudam no estrangeiro, 1% que se destaca e adquire bons conhecimentos, estes, merecem exercer medicina aqui no Brasil, o resto quero mais é que se danem

    ResponderExcluir
  114. """50% de cotas""""

    ResponderExcluir
  115. puxa vida!!! que engraçado, esta semana minha mãe precisou de um médico, e passou aqui na santa casa de São José dos Campos-SP e foi atendida por acadêmicos de medicina,e levaram mais de meia hora para descobrir que minha mãe estava com apendicite, perguntaram pelo menos quatro vezes se tinha tido febre, e todas as vezes minha mãe respondeu que sim, sendo que isso já estava escrito na ficha de internação, acho que falta mais estudo!!!

    ResponderExcluir
  116. nossa, não sei como responder ou opinar a respeito desse caso de medo, falta de preparo, motivação, e força de vontade de estudar e alcançar o seu objetivo... incrível como você relatou sua vida aqui na bolivia com uma conclusão de menos de 1 mês... primeiro: nas universidades é exigido o visto ou o comprovante do tramite do visto de estudante junto a imigração boliviana. vocês chegaram 4 dias antes do inicio das aulas, ( o tramite do visto de estudante atualmente demora no minimo 3 dias pra ser concluído.) a Udabol em 2012 tinha uma assessoria jurídica dentro do campus universitário onde se oferecia esse serviço, expedindo um documento a udabol em que o Aluno em questão estaria com os documentos de visto em tramite legal. Segundo: em qualquer faculdade, nos primeiros dias podem ter atrasos e ou não haver aulas por diversos motivos, um deles é o não fechamento de grupo para inicio, Terceiro: quanto a carga horaria, a udabol tem uma carga horaria maior que muitas universidades federais no brasil! as aulas do primeiro semestre são de matérias de base, inicio e noção do que vai ser estudado durante o curso, matérias de baixa carga. Quarto: Na bolivia você encontra qualquer livro (copia) não só de medicina, um dos motivos pelo qual se torna mais barato os estudos aqui! em relação a alguns doutores venderem apostilas em troca de pontos extras, alem de não ser obrigatório, ser for na carreira de medicina (administração do curso) e fizer uma reclamação por escrito, o doutor poderá ate mesmo perder seu emprego. Quinto: no anfiteatro (lugar onde ficam os cadáveres para classes praticas de anatomia) é permitido tirar fotos e gravar videos para estudos. a postagem e divulgação desse material e feita sem o consentimento e autorização da faculdade em redes sociais e outros, ( a udabol proíbe a divulgação dessas imagens). Sexto ponto e o mais importante: Lembre-se que daqui já sairam e estão saindo excelentes profissionais de medicina. O que faz isso é a força de vontade, empenho e compromisso de cada um. A universidades lhe da as ferramentas oportunidades e ensinamento para torna-lo um bom profissional, CADA ALUNO DEVE APROVEITAR O MAXIMO DE TUDO, QUEM FAZ A FACULDADE É O ALUNO. antes de comentar o assunto, procure se informar mais sobre ele, não tire conclusões precipitadas!

    ResponderExcluir
  117. O curioso disto, primeiro são pessoas perdendo tempo em julgar esta semi-analfabeta totalmente despreparada para iniciar o estudo médico. Segundo, ficar comparando burros daqui com burros de lá. É tudo burro, igual mesmo, com a diferença do diploma pago aqui e o CRM liberado. Mas é a regra !!! Respeito todos os bons médicos sejam eles formados onde for, mas se tem q fazer a prova q façam e venham trabalhar. Agora também concordo que todos os formados aqui tb fizessem já que se consideram bons. Enfim parabéns aos bons e infelizmente os ruins devem procurar outra ocupação seja daqui ou de qualquer outro lugar. Salve o povo isso sim .

    ResponderExcluir
  118. Caro João Vitor, como médico veterinário, sem querer vim parar neste site por um tópico do google, e me deparo com uma semi-analfabeta redigindo uma carta e um bando de arrogante que mal toma cuidado para redigir um comentário, seja pela língua ou pela ortografia. Olha seu mal educado, vou te dizer, só por isso já torço para vc se danar tb !!! Vai aprender a debater de forma íntegra seu aprendiz de tosco e tenha respeito por pessoas, independentes de estudo, faculdade, seu bobão. Pseudo medicozinho de quinta categoria com certeza seu diploma vai servir para algo bem pior q só os idiotas sabem e nisso com certeza vc já é professor.

    ResponderExcluir
  119. Renato, fica difícil responder sua resposta medíocre pois estou agora no hospital e no celular, portanto vou responder o mais sucinto possível. Se é med. Veterinário o que faz nesse forum? Acho que ja sei, seu tormento é a ironia do destino em ter feito o nome da sua profissão um nome composto, Medico Veterinário, quisera fosse apenas Medico pois é isso que vc preferiria ñ é? Antes um médico de quinta do que veterinário de primeira, pois as diferenças de reconhecimento, prestigio e financeiras são enormes. Contudo, por outro lado, creio que esta aqui por busca de informações de med. Na Bolívia, pois é la que muitos profissionais frustrados vão em busca da magna profissão de médico, graças ao olho gordo dos bons salarios de medico, mas ainda bem que isso eh um sonho q poucos irao consiguir sinto muito, as vezes eh preciso se conformar com a derrota

    ResponderExcluir
  120. fico abismado com certos comentarios....tem algumas coisas que nem de longe ta batendo com a realidade...antes de mais nada..sou aluno da Universidade de Aquino Bolivia- UDABOL ingressei meus estudos aqui no ano de 2011..bem..ela ficou aqui durante um mes..fiquei me perguntando onde foi mesmo que ela viu esse cadaver sendo que no primeiro mes agente so estuda o craneo..o anfeteatro fica sem nenhum cadaver esse tempo..quero saber onde foi que ela viu esse pessoal tirando fotos. do lado do professor..outra coisa..a faculdade disponibilisa aos estudantes a oportunidade de escolher professores ou trocar se o professor não for bom..não sei de verdade quem forão os docentes que essa mulher escolheu..talvez seja do nivel que convem a necessidades dela...
    Bem..minha faculdade não e livre de problemas...assim como as brasileiras tambem não são..sou a favor sim da prova de revalidação..mais que não seja so pra nois que formamos aqui fora do Brasil..e sim para todos que se forma em medicina e quer trabalhar no Brasil
    Quero aqui so salientar que o CRM-SP aplicou uma prova para os formados de la...o resultado da prova todos ja sabem ne?
    Uma dica...se informe antes de criticar
    ............................Abraços.......................................

    ResponderExcluir
  121. Réplicas, tréplicas com um medíocre sonhador que perambula num corredor de um hospital com um celular tocando já me faz total sentido do seu tipo. Quanto a se formar em Cuiabá meu caro , tenho pena do seu suposto prestígio que inflama este ego bobo e medíocre. Quanto a comparações ridículas de ganho , profissões , etc , acho uma babaquice e jamais entraria neste campo de imaturidade tola que vc domina. Por último também não pretendo e não vou estudar medicina nem na Bolívia ou em qualquer outro lugar. Grato pelo seu tempo e boa sorte na sua carreira.

    ResponderExcluir
  122. Ah, só lembrando o aprendiz da profissão "magna", que fiquei seriamente em dúvida de sua capacidade profissional com esta ortografia horrorosa e com estes argumentos tolos, digno na verdade, da mesma turma da moça que redigiu a nobre carta acima. Portanto, saio daqui surpreso com seu nível intelectual, de arrogância, realmente uma mancha fétida para qualquer classe profissional, principalmente a profissão"magna".

    ResponderExcluir
  123. Eu estou na Bolívia desde fevereiro de 2013, quanto ao processo imigratório eu mesmo fiz o meu, não me ofereceram atravessadores e sim os que conheci aqui são todos brasileiros e não bolivianos, estudo na Udabol, que passou por uma crise ética sim, no entanto foi saneada e hoje encontra-se com uma cultura e administração diferente coibindo compra de notas e aulas sem qualidade, a estrutura física é ótima com um hospital a ser inaugurado, multimídia em todas as salas, com amplo espaço, ar condicionado e conforto, sei que tem muita gente aqui brincando, contudo, não tenho medo disso, conheço muita gente aqui, que assim como eu são comprometidos, se esforçam, usam os diversos laboratórios que aqui tem como os de histologia, embriologia, fisiologia, microbiologia etc um anfiteatro amplo com diversas peças para serem estudadas em anatomia, enfim, não vejo o que tanto falam de ruim assim, a cidade aqui é muito boa, eu não vivo a vida da Bolívia, vim aqui para estudar, quando não estou em casa estudando, estou na faculdade, o dia da semana que minha aula começa depois das 9 da manhã as 7 já estou na faculdade na osteoteca ou biblioteca estudando e vejo muitos fazendo o mesmo, eu concordo em gênero, número e grau, há que se fazer a prova de revalidação sim, garantir que pessoas comprometidas e talhadas para o exercício da profissão possam prestar serviço no Brasil, pois eu como muitos que aqui estão não viemos pra cá porque somo preguiçosos e não gostamos de estudar não, pelo contrário gostamos e muito, contudo não temos é como competir com um grupo elitizado que ou compra sua vaga na faculdade aí no Brasil ou consegue pagar um cursinho por 2, 3 ou quem sabe até mais para poder entrar em uma faculdade não somente federal não, porque até as particulares o nível pra entrar está muito alto pela concorrência, como entrar oriundo de uma escola pública deficiente como o Brasil? Como ficar 2, 3 ou até mais anos num cursinho integral, sim integral, porque cursinho noturno dificilmente te da base para ser aprovado em vestibular de medicina no Brasil e mesmo depois de ser aprovado, como pagar 4 mil de mensalidade, aí dizem, mas tem fies, pra conseguir fies basicamente você tem que ser miserável ou mentir muito, aí se você ganha algo que te põe fora das margens do fies, nada feito, então, querendo ou não amigos, não tem vaga pra todo mundo que quer fazer medicina no Brasil, o pior de tudo é ver quem não tem o menor dom conseguindo entrar, por ser filho de rico, ou buscando status, minha mãe foi vítima de médico aí no Brasil, resultado, faleceu, ela estava com aneurisma, eu sugeri que fosse aneurisma entre a família, o médico disse que era sinusite, minha mãe faleceu, hoje em dia eu processo o médico, o plano de saúde e o hospital, tinha tudo lá dentro pra um diagnóstico mais preciso, tomógrafo e etc, a tomografia só foi feito quando voltamos no mesmo dia ao hospital depois da liberação dela na primeira consulta, com ela já em coma, pergunta onde o médico é formado? NO BRASIL, então não me venham dizer que todo mundo que estuda na Bolívia é despreparado, tem gente boa e gente ruim em todo lugar, não venham pintar o Brasil como centro de referência porque não é, pode ser melhor que muito país da america latina, mas também deixa muito a desejar em muitos setores, tem que haver prova é geral, como me explicam que na prova voluntário do CREMESP o índice de reprovação seja de 54%??? EXPLICA ESSA CFM?? EXPLICA e olha que quem faz a prova é gente que acha que está bem para prestar uma prova hein, imagina quem corre dela, que nível que deve ser? PROVA GERAL para todos, a sociedade brasileira não pode contar com profissionais desqualificados sejam eles formados no Brasil ou fora, mas cadê deputado ou senador abraçar essa caus? Claro que não os filhos deles ou dos padrinhos políticos deles é que são médicos aí no Brasil em sua maioria né, aí ficam virando a metralhadora só para quem estuda fora, eu confio em mim, vou me formar aqui e voltar ao Brasil e fazer essa prova e passar eu não tenho a menor dúvida disso e VIVA A MEDICINA QUE EU TANTO AMO!

    ResponderExcluir
  124. Sou estudante de medicina da udabol, estou no ultimo ano da faculdade, em internato. Consegui um convênio no qual faço estágio em um hospital escola aqui no Brasil e estou completando a última rotação. Confesso a vocês que tive muitas dificuldades, mas todas foram sanadas a partir das dúvidas e práticas do dia a dia, e comparando aos alunos das faculdades particulares as dificuldades dos caros colegas não eram tão desproporcionais as minhas. E quanto ao internato na Bolívia, é tão bom quanto. Quanto a questão do revalida, concordo plenamente, desde que seja uma prova justa, econômica e acessível comparando ao que o Brasil oferece como conhecimento científico aos alunos formados no país. Sendo assim não formulando provas de nível específico ou com aptidão comparada a universitário de Harvard que não condiz com a carga de compêtencia que a medicina do país oferece. Então sendo assim, por favor CFM vamos formular exames condizente aos conhecimentos de um médico geral. Mas, infelizmente sabemos o próposito das entidades, que são restringir ao máximo o aumento do numero de médicos no país e a garantia dos altos sálarios pagos a sociedade médica.

    ResponderExcluir
  125. Pelo nível do seu português no comentário já imagino seu futuro como médica ispicialista em prástica do abidomi e lipuaspirassão.

    ResponderExcluir
  126. Carlos, gostaria de trocar idéias com você sobre o curso. Tenho experiências parecidas com as suas aqui no Brasil e penso em estudar na Bolívia. Agradeço se trocarmos e-mail.

    ResponderExcluir
  127. Minha filha estudou Medicina na faculdade no Reino Unido, se formou e ao voltar ao Brasil, ela revalidou o diploma.Fez a prova, e foi aprovada.Acredito que o esforço e a dedicação é o que faz o profissional.Enquanto muitos vão se aventurar e curtir, existem outros que se dedicam ao máximo.O bacana é a pessoa saber o que quer e onde deseja chegar.Existe no no Brasil faculdades caras, boas, não tão conceituadas.Não podemos julgar quem vai estudar fora.Quem optou por isso tem um propósito, e tudo na vida precisamos arriscar.Minha filha teve sorte.Foi estudar na Inglaterra desde os 14 anos, fez um intercãmbio,e o ensio médio por lá.E foi ficando, ficando.E conseguiu ingressar para o Reino Unido.Abriu mão de muitas coisas e agora será o momento de colher frutos.Se especializou, e se consagrar um bom profissional? só o dia a dia com tudo o que foi estudado, ensinado, pesquisado, vivido e a experiência.Bolívia, Inglaterra, Suíça etc... Países esses que estão de braços abertos a receber estrangeiros e acima de tudo pessoas que acreditam em um sonho.Sucesso a todos que almejam uma carreira de sucesso.Sucesso esse que só será alcançado se houver amor com a profissão...

    ResponderExcluir
  128. Caro?! Existem várias universidades públicas no Brasil. É só merecer que passa no vestibular.

    ResponderExcluir
  129. Falácia! Se a faculdade é ruim como se consegue uma boa formação? Se não tem conteúdo bom e nem professores bons? Para ter boa formação é necessário as duas coisas. Curso bom e aluno bom!

    ResponderExcluir
  130. esses cursos na bolívia jamais deveriam ter validade no Brasil.é evidente que esses estudantes possuem em mente "dar um jeitinho" pra o sonho de ser médico. se o curso na bolivia é bom, por que a preocupação no exame? a discussão de ter ou nao exame para os formandos no brasil, é outra discussão...

    ResponderExcluir
  131. médico boliviano é igual ipod do paraguai...

    ResponderExcluir
  132. ja que vc ama tanto, por que fazer medicina na bolivia? estudo 3 anos sem parar e passe em uma publica? ah, é mais facil ir pra bolívia, né?
    prefiro ter uma consulta no açougue do que com um médico boliviano..

    ResponderExcluir
  133. Cara pessoa que não se identificou, eu sou pobre, eu não sou filho de político, ou bandido brasileiro que pode me manter por 3 anos so estudando pra tentar entrar numa faculdade pública não meu filho (a), vc vive em que mundo? Você conhece a Bolívia? Você conhece onde eu estudo? Então para de falar merda, sai da asa do papai e da mamãe e vai ver que a vida é difícil companheiro, eu vou me formar aqui e vou ter prazer em voltar aqui e dizer que eu passei na prova ai, pq nao tenho medo de prova, me esforço, estudo, sou excelente aluno e sei mais que muito médico formado aí, agora eu não vou eh ficar decorando formulazinha de quimica e matemática pra entrar num vestibular comprado, viciado e desigual como eh o do Brasil, ve se acorda porque mesmo que houvesse chance, não tem vaga pra todo mundo estudar medicina no Brasil, sempre vai ter muita gente boa ficando de fora, você pelo jeito não sabe nada da vida. Quando vc adoecer vai no açougue então pq la deve ser mesmo o lugar pra tratar um imbecil, idiota como vc, o dia que conhecer alguem coisa da vida, vc me vai ver que o Brasil não é essa maravilha que vc acha nao ok, o Brasil pra ladrao, politico e pra que não le, vc com certeza se encaixa pelo menos nessa última categoria. E O DIA QUE VC QUISER DISCUTIR FISIOLOGIA, ANATOMIA, FARMACOLOGIA, SEMIOLOGIA OU PRÁTICA, EU ESTOU A DISPOSIÇÃO. ATT, EDSON EU NÃO ESCONDO MEU NOME.

    ResponderExcluir
  134. Pelo nível do português do Edson , com certeza ele não passou no vestibular...

    ResponderExcluir
  135. é lametável mesmo o que aconteceu com vc claudia, o mais lamentavel ainda é vc achar que no brasil as faculdades são diferente, não é não, são piores, espero q vc realiza seu sonho de ser medica ai, só assim vc vai percebe que nad muda, só o monopolio, sou enfermeira e tb tecnica em radiologia com muito tempo em hospital e pronto socorro da vida, e posso te dizer nunca trabalhei com medico bolivianos nem medico que se formaram fora do brasil, mas ja trabalhei muito com medico brasileiro e seio o qto eles estão pessimamente preparado, e digo foi isso q me motivou realizar meu grande sonho de ser medica, os meus conhecimentos pratico ja superam a teoria mas tenho que passar pela teoria e estou passando aqui e pode ter certeza não me decepcionei com o estudo mas sim com a falta de etica de estudante tirando fotos e etc....mas isso e suportavel, ja vi medicos no brasil fazendo pior com vivos e ja são formados.

    ResponderExcluir
  136. parabens para esse senhor ai que trabalha no correio e seus filhos fazem faculdade aqui na bolivia, vão ser otimos medicos, olha sou enfermeira e tecnica em radiologia ja tenho 40 anos, larguei tudo e vim fazer medicina deixei filhas e marido que estão ai torcendo por mim, olha não importa o lugar que vc for estudar se vc não estudar não vai aprender, e digo mais ja perdi as conta de medico que me pediram para eu mostrar fraturas em rx....e etc, medico muito ruim mesmo sem comentarios, e aqueles que não pergunta e eu via indo embora com braço quebrado, sem poder dar o diagnostico, pois não podiu se dissesse eu corria o risco de perde o emprego ou sofrer qualquer punição, eu sei que aquele paciente ia voltar em outro horario e orava pra ele ter sorte de ter um medico que conseguisse ver a fratura, passei muito por isso no brasil, e tem mais, tem medico tão cara de pau que dizia q não viu pq o raio x estava mau tirado rsrsr eu erahumilhada ainda e chamada de incopetente....olha os das faculdades publicas são os piores, eles não aceitam opinião e vivem quebrando a cara, os de escolas particulares são mais inseguros e as vezes da o braço a torce, e tem aqueles que em uma emergencia ou ate numa urgencia fica fingindo de desistendido e não corre pra sala de emergencia, esperando que outro medico chega primeiro...gente da bolivia ja vi de tudo em hospital, centro cirurgicos e prontos socorros...ficam tranquilos a gente vai ser melhor que muito se não que todos...hasta la vista baby!!! olha medicos do brasil diz que to mentindo rsrs eu não vou fazer isso, antes só tinha pratica e coragem...hoje tenho conhecimento(teoria).

    ResponderExcluir
  137. O sabichão, culto demais, eu além de saber muito bem meu idioma, sei muito bem Inglês e também Espanhol, o senhor quer conversar em qual deles? Não julgue as pessoas conheça-as, não julgue os cursos aqui, conheça-os, não ache que você está num centro de excelência porque não está, aqui e aí, existem problemas como em todo lugar no mundo, aliás onde mais você conhece além do Brasil? Para de preconceito bobo, vai estudar e não se preocupa comigo não, em breve eu estarei no Brasil como MÉDICO, e sabe porque? Porque realmente não passei no seu vestibular viciado e feito pra burguês, mas eu tenho uma coisa que você senhor Pablo e muito burguesinho que faz medicina não tem. Tenho DOM. Abraços e para de preocupar comigo, se você faz medicina, corre la pro atlas de anatomia e vai decorar osso vai.

    ResponderExcluir
  138. Espero , realmente, que você não volte. Vestibular foi feito para pessoas competentes, os fracos e incompetentes que se danem.
    Obs: seu português é ridículo!!! Se vc não sabe nem seu idioma, como fala espanhol e inglês?

    ResponderExcluir
  139. Que parte do meu português você não entendeu? O burro aqui é você que não consegue ler o que eu escrevo, ainda vou clinicar ai pertinho de você, vou fazer o toque retal em você, kkkkkk, frustrado, porque você está se incomodando tanto comigo? Se eu te incomodo tanto é porque não consegue digerir as verdades que eu falo, sem cultura, fraco, frustrado, ta precisando de psicotrópico ta? Babaca...

    ResponderExcluir
  140. sâo muitos comentarios a respeito do curso se medicina na bolivia,comecei a fazer medina no ano de 2001,me arrependi muito em ter deixado,dos 4 q foram comigo todos hoje tem o crm no brasil,tenho vontade de voltar a fazer,sei q o nível não é dos melhores,mais faculdade nçao faz vc ser o melhor profissional,Pitanguir iniciou medicina na bolivia,veja quem é ele hoje,eu sou formado em Enfermagem com 2 especializações,sei se um dia terminar medicina serei um bom médico,porque nao faço feio na pratica,isso seria um ponto importante,moro em Manaus,aqui na particular chega a ser 6,000 mil reais uma mensalidade na particular,isso é uma vergonha para os politicos Brasileiros,precisa q os reitores das faculdades da bolivia aceite as revalidações para os estudandes q são formados nos cursos da área de saúde,pois passa muito tempo para dá o resultado final,ainda cobra muito caro por esse processo final,e nuito das vezes os estudantes são inludidos q essa tal de convalidação justamente para eles passarem mais tempo na faculdade,por favor vamos respeitar amigos,digo irmão bolivianos por ser vizinho ao Brasil,rsrsrsr.

    ResponderExcluir
  141. Sou enfermeiro em Caarapó, trabalhei em Naviraí e Campo Grande-MS, trabalhei com vários médicos formados na Bolívia, eu disse vários médicos formados na Bolívia, são tão bons quantos os formados no Brasil, sem nenhuma diferença. A única diferença é que são humildes e tão bons quantos os formados na Universidade Federal. O que faz a diferença é o esforço pessoal. Sou formado em faculdade particular UNIDERP, e ja passei em 28 concursos. Sabe porque? PORQUE eu estudo. .

    ResponderExcluir
  142. TRABALHO A QUASE 19 ANOS NA ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE HOSPITAL PÚBLICO NO INTERIOR DE MT. SOFREMOS PRIMEIRO PORQUE NENHUM MÉDICO QUER MORAR EM PEQUENAS CIDADES, DEPOIS PORQUE A MAIORIA QUE SE INTERESSAM TRABALHAR SÃO INESPERIENTES E NEM MESMO UM PARTO NORMAL SÃO CAPAZES DE FAZER OU TEMEM QUALQUER COMPLICAÇÃO. TAMBÉM TENHO UM FILHO ESTUDANTE DE MEDICINA NA BOLIVIA –STA CRUZ- UDABOL, QUE CURSA O QUARTO ANO. NAS FÉRIAS PASSA O TEMPO TODO DE OBSERVADOR DOS MÉDICOS E PARTICIPA COMO TAL EM CIRURGIAS, PARTOS E TENHO RECEBIDO MUITOS ELOGIOS DO CORPO CLÍNICO DO HOSPITAL REFERENTE AO CONHECIMENTO E INTERESSE DELE. TAMBÉM SOFRO AO SABER DA DIFICULDADE QUE PASSAREMOS PARA REGULARIZAR ESSA SITUAÇÃO APÓS O TÉRMINO DO CURSO. ESTOU SEMPRE QUE POSSÍVEL EM STA CRUZ E VEJO O ESFORÇO DE MUITOS ESTUDANTES BRASILEIROS QUE QUEREM O MAIS BREVE POSSÍVEL TERMINAR O CURSO E TAMBÉM VEJO ALUNOS QUE NADA QUEREM, O QUE ACONTECERIA AQUI NO BRASIL TAMBÉM. CONHEÇO EXCELENTES MÉDICOS DO UDABOL, RESPONSÁVEIS E TRABALHADORES, SINTO ESSAS DUAS IRMÃS TEREM PASSADO POR TUDO QUE FOI RELATADO, MAS CONCERTEZA SE ESPERASSEM UM POUCO MAIS SABERIAM QUE BONS ALUNOS CHEGAM CEDO PARA MATRICULAR-SE COM BONS PROFESSORES PORQUE COMO AQUI NO BRASIL LÁ TAMBÉM TEM PROFISSIONAIS DESCOMPROMETIDOS. MEU FILHO FEZ ENEN E CONSEGUIU 860 PONTOS, MAS COMO NÃO ENTRA EM NENHUMA COTA ESTIPULADA PELO GOVERNO, QUANDO FOI CHAMADO JÁ ESTAVA NO 2º SEMESTRE E RESOLVEU FICAR POR LÁ. AOS PAIS QUE COMO EU TEM SEUS FILHOS NA BOLIVIA MEU FRATERNO ABRAÇO E A ESPERANÇA QUE JUNTOS MUDAREMOS A IDÉIA QUE O CRM TEM DOS NOSSOS FUTUROS MÉDICOS FORMADOS POR LÁ.

    CÉLIA

    ResponderExcluir
  143. pelo que eu vi a "denunciante" nem chegou a estudar e já se irritou. Falta-lhe conteúdo para lhe dar alguma razão!

    ResponderExcluir
  144. A paz do Senhor. Estou interessado em estudar medicina ma Bolívia, na UDABOL, gostaria de falar pelo face, com alguém que esteja estudando lá. abçs.

    ResponderExcluir
  145. Qualquer dúvida, Alcenir Secchi, por favor me adicione:
    http://www.facebook.com/MedicinaBoliviaRodrigoSilva
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  146. Se vc precisar de ajuda, moro em Santa Cruz e estudo na Udabol, não cobro pra ajudar, acredite é só mandar email que conversamos, será um prazer. machadoguerreiro@hotmail.com
    Edson

    ResponderExcluir
  147. A revalidacao e fundamental e deveria ser mais rigorosa, com exigencia de internato medico no Brasil, em hospitais capazes de oferecer atendimento medico moderno. A medicina nao deveria ser avaliada apenas por provas teoricas, mas por provas teoricas com alto nivel de exigencia e por avaliacoes praticas prolongadas. E uma profissao por demais seria para ser banalizada.

    Medicina e dificil. Deveria ser exercida por profissionais acima da media, e portanto deve ser necessariamente de dificil admissao. E muito dificil imaginar que uma faculdade como a Udabol, que admite por periodo mais de 500 alunos, consiga oferecer conteudo pratico e teorico de alto nivel, e tambem que esteja selecionando os melhores alunos.

    Quanto as faculdades brasileiras, sao em geral pessimas, e portanto os alunos brasileiros tambem precisariam passar por um processo similar e rigoroso para poderem exercer a profissao. Sao em media pouco melhores que as bolivianas, mas ao menos seus alunos, quando nao compraram vagas, passaram em algum vestibular.

    As faculdades publicas brasileiras sao melhores, enquanto ainda bastantevdeficientes, mas o processo seletivo rigoroso produz bons medicos.

    Argumentos quanto a bons medicos bolivianos nao sao inteiramente validos. Ha muitos, mas geralmente sao a elite boliviane, a semelhanca dos alunos da Usp ou unicamp. Nao sao representativos dos alunos brasileiros que estudam na bolivia, ou por carencia de recursos, ou ate por incapacidade de enfrentar o vestibular.

    Uma pessoa pode se formar numa faculdade como a udabol e se tornar um medico brilhante. Tenho certeza que ha muitos. Por esforco pessoal, assim como uma pessoa em harvard so se tornara um bom medico com o mesmo esforco profissional. Mas, por nao ter passado por um processo seletivo rigoroso, tera que provar mais a si mesmo e a sociedade.

    ResponderExcluir
  148. Obrigado a todos que estão preocupados com o nível do nosso estudo aqui na Bolívia. Sou estudante do 5to semestre da UCEBOL, e sinceramente sabendo o que passo me doe ter que "escutar" muitos comentários maldosos precitados. Sei o quanto é Difícil, e sei porque dou um duro danado pra conseguir estudar, mesmo aqui que dizem tão barato. Além de estudar tenho que cozinhar diariamente, duas vezes ao dia(para não pagar aluguel) e ainda trabalho aos fins de semana como cabeleireiro pra conseguir pagar todas as contas. tenho notas excelentíssimas, oriundas de muito esforço. Estou indo aos poucos acabando com minha saúde pra cuidar a alheia, e antes do dinheiro tenho amor pelo que estou sendo preparado pra fazer (medicina). Muitos formarão médicos, e a preocupação de todos deveria ser a de salvar vidas, porém estão mais preocupados em denegrir a imagem de tantos que sonham aqui na Bolívia. Convido humildemente aos que comentam maldosamente a passar um dia em minha rotina e garanto de entrada que não se aguentariam uma semana. No que diz respeito ao vestibular nunca prestei-o para Medicina, pois mesmo numa pública ai, com o custo de vida, inflação e etc. talvez ainda sim não conseguisse pagar e por esse SIMPLES motivo larguei minha faculdade de "zootecnia" na UFPB, a qual já estava encaminhado a um intercambio na Europa, e tudo para viver um sonho, estou vivendo e vencendo a cada dia, que vocês queiram ou não (desculpem o afronto). Sei do que sou capaz, sei o quanto estudo, e sei que essas quantidades me farão qualificado a exercer MEDICINA em qualquer lugar do mundo e tudo porque se trata de vida, e a respeito acima de tudo. Obrigado mais uma vez pelo preconceito que jogam sobre nós, a sua maldade converto em algo bom. Não me permito ser bom, ou mais ou menos, sou excelente e tudo para mostrar que podemos sim aqui na Bolívia ser bons médicos. Tudo que eu quero não é que vocês de pensamentos medíocres me acreditem como profissional, pretendo apenas servir a sociedade e de preferência a mais humilde como eu. Fico contente com um obrigado ao terminar meu trabalho. Vocês que tiveram "tudo" na vida, que estudaram nas melhores escolas, nunca aprenderão a disciplina mais importante da vida, respeito, e na melhor de sua vertente a gratidão. Estudem menos, se eduquem mais!
    Quando chegarem em casa e estiverem com a comida na mesa, a roupa lavada e com a única preocupação de estudar, lembre-se que além dessa nós ( e muitos ai) temos que nos preocupar com todas as outras. Lembrem-se muitos aqui estudam pra valer, e muitos de nós temos que escolher qual refeição fazer no dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tantos outros,que nao me disse nada,,,o seu me pareceu muito sincero,,a vida e assim, pra uns tendo tudo, nao possuem nada, e outros como vc tendo quase nada,e possuindo tudo,,pois o mais importante vc tem,, humildade,,e gratidao,,e forca de vontade,,,pra esse tipo de pessoas nao existe barreiras,,nao existe impossivel,,eu estou pesquisando pra ver pra onde vou,,e depois de ler seu cometarios me decidi,,,quero ti conhecer,,se vc permitir,,estou indo com muita fe,,pra Cochabamba,,talves a univalle,quero e vou ser medico,meu e.mail,jrdemoraes1@gmail.com,,grande abraco

      Excluir
  149. Eu estudo na bolivia realmente aqui o ensino nao tem muita qualidade, maus professores, maus alunos, compra de notas, venda de apostilas por troca de pontos, aulas superlotadas, mas um monte de coisa errada .... Vamos deixar de verborragia, REVALIDA !!!!!!!! REVALIDA!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  150. Thiago Martins Fernandes Vilela2 de maio de 2013 02:47

    Dr., com todo respeito, seu comentário nada mas confirma nossas suspeitas de que as opiniões formadas no Brasil sobre os cursos de medicina na Bolívia são vagas, generalizadas e desprovidas de conhecimento de causa. Estudo em Cochabamba, estou cursando o 9` período na universidade Univalle e para não mudar o foco da discussão e gerar outra polemica com os estudantes na Bolívia, me limitarei a dizer que a Univalle e uma das melhores faculdades da Bolívia e que definitivamente a Unifranz ou Franz Tamayo não esta entre elas.
    Diferentemente do senhor e da massa alienada que baseia suas opiniões e críticas em telejornais sem um pingo de credibilidade, eu sim tenho conhecimento de causa e posso fazer essa afirmação: A maioria das faculdades de medicina da Bolívia são de baixa qualidade (assim como no Brasil), e infelizmente a maioria esmagadora dos brasileiros que veem estudar medicina aqui tem pouca ou nenhuma base academia, com poucas chances de se tornarem bons médicos (assim como no Brasil). Uma triste realidade que NÃO pode ser distorcida e confundida com essa outra afirmação: "Todas as faculdades da Bolívia, e todos os brasileiros que vão estudar medicina na Bolívia são medíocres."
    Mas no fim, tudo e uma questão de opinião, e sempre há aqueles que seguem o pensamento da manada.
    Termino ressaltando que sou totalmente a favor do REVALIDA, não por causa da avaliação acadêmica dos formados, puff quem liga para isso? Não se esqueça que farei parte desse mercado seleto e tampouco quero velo saturado, afinal quanto menor a oferta maior a demanda!(Isso não foi sarcasmo) Viva a máfia branca. (Serio, sou economista, capitalista por definição)
    Aos estudantes e familiares lhes deixo essa mensagem:
    NUNCA se queixem da revalida. Nem de sua existência e nem de sua complexidade. Não se limitem a ser "como os formados no Brasil", se esforcem para serem melhores! A revalida será nosso troféu, um símbolo de que nossa escolha de vir estudar na Bolívia foi sabia e gratificante, já que fomos capazes de aprovar um exame que nem mesmo os excelentíssimos estudantes das faculdades brasileiras foram capazes de aprovar...

    ResponderExcluir
  151. Thiago Martins Fernandes Vilela2 de maio de 2013 02:53

    Sabias palavras...

    ResponderExcluir
  152. Sou Fernanda , advogada atuante no ramo de direito internacional e imigratório.

    Desta forma , entro em contato com você para colocar a sua disposição o meu trabalho como advogada e auxilia-lo no tramite de revalidação do seu diploma em território nacional.

    e-mail: fernandamanica@gmail.com
    Meu site é www. manicainternacional.com
    e o facebook é www.facebook.com/manicainternacional

    Saiba que a não revalidação do diploma estrangeiro de um cidadão brasileiro é ilegal e inconstitucional portanto temos argumentos de fato e de direito buscar a tutela jurisdicional.

    ResponderExcluir
  153. Sou Fernanda , advogada atuante no ramo de direito internacional e imigratório.
    Desta forma , entro em contato com você para colocar a sua disposição o meu trabalho como advogada e auxilia-lo no tramite de revalidação do seu diploma em território nacional.
    e-mail: fernandamanica@gmail.com
    Meu site é www. manicainternacional.com
    e o facebook é http://www.facebook.com/manicainternacional
    Saiba que a não revalidação do diploma estrangeiro de um cidadão brasileiro é ilegal e inconstitucional portanto temos argumentos de fato e de direito buscar a tutela jurisdicional.

    ResponderExcluir
  154. Sou Fernanda , advogada atuante no ramo de direito internacional e imigratório.
    Desta forma , entro em contato com você para colocar a sua disposição o meu trabalho como advogada e auxilia-lo no tramite de revalidação do seu diploma em território nacional.
    e-mail: fernandamanica@gmail.com
    Meu site é www.manicainternacional.com
    e o facebook é http://www.facebook.com/manicainternacional
    Saiba que a não revalidação do diploma estrangeiro de um cidadão brasileiro é ilegal e inconstitucional portanto temos argumentos de fato e de direito buscar a tutela jurisdicional.

    ResponderExcluir
  155. Sou Fernanda , advogada atuante no ramo de direito internacional e imigratório.
    Desta forma , entro em contato com você para colocar a sua disposição o meu trabalho como advogada e auxilia-lo no tramite de revalidação do seu diploma em território nacional.
    e-mail: fernandamanica@gmail.com
    Meu site é http://www.manicainternacional.com
    e o facebook é http://www.facebook.com/manicainternacional
    Saiba que a não revalidação do diploma estrangeiro de um cidadão brasileiro é ilegal e inconstitucional portanto temos argumentos de fato e de direito buscar a tutela jurisdicional.

    ResponderExcluir
  156. Fiquei um pouco em duvida, sobre a faculdade na Bolívia, gostaria de saber mais sobre as instituições de ensino. Por favor se alguém puder me ajudar a esclarecer tudo isso, me adicionem no Facebook https://www.facebook.com/biancahisabelly
    obg

    ResponderExcluir
  157. como federais vão ser ruim na bolivia, onde agente se entra fazendo prova... sim vcs foram para lá fazam prova para entrar nas faculdades federais, onde desde o primeiro ano tem contato com o paciente..

    ResponderExcluir
  158. Eu convido vcs conheram a faculdade de medicina da UNIVERSIDADE MAYOR DE SAN ANDRES, que fica em La Paz, é uma senhora faculdade, onde os médicos revalidaram o diploma de médico em diferente paises, incluindo Estados Unidos...

    ResponderExcluir
  159. Nossa que conversa fiada...rsrss
    Seu filho foi chamado para fazer medicina no Brasil e preferiu ficar na Bolívia?????Acredito...kkkkk
    Bem, para mim Medicina na Bolívia é uma porcaria, conheço pessoas que formaram faz tempo e não consegue revalidar o diploma.
    E os que conheço que foram estudar lá e que ainda estão lá são péssimos...Nunca quero ser atendido por eles...Deus me livre!

    ResponderExcluir
  160. Qdo saímos do nosso querido Brasil em busca do tao sonhado sonho de concluir uma faculdade, independente de qual seja, temos que fazer uma pesquisa profunda, embasada nao só em comentários de boca-a-boca, em menor valor de mensalidade. A "Claudia" cometeu um erro craxo... Buscou uma faculdade que cobrasse o menor valor possível em sua mensalidade. A UDABOL, bem como a UNE ( Universidad Ecológica) são universidades baratas e de um baixíssimo nível de qualidade em ensino. A UCEBOL é considerada uma faculdade de nível médio e a Universidad Católica possui doutores exemplares, que exigem um grande esforço dos alunos para que seja possível aprovar as matérias. Isso tendo colo exemplo somente a cidade de Santa Cruz de la Sierra. Existem sim faculdades de medicina medíocres em países latinos de língua espana, mas o Brasil tbm nao foge desta situação. Cada vez mais é noticiado a venda/compra de vagas em universidades particulares que ministram o curso de medicina, cada vez mais se ouve alar de médicos e enfermeiros, que possuem diploma BRASILEIRO e que cometem atrocidades com os pacientes, principalmente no serviço público de saúde. O que cabe a nós é mostrarmos nossa realidade a todos e nao a maquiarmos como se fossemos o país mais conhecedor e praticante da medicina. Apesar de nossa evolução "intelectual", estamos agindo como macacos que senta em cima do próprio rabo e ri do rabo dos outros.
    ACORDA BRASIL!!!!

    ResponderExcluir
  161. Renis Dias, parabéns pelo relato humilde e sincero.Vá em frente Deus te abençoe e lhe conceda vitòria.Precisamos de mais medicos formados na Bolivia ou na Argentina ou qualquer outro país, pois, eles assim como você sabem dá valor ao cargo, dispensará humildades aos pacientes.Vão mesmo para fora do Brasil, se formem, voltem e lotem os hospitais, atendam ao povo, promovam igualdade e dignidade.Os medicos aqui no Brasil estão se sentindo mais importantes que DILMA e se portam com tanta arrogancia, que as vezes imagino que nem sao humanos ( morrem? peidam?)DESCULPEM.FALEI! FLAVIA

    ResponderExcluir
  162. la mayoría de los brasileros que estudia en Bolivia es por que no tienen ese coraje para enfrentar las pruebas de ingreso en las universidades privadas entra cualquiera porque no hacen ninguna prueba, claro ellos vienen con dinero y eso es basta yo quiero ver si alguno entra a una universidad publica del estado ahí se sabe la capacidad enfrentando por eso es que las universidades del estado aprueba con esfuerzo no con dinero y después hagan este tipo de comentarios............... que debería tener un poco de personalidad en sus actos personas de bajos recursos económicos rinden la prueba porque se dedican y quieren ir adelante no comente este tipo de artículos primero piense que no todos se solidarizan con su fantasía

    ResponderExcluir
  163. Olá, eu sou brasileiro! Estou pensando em cursar medicina, na Bolívia. Se possivel gostaria de manter contato, para maiores informações. me add no face: euder_pereira@hotmail.com
    Obg!

    ResponderExcluir
  164. Amigo, liga não! com certeza deve ser um frustado ou filho de papai querendo zoar. Olha só, estou precisando de informações sobre as faculdades por ai, valores, do custo de vida no geral. Pois estou pensando em cursar medicina e dependendo desses dados vou tomar uma decisão. Se você puder me ajudar, eu agradeço!

    ResponderExcluir
  165. Meu amigo será um prazer poder ajudar, vc tem skype, posso te passar todas informações que necessita, me manda um email com seu skype ou conversamos por emal. ascleppio@gmail.com

    abraços

    Edson

    ResponderExcluir
  166. Disse tudo ,sem prosopopeias pra ninar bovino.

    ResponderExcluir
  167. Queridíssima,primeiramente gostaria de parabeniza-la,pela franqueza e palavras sabias,depois dizer que você de certa forma honra nosso pais na forma de conduzir sua vida,orgulha-nos pela coragem de deixar o conforto de seu lar,da presença insuperável de seus genitores e família,sei bem oque é o seu sofrimento ,já que tenho uma filha estudando e residindo em santa cruz,estive por varias vezes na Bolívia ,conheço bem a situação dos hospitais e universidades daquele pais,sou da área de saúde,e antes que algum idiota faça algum comentário,sou trabalhador da área de saúde e lido diretamente com pacientes em seus momentos maior sofrimento,vejo a luta de minha filha e lendo seus relatos ,me veio a mente todo o sofrimento dela ai na Bolívia.
    Fé tudo dará certo,estude e faça o revalida ,pois medico aprovado no dito exame..pode se intitular Dr,residencia será fichinha e não dependerá de esquemas,os formados aqui e que passam os dias nos botecos bebendo e curtindo outras coisas,pois pesam que o tempo de faculdade é o tempo de liberdade e tudo podem...não é.

    ResponderExcluir
  168. Eu estudo na Bolívia e não posso negar é uma merdaa!

    ResponderExcluir
  169. Eu sou Boliviano e naturalizado brasileiro de Mãe Brasileira , há 6 anos atras me mudei para a acidade de Curitiba-PR ,fiz o ensino medio aqui mesmo! Tentei medicina no terceirão e mais um ano de cursinho , passei pra segunda fasse na UFPR e fiquei na lista de espera em algumas privadas , mas não muito perto de ser chamado ,infelizmente!

    Então pensei, porque não voltar pro meu pais de origem e quem sabe até minha cidade (La paz) e ainda fazer medicina que era o curso desejado! Mas pensando friamente NÃO VALE a pena!! As unicas universidades boas que realmente valem a pena lá são a UMSA e UMSS ,porém são publicas e se eu as fizesse teria que provavelmente ficar na bolivia mesmo e ganhar mto menos do que um medico daqui , talvez tentar o revalida , mas a longo prazo n vale a pena é muto risco!
    As universidades privadas de lá são uma fabrica de diplomas de medicina , é um negocio realmente assustador.O simples fato de não existir meritocracia na hora de entrada no ensino superior nessas " universidades" privadas , UDABOL , ECEBOL ,ETC já diz mta coisa não é?

    Sim , eu vou tentar medicina novamente aqui no Brasil,(voltar não da, até talvez pra uma publica) , mas por enquato to fazendo Engenharia Civil numa Federal , mas no final do ano vou tentar de novo Medicina! !!Prefiro ser um boliviano estudando numa universidade brasileira , do que brasileiro numa universidade privada de lá!

    ResponderExcluir
  170. Senhor, tinha que ter ido estudar na Univalle

    ResponderExcluir
  171. ESSES ESTUDANTES DE MEDICINA DA BOLIVIA JA ESTÃO FAZENDO ESTAGIO ( ilegal claro ) NO INTERIOR DO PARÁ DURANTE PERIODOS LIVRES COMO FERIAS, ESTÃO PRESCREVENDO E FAZENDO PROCEDIMENTO E O CRM/PA NÃO SE MANIFESTA...SR. WALDIR CARDOSO OQUE O SR. ACHA DESSAS ATITUDES? AJUDENOS!

    ResponderExcluir
  172. ACREDITO QUE OS MEDICOS BRASILEIROS TAMBEM TERIAM QUE PASSAR POR UMA AVALIAÇÃO ASSIM QUE FORMADOS, PQ O QUE TEMOS DE AÇOUGUEIROS NESTE BRASIL E FORMADOS EM NOSSO PAIS MESMO QUE MEU DEUSSSSS

    ResponderExcluir
  173. Quero ir estudar na Bolivia com uma amiga.. espero que dê tudo certo...

    ResponderExcluir
  174. Discordo plenamente do depoimento acima citado, ,meu cunhado é médico formado na Bolivia, um excelente profissional diretor de um hospital, diretor de uma UPA e ainda trabalha como diretor da SAMU, eu também estou pretendendo ir para Bolívia realizar o meu sonho de me tornar medico e salvar vidas.. agora me pergunto porque será que não escolheram médicos brasileiros para ocuparem estes cargos?

    algém me responde


    alguém que estuda lá por favor me add no e-mail para trocarmos ideias : diego-santos96@hotmail.com, envie me um email informando .

    ResponderExcluir
  175. Sou de Rondônia ,tenho um convenio na Astir que é uns dos melhores convênios de porto velho, la tenho dois médicos estrangeiros um é meu cirurgião dentista que é cubano e o outro é meu dermatologista que é boliviano. Ambos se formarão em seus países de origem e são ótimos MÉDICOS! já me consultei com ambos. Também conheço mais de 1 parente do meu padrasto que trabalha no brasil como médicos tem a aprovação do conselho regional de medicina e são excelentes profissionais.
    se quizer entar em contato comigo meu facebook Lunna Dartiballe.
    Lunna Dartiballe

    ResponderExcluir
  176. Concordo plenamente com Mayara Mesquita! Eu sou Técnica de enfermagem no Brasil, e conheço muito bem o nível dos médicos que sai de algumas universidades Brasileira, não vou generalizar até por que entendo que o bom profissional não depende exclusivamente só das aulas teóricas, por que é na residência que o aluno aprende a ser médico... Meu filho concluiu o curso de medicina na Bolívia esse ano, eu quero que ele faça o internato lá, por que lá, os alunos aprendem ser médicos, eles trabalham, eles fazem todos os procedimentos que os médico fazem e saem médicos qualificados, O bom profissional é aquele que interessa pelo o saber, conhecimento e competência. Não importa em que país estudou, para isso tem o revalida e por que não aplicar para todos médicos inclusive os Brasileiros! Parem com essa discriminação gente, dê oportunidade para o profissionais trabalharem.

    ResponderExcluir
  177. Boa tarde Thais, tenho interesse em conhecer mais sobre a vida e estudo na UDABOL, tenho interesse em cursar na mesma, poderia por gentileza me passar seu e-mail ou skype para contato?

    ResponderExcluir
  178. Quem garante que essa carta e verdadeira?????????????????????????????????????????

    ResponderExcluir
  179. Pretendo cursar medicina na bolivia ano que vem, e tenho exemplo de dois familiares que atualmente estudam la!! então possa ser que seja mentira mais ninguem pode sair afirmando algo assim e dizendo que e verdade!!
    Ricardo Garoteiro

    ResponderExcluir
  180. Irei cursa Medicina na bolivia, esse depoimento acredito que é falso. pois os melhores medico são de lá. aqui no brasil custa muito caro cursar medicina

    ResponderExcluir
  181. Olá, eu sou o Sr. John Vonk, um emprestador empréstimo privado que dá empréstimos oportunidade de tempo de vida. Você precisa de um empréstimo urgente para pagar as suas dívidas ou você precisa de um empréstimo para melhorar o seu negócio? que tem um mau crédito ou que necessitam de dinheiro para pagar as contas, a investir em negócios a uma taxa de 2%. Então, entre em contato conosco hoje pelo e-mail:

    (financialglobaltransformation@gmail.com).

    neste exato momento eu não iria colocar uma culpa em você para a razão que você não teve a oportunidade de testemunhar ou ouvir o testemunho de meus clientes. Eu sou um homem de minhas palavras e eu não me gabar com o que eu tenho feito para organizações, empresas e indivíduos. Agora você tem a oportunidade de uma vida para beneficiar de um programa de mudança de vida. Esta temos que colocar no lugar para ajudar pessoas de todo o fundo mundial de seus projetos, pagar dívidas, revive empresas ETC. e temos feito com sucesso assim tão longe nestes poucos anos. Com tudo o que disse agora, a escolha é sua, no momento de qualquer benefício a partir do programa ou assistir a oportunidade de uma vida passar por você.

    ResponderExcluir
  182. Olá sou deputada, Louis Sonia Am um emprestador empréstimo legítimo e confiável dar empréstimos
    em um termos e condições claros e compreensíveis na taxa de juros de 2%. de
    USD 12.000 dólares para 8000 mil dólares, euros e libras somente. Eu dou a empréstimos de negócio,
    Empréstimos pessoais, empréstimos estudantis, empréstimos de carro e empréstimos para pagar as contas. Se você
    precisa de um empréstimo que você tem a fazer é para você entrar em contato comigo diretamente
    em: louissonia1986@hotmail.com
    Deus Te Abençoe.
    Atenciosamente,
    Mrs Sonia Louis
    Email: louissonia1986@hotmail.com


    Nota: Todos resposta deve ser enviada para: louissonia1986@hotmail.com

    ResponderExcluir
  183. Olá,

    Você está procurando um empréstimo de negócio, empréstimo pessoal, empréstimo casa, automóvel
    empréstimo, empréstimo de estudante, empréstimo de consolidação da dívida, empréstimo sem garantia, empreendimento
    de capital etc ... ou você foi recusado um empréstimo por um banco ou qualquer financeiro
    instituição de um ou mais motivos. Você está no lugar certo para
    suas soluções de crédito! Eu sou um credor privado, eu conceder empréstimos para
    empresas e indivíduos a uma taxa de juros baixa e acessível de
    3% de juros. Contacte-nos através do email: bnunoloans@yahoo.com

    FORMULÁRIO DE PEDIDO DE EMPRÉSTIMO.

    Seu Nome Completo:
    endereço:
    país:
    Estado:
    Montante do empréstimo:
    Sexo:
    Empréstimo Duração:
    Número De Telefone:
    Fax:
    Renda mensal:
    Data específica você precisa do empréstimo:

    NOTA: Este são necessários antes que possamos prosseguir com
    a transação do empréstimo aprovado.

    lembranças
    Sr. Berry

    ResponderExcluir
  184. Olá,

    MINHA CONTA MAIS AGRADECIMENTO AO CRÉDITO DA EMPRESA por favor enviar e-mail: billbrooklyloans@yahoo.com
    Requerentes de empréstimo, querida, eu sou o Sr. Carlos Caçador de Estado Unidos da América (EUA) i foram à procura de um empréstimo por mais de dois anos e todos os credores que eu tenho entrar em contato com me arrancar mais de US $ 3.300,00, eu pensei que não há nenhuma maneira i pode obter um empréstimo on-line não se até o dia um amigo meu chamado James Butler me dirigir a um emprestador empréstimo legítimo e verdadeiro chamado BILL eMPRÉSTIMOS empresa que me emprestar um empréstimo de US $ 75.000,00, sou um homem feliz hoje e eu prometo a minha auto que eu vou continuar a postar on-line sobre a única coisa boa que BILL eMPRÉSTIMOS empresa tem feito na minha vida e na vida da minha família, se você precisa de um empréstimo contatá-los hoje (billbrooklyloan@yahoo.com) que o bom Deus abençoe BILL empréstimos Companhia e sua empresa Peço a Deus dar-lhes o espírito para continuar com a sua generosidade, muito obrigado por dedicar seu tempo para preparar minha história

    ResponderExcluir
  185. Olá,
    Todo mundo estou tão feliz que dá para fora o meu grande testemunho de como eu tenho o meu valor do empréstimo desejo do Sr. Franklin Osayande Scott empréstimo empresa, eu quero usar rapidamente esta oportunidade para deixar o mundo inteiro saber disso, sou deputada Ann Maxwell de EUA, eu estava em busca de um empréstimo para iniciar o meu próprio negócio em apoio do meu marido sobre as despesas dos miúdos assim que eu fui em linha à procura de empréstimo quando me deparei com alguns credores que enganam e enganado o meu pouco dinheiro naquele processo do tempo eu fiquei confuso i nem sei mais o que fazer, porque o pouco dinheiro que eu estava tendo comigo foi levado por aqueles bastardos fraudulentos que chamam a si mesmos credores empréstimo real, por isso em um dia fiel como eu estava navegando pela Internet à procura de trabalho me deparei alguns testemunhos comentados no fórum por um deputado Andrew Fred, ea senhora deputada Monica Luis em como eles recebem o seu empréstimo do Sr. Franklin Osayande Scott Loan Company Email: franklinosayandescott@gmail.com Então eu disse a mim mesmo que eu devo dar a este um julgamento porque i estava tão assustada sobre o que os outros credores fez para mim, então eu fui em frente tomou o seu endereço de e-mail pessoal que estava na esses comentários no fórum, então eu contactado-lo informando-lhe que eu estava arbitrou a ele por alguns clientes que receberam seu empréstimo de sua empresa, o Sr. Andrew Fred, ea senhora deputada Monica Luis, Então, quando soube que ele estava muito feliz com isso, então ele me que estou no direito empresa garantiu onde eu posso receber o meu desejo montante do empréstimo, eles me deram o empréstimo mutuário formulário de candidatura para preencher e devolver, eu fiz tudo isso, deu-lhes toda a minha informação necessária é sobre mim, então eu estava dado os termos e condições de sua empresa tudo correu bem, sem qualquer demora, em não menos de 24 horas I foi informada que o meu empréstimo soma válida de € 6.000.000 foi registrado e aprovado pelo seu conselho de concessão de empréstimos de trustee, Então, nesse processo do tempo eu estava tão feliz quando me disseram que eu deveria enviá-los por dados bancários, mas eu estava pouco cético de fazer isso assim que eu disse i ter confiança e acreditar para este credor chamar Sr. Franklin Osayande Scott, eu lhes deu por conta bancária tão surpreendentemente i receber e alerta do meu banco que minha conta foi creditada com a soma de 6.000.000 € do Sr. Franklin Osayande Scott, WOW .. eu quase desmaiei, então eu urgentemente e-mail dele que eu tenho receber o meu empréstimo com sucesso, Então meus queridos irmãos e irmãs lá fora, ainda à procura de empresa de empréstimo genuína eu vou aconselhá-lo a entrar em contato com os nadadores Sr. Franklin Osayande Scott com este mesmo FACEBOOK: Franklin Osayande Scott , E-mail: franklinosayandescott@gmail.com e eu sei que ele também irá ajudá-lo com o montante do empréstimo desejo bem, Email-los hoje e você será feliz que você fez.

    ResponderExcluir
  186. Olá,
    Todo mundo estou tão feliz que dá para fora o meu grande testemunho de como eu tenho o meu valor do empréstimo desejo do Sr. Franklin Osayande Scott empréstimo empresa, eu quero usar rapidamente esta oportunidade para deixar o mundo inteiro saber disso, sou deputada Ann Maxwell de EUA, eu estava em busca de um empréstimo para iniciar o meu próprio negócio em apoio do meu marido sobre as despesas dos miúdos assim que eu fui em linha à procura de empréstimo quando me deparei com alguns credores que enganam e enganado o meu pouco dinheiro naquele processo do tempo eu fiquei confuso i nem sei mais o que fazer, porque o pouco dinheiro que eu estava tendo comigo foi levado por aqueles bastardos fraudulentos que chamam a si mesmos credores empréstimo real, por isso em um dia fiel como eu estava navegando pela Internet à procura de trabalho me deparei alguns testemunhos comentados no fórum por um deputado Andrew Fred, ea senhora deputada Monica Luis em como eles recebem o seu empréstimo do Sr. Franklin Osayande Scott Loan Company Email: franklinosayandescott@gmail.com Então eu disse a mim mesmo que eu devo dar a este um julgamento porque i estava tão assustada sobre o que os outros credores fez para mim, então eu fui em frente tomou o seu endereço de e-mail pessoal que estava na esses comentários no fórum, então eu contactado-lo informando-lhe que eu estava arbitrou a ele por alguns clientes que receberam seu empréstimo de sua empresa, o Sr. Andrew Fred, ea senhora deputada Monica Luis, Então, quando soube que ele estava muito feliz com isso, então ele me que estou no direito empresa garantiu onde eu posso receber o meu desejo montante do empréstimo, eles me deram o empréstimo mutuário formulário de candidatura para preencher e devolver, eu fiz tudo isso, deu-lhes toda a minha informação necessária é sobre mim, então eu estava dado os termos e condições de sua empresa tudo correu bem, sem qualquer demora, em não menos de 24 horas I foi informada que o meu empréstimo soma válida de € 6.000.000 foi registrado e aprovado pelo seu conselho de concessão de empréstimos de trustee, Então, nesse processo do tempo eu estava tão feliz quando me disseram que eu deveria enviá-los por dados bancários, mas eu estava pouco cético de fazer isso assim que eu disse i ter confiança e acreditar para este credor chamar Sr. Franklin Osayande Scott, eu lhes deu por conta bancária tão surpreendentemente i receber e alerta do meu banco que minha conta foi creditada com a soma de 6.000.000 € do Sr. Franklin Osayande Scott, WOW .. eu quase desmaiei, então eu urgentemente e-mail dele que eu tenho receber o meu empréstimo com sucesso, Então meus queridos irmãos e irmãs lá fora, ainda à procura de empresa de empréstimo genuína eu vou aconselhá-lo a entrar em contato com os nadadores Sr. Franklin Osayande Scott com este mesmo FACEBOOK: Franklin Osayande Scott , E-mail: franklinosayandescott@gmail.com e eu sei que ele também irá ajudá-lo com o montante do empréstimo desejo bem, Email-los hoje e você será feliz que você fez.

    ResponderExcluir
  187. Atenção a todos os requerentes de empréstimo !!
    Olá,
    Você precisa de um empréstimo?
    Você está interessado em obter qualquer tipo de empréstimo? Você está financeiramente preocupado?
    Se sim, entre em contato conosco agora via empresa endereço e-mail: klarabannyfinance@yahoo.com:
    Estamos ao seu serviço.
    Cumprimentos,
    Klara Banny
    Gerente em cooperação

    Contato: klarabannyfinance@yahoo.com: para o seu empréstimo hoje, estamos ao seu serviço.

    ResponderExcluir
  188. Olá,

    Você precisa de um empréstimo? Você está interessado em obter qualquer tipo de empréstimo? Ou você está financeiramente preocupado ?. Você tem uma dívida para pagar? Nós dar empréstimos a qualquer parte do mundo. Nossas taxas de juros do empréstimo é de 3% ao anular com uma duração negociável, independentemente da localização ou estado de crédito. Para obter um empréstimo hoje Contacte-nos via e-mail Empresa Endereço em: klarabannyfinance@yahoo.com

    NOTA: Nós dá a mínima de 2.000,00 US DÓLARES / EURO a um máximo de 200.000.000,00 US DÓLARES / EURO, ETC Um pedido de empréstimo deve ser declarado em dólares ou euro e qualquer outra moeda utilizada.

    Requerentes de empréstimo interessados ??devem preencher o formulário de Pedido de empréstimo abaixo para aprovação ..

    (MUTUÁRIOS INFORMAÇÃO)
    Nome Completo: ......................
    AGE .............................
    ESTADO CIVIL ..................
    Endereço De Contato: ................
    País .........................
    Estado ........................
    Telefone: ..........................
    O Email: ..........................
    Ocupação: .....................
    Renda Mensal: .................
    Religião: .......................
    Next of Kin: ....................
    (Informações de empréstimo)
    Montante necessário como Empréstimo: ..........
    Empréstimo Duração: ..................
    Colateral: .....................
    Você já pediu um empréstimo antes? .............
    Meio de pagamento: mensal ou anual? ..............
    Você fala Inglês ou ouvir? ........................

    Graças enquanto aguardamos a sua rápida resposta

    Cumprimentos.
    Klara Banny
    Gerente em cooperação

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps