quarta-feira, 16 de maio de 2012

Nota pública da AMERESP sobre assédio moral e violência contra a mulher na residência médica

A violência contra a mulher médica residente é algo extremamente frequente em muitos programas de residência. É inadmissível (e crime) a discriminação contra a mulher médica residente que ocorre principalmente em programas tradicionalmente com pouca presença feminina. A AMERESP tem recebido várias denúncias de médicas residentes que são perseguidas e assediadas por seus supervisores e preceptores.


 Os relatos das residentes são revoltantes, e possuem vários elementos em comum: tratamento diferenciado e depreciativo, punições imotivadas e desproporcionais, desrespeito pelas Comissões de Residência Médica (COREME's) das leis e normas da residência médica, dos ritos administrativos do serviço público, e dos direitos constitucionais das residentes - que incluem a dignidade da pessoa humana, a presunção de inocência e o direito a ampla defesa.


 As denúncias carregam fortes indícios de assédio moral, e incluem outros crimes: negar às residentes acesso a documentos públicos, como notificações por escrito das punições (expondo o motivo) e as atas das reuniões COREME's em que foram julgadas, e a depreciação pública das residentes a partir de informações de processos que exigem sigilo, como processos de natureza ético-profissionais.


 A AMERESP não aceitará tais arbitrariedades. Combateremos aqueles que naturalizam a violência e dizem que "a residência médica é assim mesmo". Temos sistematicamente encaminhado à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), instância máxima de regulamentação e fiscalização dos programas de residências médicas de todo o país, as denúncias que, após apuração, consideramos procedentes. Mas isso não parará por aí. 


 Tais denúncias carregam fortes indícios da existência de crimes, além de infrações éticas. Portanto, serão encaminhadas ao Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) e ao Ministério Público. Conclamamos todas as entidades médicas (sindicatos, sociedades científicas, associações de especialidades, conselhos e academias), universidades e toda a sociedade brasileira a que nos apoiem nessa luta.


 São Paulo, 16 de maio de 2012.



Fonte: AMERESP        

P.S. Aproveito para divulgar o site "Assediados" onde vítimas podem compartilhar suas experiências e ter apoio para resistir.

3 comentários:

  1. Osvaldo da Silva Peixoto17 de maio de 2012 05:42

    O assédio moral nas relações de trabalho (AMT) é algo nefasto e totalmente abominável, leva ao sofrimento e agravos , principalmente da saúde mental. Para se combater esse fenômeno tão cruel o trabalhador precisa conhecê-lo para enfrentá-lo. Pouco se conhece sobre o AMT, portanto há necessidade de se promover amplas discussões sobre o tema em todos os segmentos da sociedade, inclusive nas academias. Sou entusiasta do assunto, tenho alguns artigos publicados sobre o AMT. Recomendo lerem um dos poucos trabalhos de AMT na academia da região norte desse país, de autoria da Profa. Dra. Ivonete Vieira Pereira (tese Doutorado UFRJ/UEPA).
    À dispoisção para participar de discussões e consultoria sobre o AMT.

    Att.
    Osvaldo Peixoto
    Médico do Trabalho
    Coordenador Saúde do Trabalhador do Hosp. Clínicas "Gaspar Vianna" Belém. Pará
    ospeixoto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Salve, Osvaldo!

    Você poderia me encaminhar um artigo para eu publicar no Fala Médico, o Blog da FENAM?

    Este tema é de extrema importância. Bom saber que vc é especialista na área.

    Abs,

    ResponderExcluir
  3. Conheça e faça parte do blog “Assediados”.
    www.assediados.com
    Um espaço onde vítimas de assédio ou dano moral podem relatar suas histórias, compartilhar experiências, e buscar caminhos para tornar o ambiente de trabalho um espaço seguro, onde seres humanos sejam tratados com o respeito e a dignidade que merecem. Um espaço onde você encontrará informações atualizadas sobre Assédio Moral no trabalho.
    "Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps