quinta-feira, 10 de maio de 2012

REVALIDA pode se transformar em lei

O Senador Paulo Davim (foto) do PV/RN deu entrada em um Projeto de Lei do Senado, PLS 138/2012, que Institui o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por universidades estrangeiras. O objetivo é subsidiar os procedimentos conduzidos por universidades públicas, nos termos do art. 48, § 2º, da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. A iniciativa atendeu solicitação das entidades médicas nacionais (FENAM, CFM e AMB) através da Comissão de Assuntos Políticos (CAP) que é coordenada pelo Conselhero Federal Alceu Pimentel. Participei desta exitosa articulação como integrante da CAP.


O REVALIDA é um processo de revalidação de diplomas médicos obtidos no exterior elaborado e coordenado pelo INEP e aplicado com o acompanhamento das entidades médicas nacionais. A iniciativa de articular a transformação do REVALIDA e lei foi maturada nas entidades nacionais em discussões bastante aprofundadas. O risco de mudanças no excelente processo de avaliação que é o REVALIDA é grande, afinal, na tramitação do projeto no Congresso Nacional outros interesses podem se manifestar. Entretanto, a quantidade de iniciativas deletérias à qualidade do processo de revalidação, particularmente, o PL da Senadora Vanessa Grazziotin (PC do B/AM) fizeram com que as entidades optassem pela via parlamentar. O PL da Senadora, simplesmente, torna automática a revalidação. A tramitação do PLS do Senador Paulo Davim vai propiciar um debate sobre a qualidade do processo de revalidação e a sua importância para a sociedade. Além disso, como o governo poderá se opor à legalização de um processo que foi instituído por portaria de dois Ministérios (Saúde e Educação)? Leia o projeto na íntegra.


O Senador Paulo Davim é médico cardiologista e intensivista e tem atuação próxima ao  Sindicato dos Médicos do RN, Associação Médica do Estado e também com a Federação Nacional dos Médicos, Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira. Fundou e presidiu a Sociedade Norte-rio-grandense de Terapia Intensiva. Foi a partir de suas atividades profissionais e políticas que o Senador Paulo Davim ganhou o respaldo dos colegas pra se inserir na macro-política, como representante dos médicos em seu Estado. Hoje é um dos parlamentares que as entidades médicas nacionais têm como referência no Senado da República.  

19 comentários:

  1. [...] às 0:04 | Publicado em Movimento médico, Waldir Cardoso | Deixe um comentário Tags: 138, 2012, Davim, diplomas, do, estrangeiras, ESTRANGEIRO, fora, Lei, país, Paulo, PL, PLS, [...]

    ResponderExcluir
  2. Minhas sobrinhas estão concluindo medicina em cuba, estou feliz por esta iniciativa, que haja realmente mais empenho em facilitar este processo de revalidação, pois sabemos a importância da valorização e reconhecimento daqueles que estão,lÁ FORA buscando qualidade de vida para si e para nosso país, que é lindo demaissss e precisa ser bem cuidado, nós o povo, agradecemos desde já.Brasil mostra a tua cara!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria que vocês desses suas opiniões sobre um assunto polêmico, que todos já conhecemos!
    Por me sinto humilhado, sinto que fazem sacanagem com minha inteligência, que brincam com meu entendimento de mundo, de vida, de moral, de coesão e do que é certo ou errado.
    Não entendo até agora porque os conselhos de medicina e alguns parlamentares, despreparados, mal orientados e manipulados pela opinião das máquinas corporativas que são os conselhos de medicina do Brasil, empresários e faculdades de medicina do Brasil, ficam levando falsas mentiras em reuniões, publicações, audiências públicas e inúmeras outras que encontram para enganar as pessoas e fazer uma lavagem cerebral com mentiras e hipocrisias.
    Isso é um afronto a inteligência humana é uma covardia que se faz a pessoas que pensam por si só, que não precisam ser enganadas por mentiras.
    Porque esses corporativistas pervertidos, da alma humana, não explicam porque eles enxergam somente os profissionais formados no exterior como uma ameaça a população brasileira, porque eles não explicam porque eles não acham que os médicos formados no Brasil são perfeitos e não estão passiveis de erros, igual a qualquer outro médico em qualquer parte do mundo, porque não explicam a vergonha do exame do CREMESP, porque não explicam porque são contra a um exame único nacional, na verdade nem cogitam o assunto, esse assunto não existe para eles, porque esses conselhos forjado no sangue das pessoas pobres e humildes é que mantém o status de deuses desses hipócritas de jaleco branco, que escondem sua fome de dinheiro por detrás dos estetoscópios, que usam a maquina a favor próprio e não do bem comum da população.
    Porque falam descaradamente sem nenhuma vergonha na cara, que temem pelo bem estar e a saúde da população, mas se isso fosse verdade eles fechariam o cerco de todos os lados contra todos e qualquer médico que fosse um perigos para esse povo sofrido.
    Vocês já viram trancar as portas e deixar as janelas abertas e falar que a casa está protegida? Pois é! É isso que estão fazendo, fechando as portas para os médicos formados no exterior e deixando as janelas para os médicos mau formado no Brasil entrar.
    A população não importa, o que importa é quem paga a conta no fim do mês nas faculdades caras, nos cursinhos caros, o que importa é quem alimenta essa fome insaciável de dinheiro que são esses organismos médicos do Brasil, esses empresários que só pensam em interesse próprio.
    Brasil, se esse discurso de proteção fosse verdade, eles tinham que proteger de todos os lados, porque quando você protege uma casa, você tranca as portas e as janelas.
    Se entra médicos brasileiros formados no exterior com formação duvidosa o Brasil está no mesmo caminho, ele forma médicos com formação duvidosa também, porque existe provas disso, uma delas é o exame do CREMESP.
    Vamos proteger, mas vamos proteger de todos, brasileiro formados no Brasil e no exterior.

    Exmo Senador, porque você não envia um projeto de lei para que seja a favor de um exame único nacional para qualquer pessoa que queira praticar medicina no Brasil. Faça igual a OAB, faça um filtro geral, independente de onde se formou o candidato é uma ação mais realista da situação, porque essa de fazer o revalida só para os extranjeiros não passa de uma manobra corporativista, não vai proteger de verdade a população contra os médicos mau formado no Brasil.
    Seja coerente e faça a coisa certa, incentive um exame unico nacional.
    Ai sim seu esforço será por uma causa justa, será a favor do povo, porque essa só a favor do revalida é um confronto a globalização é preconceituosa e muito pré-potente. Porque os que formam no Brasil, muitos continuaram a lesar o povo.

    ResponderExcluir
  4. ACREDITO QUE TODOS OS MEDICOS DEVERIAM SIM PASSAR POR UMA PROVA DE APTIDÃO COMO OS ADVOGADOS, NÃO IMPORTANDO SUA ORIGEM, QUEM SABE ALGUNS DESCALABROS TAMBEM APAREÇAM!!!!

    ResponderExcluir
  5. Pablo, tem que revalidar. Lutamos para que o processo seja acessível a todos os diplomados no exterior. Mas tem que se submeter à prova.

    ResponderExcluir
  6. Sim, mas a prova será para todos?..porque é isso que o colega se referiu no seu texto. Porque so a OAB? Porque só os medicos que vem de fora?

    ResponderExcluir
  7. Eu concordo com o Projeto de Lei do Roberto Requião.
    Me parece um texto justo.
    Esse me parece só mais um discurso de "Medicos " que acham que os brasileiros sao os melhores e que nao necessitariam de passar pelo mesmo filtro.

    ResponderExcluir
  8. IMAGINE VCS SE OS MÉDICOS FORMADOS NO BRASIL TIVESSE QUE FAZER UMA PROVA COMO A OAB PARA CONSEGUIR O CRM AI SIM QUE IA VER FALTA DE MÉDICOS. POIS TEMOS MUITOS MÉDICOS QUE PARA SER RUIM PRECISA MELHOR MUITO...

    ResponderExcluir
  9. gostaria que essa lei vigore pois tenho 2 filhos medicos que são exelentes medicos não perdem nada absolutamente para os que se formam aqui no brasil e formaram CB Bolivia. podem ate pergutarem porque foram para la? não tinham dinheiro para pagar um curso tão caro so ricos podem pagar de um sitio com cultivo de cereais ja mais se costeia um filho para fazer medicina e este final de ano vem mais dois um filho e uma nora e precisam revalidar e trabalhar urgente o pai dela esta a beira da morte e ele perdeu o pai no meio do curso e eu estou com75 anos coração funcionando precariamente com marca-paço espera que Deus me ajude ter vida ao menos a satisfação de ver meu filho trabalhando na falta do pai que ele lamenta não ter esperado .eu poça estar la nem que seja apenas por um minuto ........

    ResponderExcluir
  10. E ALARMANTE A SITUACAO DA REVALIDACAO UM MEDICO BOLIVIANO VAII PARA CUBA QUANDO RETORNA EM 6 MESES DE TRABALHO PRATICO SUPERVISIONADO E VARIAS AVALIACOES POR OUTROS PROFISSIONAIS MEDICOS TEM SEU CRM BOLIVIANO E AQUI NO BRASIL VERGONHOSAMENTE PASSAMOS O MESMO QUE UM EXTRANGEIRO PASSA QUE VERGONHA,REVALIDA NAO PROVA CAPACIDADE 4 HORAS DE PROVA PARA AVALIAR 6 ANOS DE MUITA PRATICA E ESTUDO,MEDICINA E PRATICA NAO TEORIA ESTAMOS REVOLTADOS COM TODA ESSA SITUACAO QUE NOS CERCA E LAMENTAVEL A SITUACAO UM PAIS QUE FALTA MEDICOS OUTRA CRM NAO PROVA CAPACIDADE DE NINGUEM AFINAL AS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS ESTAO SUCATEADAS ,A PRESIDENTA TINHA QUE BAIXAR UM DECRETO DE LEI QUE FOSSE POSSIVEL ATUAR SOB SUPERVISAO DE PROFISSIONAIS NA PRATICA POR UM PERIODO DE 6 MESES A HABILIDADE MEDICAS DE QUEM FORMA FORA E NAO DEIXAR AS PESSOAS A VER NAVIOS MAO DE OBRA QUALIFICADA HA O QUE NAO HA E SERIEDADE NA HORA DE COLOCAR EM PRATICA.
    LAMENTAVEL O QUE ESTAMOS VIVENDO..ORDEM OU DESORDEM NACIONAL

    ResponderExcluir
  11. Estou na mesma situação com o meu filho que teve de deixar o seu País para realizar seu sonho de se tornar medico no País vizinho a Bolivia e lá com muita luta e sacrifício ele conseguiu se formar e agora voltando para o seu Paí Brasil e não pode seguir sua profissão porque novamente o seu País continua negando uma chance de mostrar que ele foi para fora e estudou e pode ser um excelente medico.
    Falam que o ensino de outro País é precário e não confiável, no meu ver a anatomia humana não deferem de país, o que estuda aqui é o mesmo que estuda no outro país,pode sim mudar as doenças ( epidemiologia ) de cada lugar, que não é motivo para rejeitar o estudante que estudou fora.

    ResponderExcluir
  12. Dane-se com o que voce concorda. Nao entende nada de medicina e muito menos das condições sociais. Quanto as mães que defendem seus filhos que estao na Bolivia, aqui vai a realidade, mãe de bandido tambem defende eles.
    Cursei medicina no Brasil, porquê estudei MUUUUUUITOOOOOOOO. E seus filhos ? sairam do ensino médio, mas estudaram ? mereciam uma vaga ? Nao!
    Entao, senta e chora. Se nao conseguem revalidar, é porquê não tem competencia para isso.

    ResponderExcluir
  13. Porque nao ha processo seletivo.Simples, pode-se matricular qualquer um desde que tenha concluido ensino médio. Ja foi relatado que conseguiram matricular, semi analfabeto com diploma falso de ensino medio na Bolivia.
    Qual a diferença dos que nao passam no vestibular e vao pra la ? NENHUMA.
    Tudo fugindo.

    ResponderExcluir
  14. Vergonhoso eh voce com seu argumento pifio. Passamos 2 anos sobre avaliações constantes, provas orais, escritas e praticas. Coisas que voces nao sao capaz de respoder numa prova, respondemos facilmente. Nossas provas tem cerca de 60-200 questoes. Prova de residencia, beira 120 questoes, com prova pratica e oral.
    Se não aguenta tudo isso, deveriam desistir, ou ir pra um lugar mais facil de exercer medicina, como a Bolivia, onde qualquer um vai.
    Eu passei num vestibular com 70 candidatos por vaga, proveniente eu, de uma escola publica! Filho de faxineira e caminhoneiro. Entao nao me venha falar de falta de condições!

    ResponderExcluir
  15. REVALIDA DEVE VIRAR LEI E DEVE HAVER SIM UM EXAME SEMELHANTE AO DA OAB PARA EXERCICIO DA MEDICINA.... O FATO DE SE FORMAR NO EXTERIOR NÃO DESMERECE, MAS EM QUALQUER PAIS, SE UM BRASILEIRO QUER EXERCER A MEDICINA, TERA QUE PRESTAR PROVA, POR QUE AQUI TEM QUE SER DIFERENTE? SE SE FORMOU EM FACULDADE EXTRANGEIRA TEM QUE FAZER PROVA PARA REVALIDAÇÃO, COMO NOS ESTADOS UNIDOS, CANATA, FRANCA, ITALIA INGLATERRA... NÃO EH INVENÇÃO DE BRASILEIRO...

    ResponderExcluir
  16. Maria Elizabeth Difini20 de maio de 2013 07:17

    Estive olhando a prova do Revalida de 2011!Sou Ginecologista formada há 26 anos!!Fiz 3 anos de Residencia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre!!Posso afirmar sem nenhuma dúvida que o Revalida, com poucas exceções(algumas perguntas),como em qualquer prova é muito adequado para fazer uma avaliação mínima de conhecimento!!Defender facilitação da prova é uma temeridade e outro golpe de interesse "politico"

    ResponderExcluir
  17. Felipe Dias Martins31 de maio de 2013 13:57

    1) Porque estudantes nacionais não precisam fazer o revalida?
    R: Nós, estudantes, estamos estudando em universidades que, teoricamente, estão sob constante fiscalização dos orgãos responsáveis pela educação no Brasil. Esses mesmos orgãos são os responsáveis e únicos capazes (MEC) de fecharem as portas de uma universidade de má qualidade ou permitir que uma nova faculdade abra. Se alguns estudantes estão saindo da universidade despreparados, isso é mais uma vez falha do governo! que não fiscaliza a atua como deveria, e ainda piora a situação fazendo essa política irresponsável de abertura de vagas de medicina.
    Mas, por ineficiÊncia do estado ou não, vc cumpriu todas as atividades que eram previstas no programa, fez todas as exigências que o MEC faz para a graduação e recebeu seu diploma, é CLARO que vc tem direito a ter seu CRM e trabalhar no país! Teoricamente vc ja mostrou para o governo e academia que tem a capacidade de exercer suas funções! E isso foi demonstrado ao longo dos seus 6 anos de curso!

    2)Porque estrangeiros precisam fazer o revalida?
    R: Não interessa se vc se formou em HAVARD ou na escolinha do professor raimundo! vc TEM q fazer o revalida!
    Isso é lógico! Se vc veio de uma instituição onde o estado brasileiro não tem controle, não sabe quais os métodos de ensino são utilizados, onde as regras são diferentes... Enfim se vc veio de um local em q os orgãos responsáveis pela educação no nosso país não tem controle nenhum, é OBVIO que vc tem q se submeter ao exame revalida e comprovar que vc preenche os requisitos do sistema educacional do país! É assim em todo canto! EUA, EU, Canadá etc etc... Não é questão de querer bloquear cubanos, bolivianos, etc... é questão de fazer por merecer! Se vc se formou fora, vai ter q demonstrar que preenche os requisitos! Um exemplo básico: O médico formado nos EUA provavelmente não estudou Tuberculose doenças tropicais e etc, esse médico serve aqui no Brasil ? NAO!!! Se ele quiser vir pro brasil ele vai ter que estudar e se preparar para o revalida e preencher todos os requisistos exigidos para um profissional médico brasileiro! E assim provar para a academia NACIONAL e para o governo que vc está apto a exercer a profissão no Brasil !

    Não entendo qual a dificuldade de entender isso, sinceramente! TODOS que tiveram o seu exame revalidado (com prova) falam que o processo apesar de demorado e burocrático é justo! e deve acontecer sim !
    Concordo em diminuir a burocracia do revalida, mas abrir mão das provas de seleção, NUNCA!!!
    Os formados fora sempre chegam com a argumentação de que estão bem preparados, então pq não prova isso??? que medo é esse???? Todos os seus colegas que se formaram fora e realmente estavam preparados conseguiram passar no exame do revalida e hj estão aqui trabalhando. E todos são a favor desse exame.

    ResponderExcluir
  18. Felipe Dias Martins31 de maio de 2013 14:02

    Sim, só mais uma coisa: o revalida existe para TODAS AS PROFISSÕES!
    não é só para médicos! que isso fique bem claro!!!!! Existe para TODAS as graduação e pós-graduação realizadas fora do Brasil !
    Se vc fez seu Phd em Havard, vc TEM QUE REVALIDAR !
    Só para pedagogia existem aprox 20 mil pedidos de revalidação!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps