quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Carta da Fenam para os Médicos Federais

O Presidente da FENAM, Geraldo Ferreira esclarece os fatos relativos a ação do governo federal contra os médicos com vínculo federal:


1. As negociações que resultaram nas perdas da MP 568 foram de Responsabilidade da Condsef e Fasubra, em nenhum momento as Entidades médicas foram ouvidas.
2. Tomando conhecimento do teor altamente lesivo aos médicos, como redução de 50% do salário, substituído por uma vantagem pessoal nominalmente identificada, que a partir daí não sofreria aumentos, a Fenam e as outras entidades médicas abriram negociações com o relator da MP, senador Eduardo Braga, e com o congresso, para reverter o quadro.
3. Através de mobilizações e paralisações nacionais conseguimos pressionar o congresso e numa audiência pública em Brasília conseguimos recuperar o salário e a questão das 20 e 40 hs.
4. Na transformação da MP 568 na lei 12.207/12 novo ataque e surpresa para os mà ©dicos, a gratificação de desempenho tinha sido mudada de grupo para gratificação de desempenho médico, com sensível redução nos valores em relação aos outros profissionais, ao mesmo tempo estava em curso a negociação do governo federal para o funcionalismo e não sabíamos se teríamos o aumento e quem nos representava nas negociações.
5. A esta altura dos acontecimentos a nossa diretoria tomou posse na Fenam.
6. Solicitamos audiência no Ministério do Planejamento, ao Secretário de relações trabalhistas Sérgio Mendonça, e com a presença da nossa diretoria, sindicatos e lideranças de todo Brasil conseguimos fechar alguns compromissos.
7. O aumento de 15,8% foi garantido para os Médicos.
8. A Fenam reivindicou o direito de ser a interlocutora dos médicos nas negociações com o Ministério do Planejamento, primeiro por ser a legítima representação da categoria e segundo pela representação anterior pela Condsef e Fasubra terem resultados perdas imensas do ponto de vista de salário, gratificações, cargas horárias e carreira dos médicos.
9. A Fenam solicitou a abertura imediata de negociações com a entidade representando os médicos e revisão da gratificação de desempenho para recuperar seus valores em relação aos demais profissionais.
10. O Secretário Sérgio Mendonça ficou de solicitar autorização ao governo para abrir as negociações, provavelmente ainda em setembro.
11. Chegou ao congresso nacional o projeto do Orçamento para 2013, nele através de emendas poderemos tentar recuperar valores das gratificações.
12. Nada disso será conseguido sem uma ampla mobilização dos médicos federais, assim a Fenam orientou os sindicatos de base a procederem assembléias e discussões sobre a melhor forma de nos mobilizarmos e pressionarmos o governo e o congresso. Não podemos descartar a possibilidade de paralisações.
13. Até este momento corremos atrás do s prejuízos, mas ao mesmo tempo as mobilizações da categoria nos deram forças para reverter a questão da redução do salário, da carga horária de 20 e 40 hs e da garantia do aumento de 15,8%.
14. Por uma forte mobilização nacional seremos capazes de recuperar os valores de nossa gratificação de desempenho, tornarmos a Fenam interlocutora e voz dos médicos junto ao congresso e ao governo e temos a possibilidade, já cobrada ao Senador Eduardo Braga e ao Deputado Arlindo Chinaglia, conforme compromissado, de avançarmos na construção da carreira médica.
15. A Fenam solicita aos sindicatos de base que, através de assembléias com os médicos federais, construamos uma agenda de mobilização que pressione o governo e o congresso para recuperarmos o que temos direito e nos foi tirado, e criemos as condições de ver nascer uma carreira própria dos médicos, que nos dê possibilidade de crescimento e evolução, além do salário digno compatível com a formação, responsabilidade e complexidade do nossos trabalho.


Brasília, 05 de setembro de 2012


Dr. Geraldo Ferreira Filho
Presidente da Fenam                                                                      

2 comentários:

  1. Caro Geraldo : sei que apesar do pouco tempo na FENAM está fazendo excelente administração Perdi mais de 1.200,00 no meu salário demédico É um absurdo Sei que lutará por todos.

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Não se preocupe Mais para o seu pedido de empréstimo, porque você está em menos de 48 horas para se beneficiar do seu empréstimo ...



    Eu sou uma financeira.
    Eu sou um emprestador de certificado, registrado e legítimo credor. Eu gostaria de chamar a sua atenção que eu posso fazer-lhe um empréstimo, a saber: 20.000 € a 50.000.000 € de reembolsáveis ao longo de dois anos, ou 20 anos (discutir) a uma taxa de juros de 2% ao ano. Você precisa fazer um empréstimo, observe as áreas em que eu possa ajudá-lo:
    * Contexto
    * real estate empréstimos
    * Empréstimos de investimento
    * Empréstimo automóvel
    * dívida de Consolidação
    * empréstimos pessoais você está preso proíbe banco e você não tem o favor dos bancos ou melhor tem um projecto e necessidade de financiamento, um mau arquivo de crédito ou precisa de dinheiro para pagar facturas, fundo a investir na empresa. Então, se você precisa de um empréstimo, não hesite em contactar-me para mais informações sobre minha condição.
    Por favor, escreva diretamente para mim pelo meu e-mail:

    moscat.luciana@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps