quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Presidente da CAS promete aprovar Ato Médico ainda este ano

Jaime CamposO presidente da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), senador Jayme Campos (DEM-MT), destacou, entre as principais matérias votadas pelo colegiado em 2012, a regulamentação de profissões, entre elas a de cuidador de pessoa idosa. Ele também prometeu colocar em votação na próxima quarta-feira (19), última reunião da comissão neste ano, o projeto do Ato Médico, (SCD 269/2002), aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) na manhã desta quarta-feira (12).


Para o senador Paulo Davim (PV-RN), a aprovação do Ato Médico demonstra respeito do Legislativo à profissão de médico. Também o senador Waldemir Moka (PMDB-MS) defendeu a aprovação da proposta ainda este ano, para “coroar” a atuação da CAS.


Além da profissão de cuidador de pessoa idosa, a CAS aprovou a regulamentação das profissões de taxista, historiador, técnico em sistema de segurança, comerciário e esteticista.


Na avaliação de Jayme Campos, que fez o balanço das atividades da CAS durante reunião deliberativa da comissão, a regulamentação da profissão de cuidador de pessoa idosa se faz mais necessária porque a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informou o senador, atualmente, o país possui 20 milhões de idosos, número que em 20 anos será de 52 milhões.


Os senadores Waldemir Moka, Paulo Davim, Cyro Miranda (PSDB-GO), Ana Amélia (PP-RS), Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Lúcia Vânia (PSDB-GO), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Casildo Maldaner (PMDB-SC) resaltaram a imparcialidade, isenção, democracia, firmeza, diplomacia, responsabilidade, pontualidade e eficiência com que Jayme Campos conduziu os trabalhos da CAS.


Fonte: Agência Senado                     

2 comentários:

  1. José Luiz Mestrinho12 de dezembro de 2012 11:21

    Esta é a nossa expectativa há 10 anos. Em se tratando da Regulamentação da nossa Profissão estamos sujeitos a todo o tipo de manipulação politiqueira dos que são contra. Ao longo dos anos fomos cedendo espaços para que o projeto tramitasse e deu no que deu. Todos queriam um naco das nossas competências e quase descarecterizam os nossos direitos Hoje foi mais uma vitória. Aguardemos pois...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns à comissão de educação pelo importante, embora vagaroso, passo rumo à regulamentação da atividade médica. Esse processo, que se arrasta há mais de uma década, está envolvido por uma cortina de mitos e interesses corporativos que em muito superam o já demonizado “corporativismo médico”. Tal projeto é visto por profissionais não médicos (ou suas entidades representativas) como uma excelente oportunidade de repactuação de prerrogativas profissionais e, por isso utilizam todas as suas “armas” para ampliar o espectro de suas atividades, mesmo que para isso tenham que descaracterizar uma das mais belas e antigas profissões do mundo, a medicina. Parabéns aos senadores que votaram pela aprovação do projeto e torço para que defendam a medicina, que tanto lutou e luta pela saúde humana em todas as suas facetas. Rezo para que os senadores não permitam que grupos corporativos que visam unicamente a ampliação de seus lucros e se escondem atrás de discursos falsos, pregando ideologias antimédicas, consigam ferir mortalmente aquela que foi a mãe de quase todas as outras profissões de saúde, a medicina.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

stats

redes

    

Blog do médico paraense Waldir Cardoso dedicado a discutir sobre saúde, política e cidadania. Seja bem vindo/a

Vídeos

Vídeos

Waldir e Saúde no Brasil vídeo

Vídeos

Arquivo

Arquivo

Busca

Busca
Tecnologia do Blogger.

Categorias

Categorias

Estatísticas

Estatísticas

Contador

Contador de visitas

clustrmaps